Falta educação aos motoristas e ciclistas

Alerta foi feito em painel no 1º Fórum Mundial da Bicicleta, na Capital

Passeio pelo Centro Histórico marcou as atividades do primeiro dia do encontro que reuniu 200 participantes Crédito: TARSILA PEREIRA

Tanto motoristas quanto ciclistas são mal-educados no trânsito. A avaliação foi feita, ontem, pelo juiz Daniel Luersen, da Vara Federal de Execuções Fiscais e Previdência de Canoas, que participou de um painel realizado no 1 Forum Mundial da Bicicleta, evento que começou ontem e vai até domingo na capital gaúcha.

Falando para uma plateia constituída por ciclistas, a exemplo dele próprio, que tem no ciclismo uma das suas paixões, o magistrado explicou que para ambas as partes existem punições em caso de desrespeito. “Por isso abordei algumas questões relativas à educação e ao direito no trânsito, mas principalmente sobre o que a bicicleta, o ciclismo e o esporte representam na formação das pessoas, fazendo um elo de como esses fatos podem contribuir para nossa produtividade”, disse. O juiz enfatizou, entretanto, que um e outro são imprudentes, mas não se pode esquecer que o ciclista está menos protegido. Tanto que o 1 Fórum Mundial da Bicicleta foi marcado em Porto Alegre neste período, como uma simbologia ao acontecido no ano passado, quando um grupo de ciclistas foi atropelado na Cidade Baixa.

Para o organizador do evento, Marcelo Sgarbossa, o volume de pessoas presentes no primeiro dia superou as expectativas, principalmente, por ser um período de Carnaval. “Ficamos satisfeitos com a boa presença de público, já que hoje é um dia em que muitas pessoas retornam ao trabalho, depois dos eventos de carnaval”, declarou. Cerca de 200 pessoas participaram. Sgarbossa explicou também que a função principal do evento é alertar a população sobre o uso da bicicleta como meio de transporte saudável e sustentável. “O nosso objetivo é incentivar que outras pessoas usem a bicicleta, mas, para isso, Porto Alegre precisa estar preparada, mas não está. Temos apenas 7 quilômetros de ciclovia na cidade destinadas ao lazer.”

Correio do Povo



Categorias:Bicicleta, Eventos

Tags:

9 respostas

  1. Eu até não teria medo de pedalar no meu bairro e em alguns bairros próximos, mas tem ladeira demais e eu não estou tão bem condicionado para isso…

    Curtir

  2. Educação é a cura para o Brasil.

    Curtir

  3. Infelizmente é a pura verdade! Todos são iguais! Aqui em Floripa, mesmo com as ciclovias os ciclistas não as utilizam.Não respeitam faixas de segurança, pedestres nos semáfaros,
    ultrapassam nos sinais vermelhos, os veículos pela direita quase “raspando” e costurando igual aos motociclistas.Como não são cadastrados por não serem veículos automotores, não tem placas, não são multados, não tem suas bicicletas apreendidas, e fazem o que bem entendem sem serem punidos. Ao contrários dos motoristas e motociclistas que também aprontam, mas as vezes são pegos e aí pagam pelas infrações cometidas.Não adianta campanha de concientização, o brasileiro é indisciplinado e agressivo no trânsito, embora Florianópolis seja a cidade em que os veículos mais respeitem as faixas de pedestres, pesquisa constatada e noticiada pela mídia televisiva em âmbito nacional, aqui ao menos o pedestre na faixa de segurança tem vez!

    Curtir

  4. Organização, sinalização, fiscalização, demarcação… são medidas que melhoram muito esse problema.

    Curtir

  5. Eu subo na calçada quando ando de bicicleta em algumas vias, é temerário estar no meio dos veículos “normais”. Comprei uma bike a 2 semanas e estou retomando este antigo hábito, mas dá muito medo.

    Curtir

    • Também abdo nas calçadas sempre que possível quando ando de bici em Porto Alegre e continuarei a fazer isso até que existam ciclovias pelos locais da cidade que trânsito. Enfrentar os automóveis andando em vias apertados ou de alta velocidade, como alguns propõe, é LOUCURA.

      Curtir

    • Pois é, em vias de alta velocidade qualquer acidente pode ser fatal, eu acho loucura também.

      Curtir

      • Na real, para morrer basta estar vivo…

        Meu pai tinha 2 colegas que costumavam usar bicicleta, daí numa noite eles sofreram um acidente quando um deles estava voltando e o outro indo para o trabalho, daí acabaram colidindo as bicicletas devido à pouca iluminação na ciclovia (é, não foi em Porto Alegre) e falta de lanternas nas magrelas. Um morreu e o outro só quebrou um dente…

        Curtir

  6. Palmas pro Juiz…

    DIsse o que eu sempre digo… 😀

    Ta no transito, tem que respeitar as leis, tando os motoristas como os ciclistas…

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: