Propostas para corredores BRT serão abertas nesta segunda


Bus Rapid Transit (BRT) de Porto Alegre. Foto: Ricardo Giusti/PMPA

A Comissão Especial de Licitação das obras da Copa de 2014 abre nesta segunda-feira, 16, as propostas das empresas concorrentes para execução de obras dos Bus Rapid Transit (BRT) Bento Gonçalves e Protásio Alves.

A partir das 14h, na Área de Compras e Serviços da Secretaria Municipal da Fazenda (Rua Siqueira Campos, 1.300, 3º andar, sala 301), serão abertos os envelopes de proposta de preço do Consórcio BRT Bento, formado pela Sultepa Construções e Comércio Ltda e Conpasul, e da Construtora Pelotense Ltda, habilitados na licitação.

BRT (Bus Rapid Transit) – Uma iniciativa que irá transformar o sistema de transporte coletivo em Porto Alegre tornando-o mais ágil, econômico e menos poluente. Contará com grandes portais, que completam o sistema. É um modelo de transporte sobre pneus, rápido, flexível e de alto desempenho. O ônibus tem a capacidade para 51 passageiros sentados, é adaptado para deficientes físicos, possui ar condicionado, motor ecológico, tem 20 metros de comprimento e suporte para três bicicletas.

Prefeitura



Categorias:BRT

Tags:

15 respostas

  1. Parece que esse assunto é uma das poucas unanimidades aqui 🙂 Afinal o que vai melhorar além do tamanho e conforto dos ônibus?

    Curtir

    • Felipe,
      Na minha opinião, nada!

      Mas parece que vocês todos não notaram o objetivo central dos BTRs, pois se não notaram vou falar.

      Independente de cores partidárias, há décadas o partido mais importante em Porto Alegre é a ATP (não sou disléxico e confundi PT com ATP). Depois do governo Olívio (na prefeitura), que procurou de forma atabalhoada lutar contra a ATP. TODOS OS GOVERNOS SUCESSIVOS (incluo os do PT e posteriores) se renderam as pressões da ATP e se preocuparam em colocar Poemas nos Ônibus.

      Como a ATP que governa o município, nem o metrô pensavam em fazer, precisou o governo federal pressionar para se começar a pensar nisto. Da mesma forma no governo do Estado a travessia Porto Alegre – Guaíba, que estava caindo de maduro não saía, precisou um empresário do ramo de transportes rodoviário aceitar o desafio para sair a licitação correta do transporte (antes as licitações tinham exigências absurdas que inviabilizavam comercialmente a travessia). Agora voltando para os BTRs versus VTRs, qual a diferença principal entre os dois modais, é que um VTR por ter uma manutenção mais simples (facilmente estabelecida por um plano fixo) até a CARRIS pode gerenciar um sistema destes sem causar prejuízos ao erário público.

      Reescrevendo a mesma ideia com outras palavras. Um sistema de transporte baseado em VTR se encomenda o pacote inteiro, projeto, vias (trilhos e fios), veículos e plano de operação e manutenção. Não tem pneu para superfaturar, não tem motor para quebrar (motores elétricos) e não tem nada que exija criatividade e imaginação. Logo pode com economia ser operado por um agente público (precisa uma reforma no sistema a cada 50 anos!). Vejam os ex-bondes de Porto Alegre operavam com sucesso e economia com mais de trinta anos de uso com a CARRIS o gerenciando!

      Logo a conclusão simples, os BTRs prolongam a estada do partido ATP no governo de Porto Alegre, enquanto os VTRs depois de colocado uma linha (somente uma linha) em circulação todo mundo vai querer (é só perguntar a qualquer pessoa que já andou num deles em qualquer parte do mundo).

      Outra farsa que se coloca no BTR versus VTL é o custo, o problema que no primeiro o custo de manutenção da via fica por conta de toda a população e no segundo fica por conta dos usuários (a manutenção dos trilhos fica incluída na passagem), desta forma os VLT serão sempre mais caros do que os BRT, e quando se compara um a outro se utiliza esta argumentação para inviabilizá-los.

      Curtir

    • Estou com a mesma impressão, minha pergunta foi quase provocativa. Concordo com o que falaste sobre a ATP e as opções de transporte.

      Curtir

    • “Pensei grande, Porto Alegre!”

      Curtir

  2. espero que se possa subir com uma bicicleta e mala nesses onibus.

    Curtir

  3. A tempos estava sem postar nada aqui neste blog, porém ao passar por esta notícia não me seguro mais.
    Olhando a foto vemos o famoso BRT uma versão 1.001 da versão 1.0 dos veículos articulados que andam pela cidade, não sei como só mudando o visual do para-brisa de um articulado pode-se melhorar a circulação nestes corredores já superlotados. Vou voltar a discussão anterior, está caindo de maduro que a solução desses corredores eram VTR e não BTR. Por que digo isto? Porque o calcanhar de Aquiles de todos os corredores é o tempo de entrada no veículo. Um VTR o acesso pode ser feito ao mesmo nível do passageiro que está aguardando na parada, e um VTR permite pela pouca distância de aproximação do veículo a plataforma (centímetros) o acesso é rápido, inclusive portadores de necessidades especiais entram e saem sem a necessidade de plataformas para elevá-los ao nível do veículo, já os BTR não podem se aproximar das plataformas na mesma distância.
    Mais uma vez vão nos empurrar uma solução que vai se mostrar obsoleta em pouco tempo, após isto gataremos tudo de novo!

    Curtir

  4. Espero que não tenham adesivo da copa, porque além de ser ridículo, é temporário e dinheiro posto fora…

    Curtir

  5. Apesar desse ônibus ser melhor do que os atuais, chamar apenas isso de sistema BRT é uma farsa. Lamentável.

    Curtir

  6. Infelizmente, a julgar pelo fato de a prefeitura estar chamando esse ônibus da foto de BRT, na cabeça dos administradores BRT significa só “ônibus grande”.

    Curtir

    • é uma pena. pior que ainda nem saiu nenhum projeto para que possa ser apreciado pela sociedade. Possivelmente ganhará aquele que apresentar o menor custo, o que geralmente é o mais furreca de todos…

      Curtir

    • É…mais uma vez decepção/frustração total. Pq em Porto Alegre tem que ser sempre assim? Esses projetos medíocres, obsoletos dão até raiva

      Curtir

  7. Uma grande notícia para os usuários desses corredores, como eu, embora ainda fique preocupado com a versão final do projeto dos BRT’s, mas vamos ter que esperar para ver.

    Curtir

  8. Ar condicionado! uhu!

    Notícias de quando sai os outros BrT? 3a perimetral, Pe Cacique…

    Curtir

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: