ENQUETE – Estádio da Copa: Resultado final

Após 30 dias (de 09/12/2011 a 09/01/2012) da enquete sobre o estádio da Copa 2014 em Porto Alegre, contabilizamos um total de 1.231 votos, com os seguintes resultados: 791 votaram na Arena do Grêmio para sede da Copa e 294 no Estádio Beira-Rio. 146 prefeririam que a Copa não fosse em Porto Alegre. Vale lembrar que a votação sempre ocorre somente uma vez por IP.

Em breve, uma nova enquete no Blog, sobre outro tema. Aguarde.



Categorias:Outros assuntos

Tags:

6 respostas

  1. Eu só votei na arena do Grêmio porque eu imaginei que fosse inviável (ainda custo a acreditar nisso) que a Copa fosse feita no Beira-Rio. Mas tendo os dois locais como possibilidades de receber a Copa e prontos, eu preferiria o Beira-Rio, por estar bem localizado, com uma vista incrível e de fácil acesso a maioria das regiões da cidade. É obvio, que deveria ter todo o entorno melhorado, assim como no projeto.

    Curtir

    • Na Inglaterra, Londres escolheu o local da cidade MAIS DEGRADADO para fazer a Olimpíada e recuperar. E é essa recuperação de um bairro abandonado que Londres está vendendo para a Olimpíada 2012 – o LEGADO para a cidade.

      Já aqui no Brasil a mentalidade é “vamos mostrar essa região aqui porque é a mais bonita”, como se ao pousar no Aeroporto Salgado Filho os turistas não forem olhar para baixo e ver toda a pobreza que tem na cidade.

      Cabeça pequena. Mentalidade atrasada.

      Ou os ingleses que estão errados, não? Pra que investir onde é mais pobre se dá para melhorar a região mais rica?

      Curtir

  2. Ahhh, acrescente-se na lista o Presidente da Fundação gaúcha de Futebol, Franscisco Noveletto, para o qual também “não existe Plano B”.

    E adivinhem de quem de que clube ele é sócio, torcedor e conselheiro?

    Bingo!

    Curtir

  3. Pena que o resultado não muda nada.

    Fortunatti está imparcial (visando os votos dos colorados, obviamente).
    O João Bosco Vaz, secretário da SECOPA, é coloradasso (“Porto Alegre não tem plano B” bla bla bla)
    O governador, idem. Sempre buscando “alternativas” para auxiliar o Inter, como a aproximção com o Banrisul e as tentativas de que os fundos da Corsan e da CEEE fossem os investidores do projeto – furado – de reforma.
    A Presidente Dilma.. bom, se for verdade o que se tem publicado, tem feito looby junto à AG para “ajudar” o Inter.

    E, por incível que pareça, quando o Paulo Odone e o Antonini, ligados ao Grêmio, eram da SECOPA, e também a YEDA, não teve NENHUMA ação pró-Grêmio e anti-Inter.
    Foram imparciais o tempo todo.

    É a diferença de políticos gaúchos e de políticos colorados no Poder. Algo que vem de LONGA DATA, vide terreno do Beira-RIo, vide terreno dos Eucaliptos (e ajuda estatal quando da Copa de 50), vide doações posteriores dos terrenos que o Inter INVADIU dos arredores do Beira-Rio.

    Um clube que leva a expressão “CLUBE DO POVO”, ao pé da letra, mirando o bolso do povo sempre que pode.

    Curtir

    • “É a diferença de políticos gaúchos (gremistas, vc quis dizer) e de políticos colorados no Poder.”

      EXATAMENTE!!!

      Os políticos colorados são bem mais fanáticos e não tem nenhum medo de ajudar seu clube, mesmo contra tudo que seja mais racional.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: