Inédito: primeiras imagens do Projeto de Revitalização da Orla

Fonte: Jornal Metro



Categorias:ORLA, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:

62 respostas

  1. por favor, alguem me diga q aquilo na primeira foto n é aquele bar nojento q “flutua”….. só isso mesmo q gostaria de saber, de resto era o esperado pelo baixo custo… achei bacana

    Curtir

    • Gente… é PROPOSTA de bar flutuante! Não tá mais que óbvio que aquele negócio caindo aos pedaços vai sumir dali?

      Me admira cogitarem a hipótese de ser o mesmo, sinceramente…

      … é muita “corneta”!

      Curtir

  2. Achei bonito, mas me chamou muito a atenção na primeira foto o fato de insistirem com aquele bar flutuante horrendo.

    Curtir

  3. Acho que caiu de madura essa revitalização da orla. Porto Alegre é uma cidade com mais de 70km de orla, das quais grande parte ociosa, e o que não é 100% ocioso, é muito mal aproveitado. É louvável qualquer intenção de “sair do zero”, mesmo em ano de eleição, mas mesmo assim, achei bem limitada essa proposta. Não precisa ser megalomaníaco de querer projetos europeus, asiáticos ou norte-americanos. Mas que se equiparasse a Buenos Aires, Montevideo ou Santiago, que tem ótimos espaços nas suas orlas. Talvez realmente seja pelo orçamento curto, mas porque então não deixar na mão da iniciativa privada? A Pepsi fez algum (parco) melhoramento com umas quadras e tal. A Coca-Cola também entrou como parceira no Mercado Público. E SE (e ponho em letras garrafais) isso sair do papel, já sabemos como vai ficar depois: abandonado. Exatamente igual a tudo em Porto Alegre que é feito pelo poder público. Pensam em fazer, mas não pensam em manter. A terceira perimetral que diga, atirada aos mendigos, com escadas rolantes quebradas, paradas imundas e depredadas, gradis arrebentados pelos acidentes de carro ao longo dos anos, só passam uma cal bagaceira a cada um ou dois anos no meio fio. Se a orla ficar na mão da prefeitura, pode ter certeza que será abandonada após. Acho q tanto a orla, quanto várias outras coisas deveriam passar pra iniciativa privada manter, com o poder público servindo de fiscalizador. Se a empresa privada fizer um trabalho ruim, tira de lá e troca por outra. Essa é só minha opinião, um morador de 27 anos, cansado de viver em uma cidade inerte, onde nada acontece, nunca.

    Curtir

    • Bah, falou tudo: fazem e não pensam em manter. Até por que é fazer, ou pegar algo arrebentado e arrumar, que dá voto.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: