DEFINIDO: Bares da Cidade Baixa terão novo horário de funcionamento

A partir de agora, a abertura estará autorizada até a 1h de domingo a quinta-feira. JOÃO MATTOS/JC

Os bares e restaurantes da Cidade Baixa, tradicional bairro da vida noturna de Porto Alegre, terão novos horários de funcionamento a partir de março. A decisão foi do Grupo de Trabalho (GT), criado pela Prefeitura para solucionar os problemas do bairro.

O grupo definiu que a abertura estará autorizada até a 1h de domingo a quinta-feira, com tolerância de 30 minutos. Atualmente a lei permite o funcionamento até a meia-noite. A ocupação de espaços externos com mesas e cadeiras será permitida somente até a meia-noite.

Às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado, o funcionamento será permitido até as 2h, com o mesmo tempo de tolerância de 30 minutos, incluindo a ocupação de espaços externos.

No próximo dia 29 de fevereiro, o GT reúne-se mais uma vez, para definir pontos como isolamento acústico, Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) e áreas de interesse turístico. Após a reunião, o projeto final será encaminhado para avaliação do prefeito José Fortunati. De acordo com o titular da Smic, Valter Nagelstein, o objetivo da Smic é publicar o novo decreto em meados de março.

Jornal do Comércio



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

3 respostas

  1. Já me incomodei muito com bar que pertubaba meu sossego, com os frequentadores sem educação alguma, que acham podem passar a noite gritando, urinando ,etc em frente as residências.Não sou contra os bares, mas, é preciso estabelecer regras, questões do isolamento acústico e térmico.Proprietários,cumpram as normas legais e as técnicas, providenciem isto, e não terá problema o funcionamento de vosso empreendimento.Agora, proprietário, que não cumpre o horário, que é sabedor da lei, e ainda assim insiste em infrigi-lá, não leve a mal, voce não tem moral pra argumentar.Fora da lei, algum crime é cometido, e este prejudicando a saúde fisica, psiquica e social dos moradores.Essa é uma causa que abrange diversas faixas etárias, e tenho visto o desrespeito a pessoas idosas, a quem costumam esses “educados frequentadores”intitular tais como “velhos ranzinzas”.Acaso esquecem que um dia ficaram velhos, isto se sobreviverem até lá. Eu não dou trégua para bar que esta em desacordo com a lei e as normas, também seria válido , após esses frequentadores sairem de sua boemia e irem pra suas casas dormirem, eu proporcionar a eles barulho.Com certeza iriam se incomodar dizendo que estaria eu a prejudicar seu descanso, contudo, esqueceram que na madrugada prejudicaram o meu.Não se preocupem eu não farei tal coisa, pois, seria pior do que esses se me repetisse tal atitude que condeno.Então sentem a mesa e forma ordeira, discutam as partes interessadas procuram a harmonia, pois ela é possivel.

    Curtir

  2. Todos querem em porto Alegre, uma cidade moderna, com movimentação turistica, etc, uma das coisas que faz uma cidade crescer é ter vida noturna, não posso afirmar mas as pessoas que querem uma cidade prospera, muitas delas são as que querem os bares fechados cedo, outra coisa é que tem trabalhadores e investidores em todas as areas inclusive na vida noturna, se não deixam estas pessoas trabalharem elas se mudam para outras cidades, dai sai a mão de obra e o capital para outras cidades, muitas destas pessoas reclamam que seus filhos e netos não tem emprego, mas como terão se eles lutam para fechar os empregos. Esta é uma opinião pessoal e não tem o objetivo de ofender ninguem por mais que possa parecer, obrigado pelo endendimento.

    Curtir

  3. WTF é esta “meia hora de tolerância”?? Pq não fazem até a meia noite e a 1h e ponto final?? Isto é bem coisa de país que não dá para ser levado a sério…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: