SMAM esclarece corte de árvore na Praça Otávio Rocha – atualizado

A ÁRVORE É DE ESPÉCIE EXÓTICA, DIZ SMAM

Jornal Metro – 19/01/2012



Categorias:Parques da Cidade, Revitalização do centro

Tags:, ,

177 respostas

  1. A natureza deve ser preservada.
    E para isso não derrubem arvores.

    Curtir

  2. Será que os moradores do Mont´Serrat que estão protestando contra a derrubada de algumas árvores no cruzamento da Anita com a Carlos Gomes são PSTU?

    Curtir

  3. Quando eu era criança brincava na Praça Otávio Rocha, minhas tias moravam na Sr. dos Passos, onde agora é o Ed. Lancaster. Esta árvore nada mais era que uma árvore ornamental bem podada, como se fazia na época, estilo europeu. Depois o tempo passou e não mais se podaram as árvores em Porto Alegre, nem ela que consequentemente cresceu. Todas as éxoticas são vitimas da “erva de passarinho”, são sugadas até morte e depois a erva, parasita que é, também morre. A SMAM tem um critério muito estranho para o corte de árvores, eu sei porque vivo incomodando-a à respeito disso. Acho que não existe “ecochato”, e sim pessoas que se preocupam mais com meio ambiente onde as árvores são necessárias. Os outros, aqueles que querem a derrubada, que pensem no futuro. Convido a todos aquêles que foram a favor do corte desta árvore sexagenária bem como todas as autoridades que assinaram o protocolo para um piquenique na Pça Otávio Rocha, bem ao lado do busto, assim bem na hora que o sol estiver batendo, eu vou junto quero apreciar o fato.

    Curtir

  4. Rodrigo, quanto a substituição emn Curitiba de arvores exoticas por nativa, ocorreu um planejamento da prefeitura loca e sendo discutido e divulgado os moradores da cidade.
    Aqui fazem o que bem entendem, não vi ou li nada sobre isso, e sim posteriormente, pelo fato já concretizado.

    Já que querem tanto arrumar muros das praça – como dizem- o muro da Praça Dom Feliciano enfrente a Santa Casa tem um belo buraco ( parece que naquele lugar era um caminho que foi fechado ou simplesmente, o muro caiu) e com um gradil miserável, destoando com os muros “neo-clássico”.

    Essa praça é bem proxima da Pr. Otavio Rocha e senão tiver um trabalho como os coletores de materias reciclados, não duvido que terá o destino do que ocorre nela: separação do resultado da coleta na redondeza. Na verdade, várias praças da cidade. seguem esse caminho…

    Curtir

  5. O que mais me deixa indignado é a incongruência das opiniões. Ou defende-se a permanência de grandes exemplares arbóreos exóticos, ainda sendo contra o pensamento dos ecologistas (que lutam pela retirada das significativas árvores exóticas, tais como esta), ou luta-se pelo restauro, preservação e requalificação do nosso patrimônio arquitetônico e paisagístico. Esta árvore jamais teria o valor que a praça em si tem, e não há como ambas estarem dividindo o mesmo espaço. Retirar esta árvore não é ser contra o meio ambiente, bem pelo contrário!

    Se reclamam de uma árvore EXÓTICA que NÃO É COMPATÍVEL COM UM ESPAÇO URBANO e descaracterizava o patrimônio histórico, o que dizer da vanguardista prefeitura de Curitiba, que mandou cortar TODOS os exemplares exóticos existentes nas ruas e parques da cidade, os substituindo por árvores nativas? Ah, Curitiba é uma cidade atrasada mesmo…

    Curtir

    • Se o Fortunatti ou o Záchia Motosserra 🙂 tivessem mandado plantar uma figueira nativa e esperado 40, 50 anos pra arrancar essa, sem problema. O que acontece é que os pseudo-urbanistas aceitam que se derrube árvores centenárias – essas sim, inestimáveis, pra quem valoriza o conjunto urbano e não um muro ou cano que podem ser facilmente reparados ou trocados – e se “substituam” estas por “dezenas” de mudas nativas… sim, sim, mas qual é o percentual dessas mudas que chega à idade madura, proporcionando serviços ambientais E paisagísticos iguais ou melhores que a árvore derrubada? Vão lá ver, pessoal, as “dezenas” em cinco anos viram uma ou duas. Acredito que minha família tenha o direito de desfrutar dos serviços ambientais dessas árvores agora e não apenas daqui a 100 anos.
      Se o cretino que assassinou as árvores exóticas de Curitiba por pura dendroxenofobia 🙂 cuidasse das praças de Porto Alegre, estaríamos muito mal – todas as tipuanas da José Bonifácio, por exemplo, viriam abaixo. De onde é preciso cuidadoc om esse endeusamento de Jaime Lermer, o Niemeyer em compota dos subsurbanos, que está vendendo “projetos” a torto e a direito no RS, todos envolvendo derrubadas maciças de árvores urbanas como em Canoas e, parece, na orla do Guaíba.
      Divertido como os “urbanistas” de araque ficam indignados com a defesa das árvores. Quero ver vocês sentarem quinze minutos na praça agora no verão com o Fortunatti pra dar uma conversada. Ou a Dilma, for that matter, pois todos esses políticos ignaros são inimigos das árvores, da boa gestão ambiental e, em última análise, do cidadão que não subscreve ao seu urbanismo de empreiteiro histérico.

      Curtir

  6. Não é uma figueira nativa, da mesma espécie que estamos acostumados e que não pode ser derrubada. Foi um ato correto a retirada deste exemplar arbóreo que nem deveria ter sido plantado e que, assim como outras, desconfigurava e destruía a visual desta praça que é um de nossos maiores elementos históricos paisagísticos. Qualquer técnico dos setores de restauro, meio ambiente, paisagismo, arquitetura e urbanismo seria a favor da retirada desta árvore.

    Curtir

  7. Espero que no verão, o Marcelo Bumbel convide o Fortunati e quem deu a ordem de cortar o ficus para reunerem-se na praça junto área devastada e reflita com o que eles fizeram e seu resultado.

    Curtir

  8. É BIANCA GRANDO COM O TEMPO VOCÊ VAI MELHORAR SUAS OPINIÕES! uM ABRAÇO !

    Curtir

  9. Ficou muito bom! Não se devem plantar FICUS porque eles viram esse ser gigantesco incontrolável. Agora poderemos VER a praça. Parabéns!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: