Obra do Beira-Rio: analistas afirmam que Banrisul tem razão

Governador Tarso Genro diz que construtora não pode assumir um risco e depois passá-lo para o banco

Especialista recomenda contrato direto com o BNDES

Conselheiro classifica contrato de misterioso

Clique aqui e leia na ZERO HORA  a matéria completa.



Categorias:COPA 2014

Tags:

23 respostas

  1. Endosso as palavras do João, mas com a camiseta do Inter? O mais certo seria sair com a camiseta da seleção gaúcha, aí não haveria clubismo, e com as bandeiras dos tropeiros das cavalgadas do litoral, de carro, a cavalo, de caminhão, ônibus, trator que é o símbolo do trabalho do campo que mandamos verba pros cofres da união, e do Grêmio a pé como canta o hino, o único clube que não garante que uma empresa virá, um Banco financiará, etc.as obras de seu futuro estádio estão aí pra FIFA ver, só os políticos colorados não querem admtir por clubismo egoísta que estão demonstrando, inclusive o Governador que
    estava em cima do muro agora já admite que a Copa não possa ser no Beira-Rio, pôxa o próprio governador não adequou-se ao novo Título que a UFRG e uma Universidade norte-americana definiram que é um grande lado? Afinal, pelo que estou lendo os colorados não queriam a Copa, enrrolaram, a AG não garante mais nada, o problema do SC Internacional agora seria como abaixo reza na íntegra.

    Financiamento é novo obstáculo para o Beira-Rio. by Gilberto Simon.

    Um novo obstáculo surgiu na reforma do estádio Beira-Rio, palco dos jogos da Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre. Segundo o Banrisul, a construtora Andrade Gutierrez (AG), responsável por conduzir as obras, não apresentou garantias sólidas para obter a quantia requerida. A empreiteira havia procurado o banco com o intuito de conseguir um financiamento pela linha ProCopa Arenas, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes).

    No último final de semana, a AG divulgou nota dizendo que aguardava apenas a resposta da instituição financeira para assinar o contrato com o Internacional e apresentar o cronograma de trabalho, retomando em seguida a reformulação do estádio colorado. Há quase oito meses, o barulho das máquinas não é ouvido no local. A empreiteira ainda afirmou que a garantia da parcela que cabe a ela no processo (20%) foi apresentada e aprovada. Além disso, a Andrade Gutierrez disse que o plano de garantias referente ao conjunto de investidores na Sociedade de Propósito Específico também foi apresentando ao Banrisul.

    Diante do comunicado da construtora, o presidente do Banrisul, Túlio Zamin, disse que não existe restrição à empresa, mas que a proposta não poderia ser aceita sem a liquidez necessária. Zamin lembrou que, há aproximadamente um mês, o banco rechaçou o pedido de empréstimo nos termos apresentados na ocasião. O governador do Estado, Tarso Genro, também rebateu o comunicado da construtora, dizendo que é injusto o Banrisul assumir os riscos da empresa. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, se mostrou preocupado com a nota da Andrade Gutierrez e constatou que não é a pressão que resultará no atendimento da solicitação. De acordo com o prefeito, os prazos começam a passar sem uma definição, colocando em xeque a realização da Copa do Mundo. Nesse sentido, ele destaca que é necessária uma definição nos próximos dias.

    Jornal do Comércio/ Gilberto Simon | 27/02/2012 at 8:01 | Tags: copa 2014, reforma beira-rio, reforma estádio beira-rio | Categorias: copa 2014 | URL: http://wp.me/pl9z0-8aK

    Se querem um estádio e não admitem a Arena, deixem que o Grêmio, agiliza e faz uma reforma, já no Olímpico que é um campo coberto, sedia a Copa e acaba com esta lenga-lenga, o Beira-Lago nem pra treinos! Claro que o que estou falando é apenas é ilusório, mas se tivessem escolhido o mesmo, as obras estariam bem adiantada e não teria a Arena, que no fundo muitos gremistas já estão sentindo saudades do velho e querido Olímpico Monumental!

    Isto não tenho dúvidas, mas quem sabe deixam ele de pé até a Copa pra treinamentos, depois deste micásso, os colorados nem merecem nem ser campo de treinamentos, e o Grêmio seria o único clube do mundo com dois grandes estádios, que luxo heim?

    Isto seria um tapa de luva na cara de todos os colorados, desde os diretores aos políticos que embromaram até chegarem a este ponto com este embrogio!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: