“Máquinas da Andrade Gutierrez já estão a caminho de Porto Alegre”, diz Luigi

Presidente do Inter disse que questões burocráticas atrasaram assinatura do contrato para retomada de obras no Beira-Rio

Apesar de prometer no início de janeiro a retomada das obras no Breira-Rio antes da estreia colorada na pré-LIbertdores, o clube ainda aguarda a assinatura de contrato com a construtora Andrade Gutierrez. Nesta sexta, o presidente Colorado, Giovanni Luigi, afirmou que a empresa já deu os primeiros passos para a continuidade dos trabalhos. “As máquinas da Andrade Gutierrez já estão a caminho de Porto Alegre. Além disso, o engenheiro-chefe da empreiteira está em Porto Alegre”, revelou o dirigente em entrevista ao programa Ganhando o Jogo, da Rádio Guaíba.

Luigi comentou ainda que a Andrade Gutierrez alugou um apartamento na Capital. “Esse local já tem servido como palco de reuniões com o engenheiro-chefe da construtora”, acrescentou. O presidente colorado afirmou, no entanto, que a demora para assinatura do contrato ocorre por questões burocráticas. “A Andrade Gutierrez ainda está trabalhando para a formação da Sociedade de Propósito Específico (SPE) e por isso ainda não assinamos. A empresa que irá cuidar da obra ainda está sendo formada”, esclareceu.

O dirigente exaltou novamente o processo de aprovação da parceria com a construtora. “Foi um período marcado pela transparência. Contratamos o melhor escritório de advocacia para cuidar disso e depois o contrato passou pelo Conselho Deliberativo. Respeitamos todas essas fases e eu acredito que nos próximos dias vamos definir essa situação.”

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014, Gigante para Sempre (Beira Rio)

Tags:, , , ,

18 respostas

  1. Ei, RS, existe alguém responsável por aqui?

    Curtir

  2. Até quando teremos de aguentar as declarações deste paspalho?

    Curtir

  3. O internacional está comprovando aquilo que reclamamos aqui sempre: Porto Alegre não é mais uma referência em competência e organização. Outras capitais, que não julgo terem favorecimento federal, como BH, estão muito mais adiantadas.

    Eu faço questão de respeitar os prazos, de surpreender as pessoas com a minha eficiência, de ser ágil entre outras coisas. Gostaria de ser representado pela minha cidade.

    Mas infelizmente Porto Alegre está representando outra cultura, que com bairrismo costumamos dizer existir apenas no resto do Brasil. Porto Alegre, virou uma cidade mediana brasileira, e isso não reflete o poder de decisão e realização que o povo dela tem.

    Nossos índices de qualidade de vida estão caindo ou estagnados, enquanto avançam no resto do país.

    Uma elite política incompetente tomou conta dessa cidade (e estado) e a única forma de podermos voltar a ter orgulho é retomarmos a nossa cidade politicamente. Precisamos educar o povo desta cidade a entender o que é valor, como por exemplo competência, estudo e trabalho árduo.

    Mudar os valores do povo –> mudar os resultados nas urnas –> mudar os políticos –> mudar Porto Alegre

    Eu curto, eu educo, eu mudo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: