Reunião deve esclarecer situação das obras do Inter

Após nota da AG, deputado marca reunião para esclarecer reforma no Beira-Rio

Em meio à imbróglio, prefeitura encaminha obras do entorno da Arena do Grêmio

Nota da Andrade Gutierrez gerou pressão sobre o Inter Crédito: Pedro Revillion / CP Memória

O Inter deve receber nesta semana um ultimato quanto uma posição sobre a assinatura do contrato com a Andrade Gutierrez (AG). A nota oficial publicada pela construtora no último sábado provocou mal estar nos envolvidos com a realização da Copa do Mundo no Estado e gerou uma crise que chegou ao conhecimento da Fifa. Enquanto isso, a Secretaria de Gestão da Capital teve uma reunião durante a tarde desta segunda-feira acerca das obras do entorno da Arena do Grêmio, que já estaria sendo cotada como plano B para o Mundial no Estado.

Nesta segunda-feira, o deputado federal Paulo Pimenta (PT) marcou uma reunião com os envolvidos com a realização da Copa em Porto Alegre para a próxima segunda, no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Representantes de Inter, AG, Comitê Gestor da Copa no Rio Grande do Sul e a bancada gaúcha no Congresso Nacional serão convidados nas próximas horas.

Obras no Beira-Rio são interesse público, diz deputado

Conforme Pimenta, a nota divulgada pela AG motivou o encontro. No comunicado, publicado em jornais de grande circulação, a construtora culpa o Banrisul pelo atraso na retomada da reforma do estádio do Inter, devido à negativa do banco em liberar os recursos encaminhados pelo BNDES para obras da Copa de 2014.

Também por nota, o Banrisul respondeu alegando que a AG não apresentou uma proposta “suficientemente estruturada” para a aprovação. Já o Piratini saiu em defesa do banco: “Não é justo nem adequado que o Banrisul assuma os riscos da empresa”, afirmou o governador Tarso Genro.

Todo o imbróglio pesa contra o Inter, já que as obras estão paradas há cerca de 250 dias. “O cronograma da obra deixou de ser um assunto privado do Inter da Andrade Gutierrez”, afirmou Pimenta. “Isso é uma condição para Porto Alegre receber receba a Copa, é interesse público”, completou ele.

Prefeitura encaminha obras no entorno da Arena

Nesta segunda-feira, integrantes da Secretaria de Gestão de Porto Alegre participaram de uma reunião para tratar de obras do entorno da Arena do Grêmio. Executivos da OAS, empresa que constroi o futuro estádio do Grêmio, teriam participado do encontro. O resultado prático dessa reunião será divulgado à noite.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014

Tags:,

1 resposta

  1. o interesse público é a vinda da copa, não a obra do beira-rio!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: