Empresariado está preocupado com lentidão nas obras da Copa

Secretário de Gestão está em Brasília para buscar recursos para Porto Alegre

Empresários manifestaram preocupação com reforma do Beira-Rio Crédito: Ivo Gonçalves / PMPA / CP

Representantes de diversas entidades ligadas ao turismo e à economia de Porto Alegre manifestaram preocupação quanto às tratativas para a retomada da reforma do estádio Beira-Rio, que receberia os jogos da Copa do Mundo em 2014. Após o impasse no financiamento entre Banrisul e construtora Andrade Gutierrez (AG), os empresários solicitaram agenda com o prefeito José Fortunati nessa terça-feira a fim de auxiliar a Prefeitura na agilização dos projetos que visam à melhoria da mobilidade urbana na Capital.

O presidente da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul), José Paulo Cairoli, reiterou a preocupação com o assunto. “Não queremos, no futuro, olhar para trás e ver que não fizemos nada para reverter um quadro ruim para nossa cidade e nosso Estado”, afirmou o empresário.

Fortunati agradeceu a manifestação dos empresários, destacando a importância do empenho de todas as entidades para a realização da Copa na cidade. “Fico feliz em recebê-los, o mundial será a oportunidade de atrair investimentos com os quais sonhamos há muito tempo. Por isso, ter o apoio dos empresários e cidadãos de Porto Alegre é fundamental para o sucesso do evento”, enfatizou o prefeito.

Secretário vai a Brasília para buscar recursos do entorno da Arena do Grêmio

O secretário de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Urbano Schmitt, está em Brasília nesta quarta-feira em busca de recursos para o entorno da futura Arena do Grêmio, no bairro Humaitá, zona Norte de Porto Alegre. Entre as duas reuniões previstas, a primeira na bancada gaúcha tratará da liberação de Emenda Parlamentar de R$ 30,5 milhões referente à revitalização do bairro e região.

O outro encontro será com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), com objetivo de conseguir recursos necessários para diminuir o impacto da BR 448 (Rodovia do Parque) na entrada da cidade e também sobre a nova Ponte Guaíba e seus reflexos na mobilidade urbana.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014

Tags:,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: