Conheça os três projetos propostos para implementar o guard-rail da ciclovia na Ipiranga

Projetos de arquitetos serão avaliados por uma banca; vencedor será conhecido na segunda-feira

 

Veja na ZERO HORA a matéria completa, com diversas fotos e informações, clicando aqui.



Categorias:ciclovias

Tags:, ,

23 respostas

  1. Aposto uma cerveja que em poucos meses isso vai virar “estacionamento” para os cavalos das vilas que tem ali na região…

    Curtir

  2. Comentando um a um:

    Primeira opção – acho que o arquiteto não se deu conta que aquela ângulo do moirão tem que ser pro outro lado, pro Dilúvio no caso… se o ciclista se desequilibrar, pode bater a cabeça ali fácil! É só “espelhar” a estrutura que já funciona!

    Segunda opção – a proteção aquela do meio ficou tri boa! Tem a inclinação pro lado do Dilúvio, que é o erro da primeira, e ainda tem a opção de plantar alguma trepadeira que vai dar um visual bem bonito!

    Terceira opção – mesma linha da segunda opção mas com acréscimo de cor… parece ser resistente também porque pra resolverem roubar é um abraço (inependente da escolhida, as peças terão que ser concretadas pra evitar roubo).

    Entre todas, eu gosto mais da 2a e 3a opções… e pendo mais pra 3a pela intenção de por vegetação junto e porque me agradou mais o design. Ah, e pela prancha de apresentação, achei bem criativa 🙂

    Maaaaaaas, por questões $$$ da PMPA imagino que acabe sendo escolhida a 1a porque é de material simples e é rápida pra executar… e acho que vão chamar atenção pro moirão com o ângulo virado pra dentro da ciclovia.

    Curtir

  3. Qualquer um destes parece bom… claro, dependendo dos materiais. Ainda mais em obra publica, o render geralmente é melhro que a realidade. Em relação a árvores, até onde sei a prefeitura não planta nenhuma na beira do dilúvio, entre outras coisas para preservar a canalização.

    Curtir

    • Ah, esqueci de comentar das árvores…

      … fui numa semana acadêmica da FAU.UFRGS há um tempão atrás e teve uma palestra sobre o Dilúvio: na teoria, por causa das malditas torres de alta tensão, vegetação ali pode até no máximo 3m pra não interferir.

      Aquelas que tem lá é a população que plantou porque não tinha “nada” e achavam que tinha que ter.
      Só que aí a prefeitura resolveu que ia tirar quando elas já estavam enormes e a vizinhança se revoltou e não deixou.

      O ideal seriam só arbustos ou aquelas tipo a da freeway que são baixas… só que daonde que a prefeitura tem que dar ouvidos pra população se não pode ter árvore de grande porte lá?? Essas coisas que é brabo.

      Curtir

      • não lembra disso da rede alta tensão, mas realmente tem isos. Aliás, com a ciclovia ali estas árvores existentes não viram um risco mais grave?

        Curtir

        • Depois da foto que eu vi que eles contornaram a árvore com a ciclovia, como leiga no quesito bicicleta me pareceque vai ser perigoso sim.

          E a proteção que vão construir vai estreitar ainda mais esse trecho, ou seja…

          Curtir

      • Poda de árvores é uma técnica bastante conhecida e, se bem aplicada, permite moldar a árvore praticamente de qualquer modo. Pena que a prefeitura de Porto Alegre aparentemente não tem uma pessoa sequer que saiba fazer isso.

        Curtir

        • O que eles fazem aqui não é poda… é mutilação das árvores!

          Não sei porque não enterram a fiação na cidade! Vai limpar muito a paisagem e ainda por cima, coibir vândalos.

          Curtir

  4. O terceiro ganha fácil, fácil

    Curtir

  5. Também fico com o terceiro! Gostei muito desse!

    Curtir

  6. Gostei mais do terceiro!!

    Curtir

  7. Gostei dos três

    Curtir

  8. Gostei do segundo. Mas deveriam plantar umas arvores, duvido que alguém vai se aventurar a andar de bicicleta com um baita sol que anda fazendo.

    Curtir

  9. Comparando com o que a prefeitura inventou de fazer, todos esses tres são otimos.

    Curtir

  10. Curti mais o do meio..
    😀

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: