Governo gaúcho quer atrair empresas do Vale do Silício

Adão Villaverde se reuniu com empresas do Vale do Silício | Foto: Divulgação/Gabinete

As empresas de alta tecnologia do Vale do Silício, na costa oeste dos Estados Unidos, voltam seus olhos ao Rio Grande do Sul. Uma comitiva de empreendedores da região deve desembarcar no estado nos próximos meses para verificar os potenciais de investimento e articulação com empresas do ramo tecnológico já instaladas em solo gaúcho.

O deputado estadual Adão Villaverde (PT), ex-presidente da Assembleia Legislativa, esteve por nove dias na região durante suas férias e aproveitou para contatar algumas empresas locais. O parlamentar visitou o parque tecnológico da Universidade de Stanford, em São Francisco, e se reuniu com diretores e engenheiros da HP, da Cisco e da SST Security.

O deputado informa que as empresas estão interessadas no potencial tecnológico do Estado, em virtude de parques como os da PUCRS, Ufrgs e Unisinos, além do Centro Nacional de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec).“Eles querem nos visitar, têm total interesse em vir para cá”, garante.

O petista, em nome do governador Tarso Genro (PT), já fez uma articulação inicial com os dirigentes dessas empresas, que já possuem contatos com entidades privadas do Estado. “Eu disse que o governador tem interesse em recebê-los. Abrimos as portas”, conta.

As empresas devem visitar o Rio Grande do Sul nos próximos meses, provavelmente em março ou em abril, e detalhar produtos e tecnologias voltados para a área da segurança pública. “Isso já está pré-articulado. Eles têm uma leitura muito boa da experiência adotada em Canoas”, compara Villaverde.

O deputado, que é pré-candidato do PT à prefeitura de Porto Alegre, acredita que é preciso potencializar a produção de alta tecnologia na Capital. “Precisamos continuar fazendo com que a cidade seja um grande centro de desenvolvimento, pesquisa e atração de empresas, criando empreendimentos que compreendam nosso alto potencial de qualificação científica e tecnológica. Estamos repatriando um conjunto de pesquisadores que tínhamos perdidos para o exterior e hoje voltam para potencializar a região”, defende.

SUL 21



Categorias:Ciência e Tecnologia, Economia Estadual

Tags:, ,

6 respostas

  1. Brasil, com alta carga de tributos, e alta carga trabalhista não vejo cenário competitivo. Somos a sexta economia do mundo,mas a de número 60 em competitividade/produtividade.

    Curtir

  2. Muito bom se isso se concretizar, mas em ano de eleição e envolvendo candidato diretamente interessado, está mais parecendo interesse eleitoreiro,

    Curtir

  3. Estes investimentos possíveis são tão importantes para o nosso estado. Precisaríamos também desenvolver uma grande política educacional para poder gerar mao de obra qualificada para atender as necessidade de empresas de alta tecnologia. Este é o nosso diferencial e poderia ser melhorado.

    Curtir

  4. Já tem uma baita oferta desse ramo no RS, fico feliz de ver cada vez aumentando mais. 🙂

    Curtir

  5. Agora sim não fico mais desempregado nunca kkk

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: