Liminar obriga Ronaldinho Gaúcho a reparar danos ambientais em Porto Alegre

A Promotoria de Defesa do Meio Ambiente de Porto Alegre ajuizou ação civil pública contra Ronaldinho Gaúcho, seu irmão Assis e a empreiteira Reno Construções e Incorporações Ltda, por danos ao meio ambiente causados a partir de 2009 na propriedade do jogador, localizada na Estrada da Ponta Grossa, antiga sede do Teresópolis Tênis Clube. A ação teve o pedido de liminar concedido pela Justiça obrigando a remoção de um trapiche, de uma plataforma de pesca e de um atracadouro na superfície do Lago Guaíba.

A decisão defere também o pedido de demolição da canalização do Arroio Guabiroba com muros e pedras, a retirada da pavimentação e impermeabilização das margens e das pontes edificadas sobre o seu curso, que foram construídas na zona de amortecimento da Reserva Biológica do Lami José Lutzemberger. O prazo é de 30 dias a contar da intimação, sob pena de pagamento de multa no valor de R$ 10 mil por dia de descumprimento.

Eles ainda ficam obrigados de não realizar novas intervenções nas Áreas de Preservação Permanente do Lago Guaíba e nas faixas marginais do Arroio Guabiroba, que atravessa a propriedade de Ronaldinho Gaúcho, sem a devida licença ambiental prévia, sob pena de multa de R$ 50 mil por cada transgressão.

Conforme a ação civil pública – assinada pelos promotores de Justiça Alexandre Saltz, Ana Maria Marchesan, Annelise Steigleder e Carlos Paganella – todas as construções foram feitas sem licença do órgão ambiental municipal. Além disso, os demandados ignoraram notificações da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) para interromper as obras e, inclusive, impediram técnicos de entrarem no imóvel para realizar vistoria por duas vezes.

De acordo com a inicial, Ronaldinho Gaúcho e Assis fizeram uso privado de uma área pública de um lago navegável do Estado. A ação civil pede, após o trânsito em julgado, que seja elaborado projeto técnico por profissionais habilitados para a recomposição da área onde espécies nativas foram derrubadas, além da restauração da morfologia do terreno encontrada antes da impermeabilização da superfície do Arroio Guabiroba.

SUL 21 – Da Redação



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

13 respostas

  1. Heyy bianca!! Muito bons os teus comentários! Precisamos de mais gente assim! Tentei falar contigo e só te achei no twitter, mas não consigo. Tem algum outro meio de contato fácil? Vi que facebook tu não tens. Beijo e parabéns! Siga assim!

    Curtir

  2. Ministério Público neles.

    Curtir

  3. É isso aí Bianca, vamos denunciar estes traíras, que acham que o dinheiro compra tudo e TODOS.

    Curtir

    • Na verdade denunciar eu já fiz… N vezes… pra todos os órgãos…. tô atrás de outra coisa que funcione porque pelos meios “usuais” não resolve!

      Curtir

  4. Sério que não existe mais a sede campestre do TTC? Desde quando será? Que pena, os sócios ficaram sabendo disso? Gostava muito daquela sede. E o Ronaldinho? Trocou aquela mega casa dele com bola de futebol gigante na piscina e discoteca por essa área aí? É um absurdo o relatado aí que ele fez, mas nada muito diferente do esperado, pois ele anda tão diferente desde que foi lançado pelo grêmio anos atrás. Nem parece mais o mesmo. É o legítimo marrentinho carioca, oops, Ronaldinho Carioca, quer dizer, Ronaldinho Gaúcho.

    Curtir

    • Nada querido… essa é só uma das N propriedades dele espalhadas pela ZS!

      Tem essa “oficial” da Cavalhada, tem na Aberta dos Morros, Belém Novo, Restinga… e em Eldorado ele tbm tem um sítio.

      Fora os terrenos vazios que ele deixa sem cuidado e acumulando lixo.

      Curtir

  5. Aquele boteco do Ronaldinho que a Bianca citou é um verdadeiro ultraje. É um nojo aquilo lá. Passei à noite por ali na última vez que estive em POA. Não sei, sou meio tongo, como dizem os paranaenses, mas me pareceu que os ‘’flanelinhas’’ absolutamente inconvenientes vendiam ‘’coisas’’ a alguns motoristas. Não sei o que poderia ser. Alguém sabe? Imagina o que tem dentro daquela bodega. A polícia provavelmente passa longe de lá. Aliás, esse Ronaldinho e seu staff não tinham se mudado para Florianópolis?

    Curtir

  6. Toooooooooooooooooooooooomaaaaaaa traira

    Curtir

  7. Bianca esse papinho de minha ex-chefe na EPTC tá meio suspeito !

    Curtir

    • Ih, ganhei um perseguidor…

      … mas vá lá, vou ser simpática e didática contigo: estagiei na EPTC de 2008/2009, durante 8 meses. Ou seja, pelo meu entedimento básico, tenho EX chefes. Não?

      E algum problema em expor as experiêcias, boas e ruins, que EU presenciei em órgãos públicos que trabalhei? Assim como já estagiei também na PMPA e na Receita Federal e quando pertinente ao assunto do tópico, eu comento linkando algum acontecimento.

      Não pode? Não lembro de cláusula de não poder comentar sobre quando assinei os contratos.

      Segue com suspeitas da minha idoneidade? Me confisca lá: a matrícula era nº801554 e se quiser, faço o favor fotografar meu crachá e te enviar.

      Não gosta do que eu falo, pula o comentário.
      Vai gastar energia perseguindo o Fortunati e não incomoda.

      Boa noite.

      Curtir

    • AhAHAHA Ganhaste um perseguidor, mas também um fã, adorei. 😛

      Curtir

  8. Esse é o f* da ZS: parece uma terra sem lei!!!

    O que demora pra vir uma fiscalização aqui não tá no gibi… minha ex-chefe na EPTC, quando eu questionei sobre melhorias além de Ipanema, ela me fala assim “ah só por uma plaquinha e uma abrigo lá e eles se contentam com isso… não vão mexer lá tão cedo”

    E também, de que adianta meia dúzia de gato pingado tentar fiscalizar com seriedade se outros tantos abrem as pernas pro A$$i$ porque recebem grana dele pra agilizar as coisas? Minha amiga que estagia na SMAM disse que deve ter uma sala inteira só de processos contra eles… e ao que parece, fingem que não veem! Colocam em ordem para fiscalização junto com outros processos, mas parece que somem da fila. Mágica!

    E a falta de limites deles me impressiona: CANALIZARAM um arroio, fizeram calçamento na volta e um trapiche… tudo isso numa APP! Nem a prefeitura pode fazer isso e ele acha que pode? O Inst. Ronaldinho lá na rótula da Restinga mesma coisa: eles patrolaram uma outra APP pra construir aquele complexo e ficou por isso mesmo. Tá lá jogado, legítimo elefante branco… tão “filantrópico”.

    Esse monte de furo serve também pra essa “casa noturna” deles (a.k.a lavagem de dinheiro e, diz a vizinhança, refino de algumas coisas ilícitas) que não tem alvará nem de SMOV, SMAM ou SMIC. E segue funcionando a toda: com gerador/transformador/chiller sem estar no subsolo (coisa que também não pode pra estabelecimento desse porte), sem a metragem mínima de estacionamento, sem obrigatoriedade de responsabilidade deles num raio de 100m do local e pela área do PDDUA/Código de Obras nem poderia funcionae porque é uma área pra fim residencial e comércio de baixo impacto.

    É tanta coisa errada que eu nem me lembro de tudo.

    Só não liguei pro papa ainda porque não tenho o telefone dele. Pra resolver alguma coisa, os vizinhos tem que entrar com um abaixo assinado através do MP pra eles realmente serem “confiscados” – isso me disse uma funcionária da SMIC, já que eles “cansaram de cobrar e não resolver”. Mas aí se monta todo o abaixo assinado com provas e tudo mais, chega na hora de assinar e os vizinhos falam “ai mas eu tenho medo do A$$I$ e das represálias”.

    E aí?!
    O cara comprou a ZS inteira parece! Todo mundo se abre pra ele!

    Ah, e claro: alguém acha que ele vai pagar essas multas e vai parar de construir?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: