Obras do Porto Cais Mauá acendem interesse da especulação imobiliária na zona central de Porto Alegre

Até o final de janeiro, os escritórios da empresa Porto Cais Mauá do Brasil estarão instaladas nos armazéns A1 ou A2 do cais de Porto Alegre.

É de onde o presidente, Mário Freitas, pilotará a implantação daquilo que será uma espécie de Puerto Madero.

Mário Freitas disse nesta quarta-feira que as primeiras obras poderão começar em junho.

Os investimentos na revitalização do porto, na área que irá da Usina do Gasômetro até a Rodoviária, estão calculados em R$ 550 milhões.

A zona central ou histórica de Porto Alegre, em função do Porto Cais Mauá, das obras de revitalização da orla (Usina do Gasômetro até Ipanema) e para a Copa, já movimenta o mercado imobiliário. Os edifícios da região, que se desvalorizaram pela degradação da área, já registram forte alta.

POLÍBIO BRAGA



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá, Revitalização do centro

Tags:, , ,

20 respostas

  1. Especulações imobiliárias e residenciais também ´´mentem´´ o bairro. Vários exemplos

    Jardim Planalto – oficialmente, bairro Jardim Itú-Sabará
    Verdes Campos- oficialmente ,bairro Mário Quintana
    ´´bairro´´Liberdade – oficialmente, bairro Humaitá.
    Jardim Europa- oficialmente bairro Vila Ipiranga.
    Alphaville- oficialmente fica no limite entre os bairros Vila Nova, Campo Novo e Belém Velho.
    Jardim América- Oficialmente bairro Jardim Carvalho
    Rossi Business Park – oficialmente, bairro Jardim do Salso
    Chácara das Nascentes- oficialmente , bairro Lomba do Pinheiro
    Parque dos Maias- oficialmente bairro Rubem Berta
    Costa e Silva- metade oeste Sarandi e metade leste Rubem Berta
    Jardim leopoldina- Oficialmente zona indefinida.
    Passo das Pedras- oficialmente zona indefinida
    Jardim Itati- oficialmente fica na divisa entre os bairros Cristo Redentor e Vila Ipiranga
    Parque Santa Fé – oficialmente , bairro Rubem Berta
    Nova Ipanema- oficialmente bairro Hípica.
    Urubatã- oficialmente bairro Hípica.
    Altos do Santa Rita- Hípica
    Altos do Ipê – Espírito Santo
    Imperial Park- oficialmente em zona indefinida
    Jardim Verde (na Eduardo Prado)- Zona indefinida
    Cohab Cavalhada- zona indefinida .
    Lagos de Nova Ipanema – Hípica
    Passo Dorneles- Mário Quintana

    Obs: O caso do Passo das Pedras é um caso especial, o local teve ocupação há décadas e ainda não é um bairro criado em lei !
    No bairro não oficial Protásio Alves (zona indefinida, como citado, oficialmente em bairro nenhum ) temos o Jardim Leopoldina , Morro Santana, Residencial Alto Petrópolis, Vila Petrópolis, Vila Laranjeiras, Vila Nova Chocolatão e Jardim Ypú. Curiosamente o ´´bairro Protásio Alves´´termina, começa o Passo das Pedras(também bairro não oficial, outra zona indefinida) e ele recomeça novamente no Jardim Leopoldina.
    As outras zonas indefinidas citadas nos exemplos é o local que os correios chamam de ´´Aberta Morros´´.

    Outros pontos da cidade e seus bairros oficiais

    Shopping Iguatemi- Boa Vista
    Beira- Rio – Praia de Belas . Obs: no outro lado da Padre Cacique é Santa Tereza
    Arena do Grêmio- Humaitá . Obs: A arena fica no lado par da Avenida Padre Leopoldo Brentano que é bairro Humaitá, já no lado ímpar é bairro Farrapos.
    Estádio Olímpico- Medianeira . No outro lado da rua da entrada Lateral é Azenha, então todo o olímpico, oficialmente é Medianeira.
    Porto de Porto Alegre e Gasômetro – oficialmente bairro Marcílio Dias !

    Curtir

  2. Particularmente, acho desnecessário ficar comparando o projeto do Cais Mauá com o desejo de copiar certos cais como Barcelona e Buenos Aires. Nosso cais tem que ter a identidade da nossa cidade. Senão, será como um shopping center, que é igual em qualquer lugar do mundo.
    Nas vezes que fui, Puerto Madero (a área dos restaurantes) estava jogada às traças. Certamente foi um modelo que serviu somente aos turistas e que a população não aderiu. E para isso não se repetir por aqui, só consultando diretamente a população para saber os anseios da mesma. Afinal, não somos a terra da democracia participativa?

    Curtir

    • O Políbio, sempre que fala no Cais Mauá, fala em Puerto Madero, é uma coisa sistemática. Não tem sentido. Os próprios arquitetos disseram que aprenderam com os acertos e erros das experiências anteriores, mas que não tem um modelo, querem propor algo diferente, uma nova referência, ,e, claro, que tenha uma identidade própria,

      Curtir

  3. Ontem, ao levar minha família para conhecer a orla de Puerto Iguazu (Argentina), na tríplice fronteira, chegamos a conclusão que não precisa haver especulação imobiliária para ter uma orla de qualidade. Não havia prédios. Era quase meia-noite e o local estava muito iluminado, com calçamento de primeira qualidade, vista para o Rio Paraná, policiais fazendo ronda, Wi-Fi disponível com pessoas utilizando notebook, outros fazendo caminhada. Impressionante. É uma questão de cultura e vontade política. Se desejam construir mais prédios em Porto Alegre que sejam de qualidade, pois no natal eu vi uma cidade suja, mal iluminada, sem atrativos turísticos e tive vergonha de mostrar a orla para minha namorada.

    Curtir

  4. Desculpem a minha falta de informação, mas existe algum empreendimento residencial sendo construido no centro histórico?

    Curtir

  5. Na minha opinião, “especulação imobiliária” é justamente o oposto: é quando se tem um terreno e não se constrói nada nele até que a região se valorize. Exemplos: a antiga área do Jardim Europa (pertencente à Condor) e área onde possivelmente será construído o Shopping Belvedere (na Terceira Perimetral)

    Curtir

  6. Agora qualquer construção é especulação imobiliária. O termo mudou de sentido totalmente.

    Curtir

  7. Puerto Madero hoje é o centro financeiro de Buenos Aires, muitos prédios comerciais e hotéis foram construídos nas imediações. Espero que aqui aconteça o mesmo.

    Curtir

  8. So’ os tipos selviculas de POA que chaman “desenvolvimento imobiliario” ou “recuperacao hurbana” de “especulacao imobiliaria” Isso e’ devido ao tri-pe’ esquerdista: INVEJA, IGNORANCIA E EGOISMO!!!

    INVEJA: Preferem ficar pulando feitos macacos ao som de pagode e funk, tomando cachaca o dia inteiro do que trabalhar e melhorar sua posicao economica e profissional. Dai nao tem dinheiro para comprar um AP em um lugar legal, fica com INVEJA, dai nao quer que ninguem tenha tambem.

    IGNORANCIA: O esquerdista vive no passado, suas teses economicas e visao de mundo refletem circunstancias e eventos de 80 anos atraz. Nao entendem como economias funcionam, a nao ser pelas abobrinhas marxistas que adoram ler.

    EGOISMO: mimimimimi, se eu nao posso ninguem pode, tudo para mim, casa, comida, aluguel pago, conta de electricidade paga, roupas so’ das melhores, carro so’ para as elites do funcionalismo publico, ESFORCO E DEDICACAO PARA CONSEGUIR TUDO ISTO???…………..ZERO, GOVERNO TEM QUE DAR!!!

    E sim, muitos predios no centro deveriam ser postos para baixo, e novos e mais modernos, residenciais e de negocios construidos em seus lugares sem limites de altura. Isto so’ fara bem a todos, ate’ os debilas que sao contra. No fim eles gostam!

    Curtir

  9. Deus queira que a especulação imobiliária aumente de forma exorbitante no centro da cidade. Só isso salvará o centro do abandono.
    Se não fosse a especulação imobiliária, não teríamos o bairro Jardim Europa, não teríamos os belos prédios da Carlos Gomes, etc…
    Só pensa de forma contrário os invejosos, que não fazem nada para mudar suas vidas e não querem que os outros cresçam.

    Curtir

  10. Por conta de todas as chorumelas dos contra-tudo, “especulação imobiliária” acabou ganhando um caráter pejorativo. Mas, gostando ou não, é o que acaba servindo de estímulo para melhorias na infraestrutura.

    Curtir

  11. Oh… há esperanças para um retrofit do esqueleto!!!

    De preferência não todo espelhado igual aquele da APLUB (ok gente, isso é GOSTO e é subjetivo ok?!)

    Curtir

    • Mas o que tu recomenda?
      Antes esoelhado do que um paredão mofado né…
      Mas da pra fazer coisas boas ali sem ser espelhado..esses tempos vi num forum uma boa idéia..

      Curtir

      • Uma fachada com aspecto contemporâneo, não industrial.
        Algo tipo isso daqui, que eu respondi no post sobre alguns prédios abandonados:

        https://portoimagem.wordpress.com/2011/07/29/urgente-retrofit-do-edificio-esqueleto/
        http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1436636

        Eu acho esses espelhados… BREGAS! Fora que parece uma preguiça IMENSA da empresa que faz o retrofit, em trabalhar uma fachada de um prédio no centro e fazer ele se tornar referência (‘bonita’) na cidade.

        Nada contra a profissão, mas tem mais cara de fachada de engenheiro do que de arquiteto… e novamente eu falo: gosto é uma coisa subjetiva.
        E realmente, é “menos pior” um espelhado que um esqueleto da vida.

        Alguém acha o Sheraton bonito? Eu acho tenebroso aqueles vidros azuis… pra mim é referência ruim.
        Se esses panos de vidro ainda fossem captadores de energia solar para “sustentar” o consumo do edifício eu acharia lindo!

        Pra quem é interessado, esse site é tri bom: http://www.archdaily.com

        Curtir

      • Aliás, esqueci de comentar: não tá a cara daquela torre do Barra?!

        É por isso também que eu não gosto, parece um carimbinho! Se ainda trabalhassem a fachada usando vidro com PVB’s (é a película que dá cor, é tipo um adesivo entre 2 vidros) coloridos e tal… mas nem isso!

        Curtir

  12. Um crime, essas empresas capitalistas destruidoras do mundo que ficam roubaaaando nosso povo com a tal especulação imobiliaria, não queremos caais, vai ser o fiim do centro com seu espigão…
    Viva Cuba

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: