USP fica entre as 20 melhores do mundo; UFRGS está entre as 100

UFRGS aparece pela primeira vez entre as 100 melhores - Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

A Universidade de São Paulo (USP) ficou entre as 20 melhores universidades do mundo no ranking divulgado no início deste ano pela Webometrics Ranking Web of World Universities, que avalia a visibilidade na internet das instituições de ensino superior. No último ranking, divulgado em julho de 2011, a instituição aparecia na 43ª colocação e hoje está em 20ª. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que chegou a 71ª colocação nesta publicação é a segunda instituição brasileira a aparecer entre as cem melhores.

Veja os rankings divulgados em 2011

A USP continua sendo a instituição brasileira mais bem colocada no ranking geral e lidera entre as melhores na América Latina.

Confira aqui o ranking mundial.

As universidades americanas lideram as primeiras 16 posições. Aliás, entre as 20 melhores do mundo há apenas uma brasileira e uma canadense (University of Toronto, que ocupa a 17ª posição). As três primeiras colocadas são a Harvard University, Massachusetts Institute of Technology (MIT) e Stanford University. Harvard e MIT inverteram as posições em relação ao último ranking. A mais bem colocada universidade da Europa é a Swiss Federal Institute of Technology, em 24ª posição.

UFRGS aparece pela primeira vez entre as 100 melhores

No ranking das universidades latino-americanas, a USP lidera em primeiro lugar, seguida da Universidad Nacional Autónoma de México e da UFRGS, que subiu 79 posições desde o último levantamento – de 150º para 71º lugar. Entre as 100 melhores da América Latina há 45 instituições do Brasil, sendo que no top 10 estão também a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, em 4º; a Universidade Federal de Santa Catarina, em 5º; Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 7º; Universidade de Brasília, em 8º; Universidade Estadual de Campinas, em 9º; e Universidade Federal do Paraná, em 10º.

Sobre o ranking

O Webometrics Ranking Web of World Universities é promovido pelo Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC, na sigla em espanhol) da Espanha. Estatísticas relacionadas ao número de visitantes em páginas da internet pertencentes a universidades são consideradas. Outro aspecto é o número de publicações em citações bibliográficas dentro do banco de dados Google Scholar, que tem boa cobertura dos repositórios institucionais das universidades em todo o mundo.

A ideia do ranking é motivar as instituições e pesquisadores a estarem presentes na web, divulgando com precisão suas atividades. Além disso, de acordo com a organização do ranking, se o desempenho da universidade na web estiver abaixo da posição esperada em função da excelência acadêmica, deveria haver um esforço maior por parte da universidade na divulgação das publicações no âmbito online. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.webometrics.info.

PORTAL TERRA



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

7 respostas

  1. Caros Amigos
    Cada Ranking tem a sua pontuação própria, por exemplo tem rankings que pontuam as Universidades por número de alunos estrangeiros algo que favorece em extremo as Universidades norte-americanas. Outro item é o número de patentes que são passadas para a indústria, neste item também favorecem países em que as indústrias são mais inovadoras. Ranking depende do interesse de quem os faz, todos por exemplo conhecem o Ranking da CBF no futebol brasileiro:
    Santos, Palmeiras, Vasco, Grêmio, Flamengo, Corinthians, Cruzeiro e Internacional.
    Por outro lado o Ranking das seleções da Fifa é o seguinte:
    Espanha, Alemanha, Holanda, Uruguai, Inglaterra, Portugal e Brasil
    Quanto a infraestrutura das Universidades gaúchas há uma pequena confusão entre o estado de conservação externa dos prédios e a infraestrutura propriamente (laboratórios, BIBLIOTECAS, etc), e isto é de difícil avaliação.

    Curtir

  2. Concordo com o comentário do João. Não adianta ter infraestrutura, (que acho necessário, é claro) e não produzir conhecimento compatível com ela. A UFRGS consegue além da sua capacidade estrutural. Ela tem corpo docente e discente muito fortes.

    Curtir

  3. Infraestrutura não é conhecimento, amigo. Com o pouco que tem, a UFRGS consegue estar sempre entre as melhores, pra vocês verem a capacidade dos professores e alunos que lá estão.

    Curtir

  4. Um adento:

    Este rank não mede “as melhores universidades”, mas sim, as com “maior visibilidade na WEB”.

    Agora… se uma coisa implica em outra, isto é assunto para longos debates!!

    Curtir

    • Não gosto de cantar “vitória antes do tempo” pois achar que já está bom o suficiente tira o incentivo para melhorar ainda mais. E cá entre nós… eu sou aluno da UFRGS e ainda acho que há MUUUUIIIITOOOO o que melhorar. Por exemplo em se tratando de infraestrutura a PUC -RS está anos luz na nossa frente.

      Curtir

  5. Ao contrario do que o título diz, a USP não esta entre as 20 melhores do mundo (nem a ufrgs entre as 100).

    Esse é só um ranking de exposição na web. Está longe de ser um ranking de “melhores”.

    Na ultima vez que eu vi um ranking de “melhores”, considerando vários critérios de ensino, pesquisa e recursos, nenhuma universidade brasileira estava nem mesmo entre as 200 primeiras.

    Num outro ranking, por exemplo, a USP esta na posição 169. (www.topuniversities.com)

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: