BEIRA-RIO: FIM DO IMPASSE (atualizado)

Beira-Rio: agora vai

A obra de reforma do Beira-Rio para a Copa do Mundo finalmente vai sair do papel. A Andrade Gutierrez conseguiu negociar as garantias financeiras com o Banrisul e poderá assinar contrato com o Internacional para formar uma Sociedade de Propósitos Específicos (SPE).

O imbróglio virou um estresse crescente entre o Col e o governo de Tarso Genro. Foi necessário para resolvê-lo até a interferência de Dilma Rousseff.

Por Lauro Jardim – Radar On-line

REVISTA VEJA

sexta-feira, 2 de março de 2012  12:42

________________________

MAIS INFORMAÇÕES – CORREIO DO POVO

AG assegura reforma do Beira-Rio e garantias ao Banrisul, diz Tarso

Governador disse ter recebido hoje telefonema do sócio da Andrade Gutierrez

O governo do Estado divulgou um vídeo, gravado na manhã desta sexta-feira, onde o governador Tarso Genro conta que havia recebido, há poucos minutos, uma ligação do sócio da Andrade Gutierrez (AG), Sérgio Andrade, que garantiu que o Beira-Rio ficará pronto no momento necessário para que a Copa de 2014 seja realizada em Porto Alegre. Para isso, o executivo afirmou que a empreiteira apresentará as garantias formais ao Banrisul, para que o banco continue integrando o projeto de reforma do estádio colorado.

Tarso afirmou que o próximo passo deve ser uma reunião entre a direção da AG e do Banrisul, e contou que, inclusive, já orientou o presidente Tulio Zamin. Para finalizar, o governador disse que várias possibilidades estão se encaminhando e que todos irão trabalhar juntos para que ocorra um final positivo, com a Copa no Rio Grande do Sul e no Beira-Rio.

Nessa quinta, Tarso já havia dado um ultimato de 15 dias para a construtora assinar o contrato de reforma. Fontes do Palácio Piratini confirmam que o governador determinou que o Banrisul esteja pronto para negociar com os executivos da Andrade Gutierrez a qualquer momento, mesmo durante os finais de semana. “Queremos que este episódio chegue logo ao seu final”, afirmou o secretário estadual do Esporte, Kalil Sehbe.

No Beira-Rio, o clima de otimismo prossegue, apesar de todos os percalços.

VEJA O VÍDEO:



Categorias:COPA 2014

Tags:,

20 respostas

  1. Será mesmo? Tenho minhas dúvidas! Só porque a Dilma é colorada pode decidir um assunto que não diz respeito à esfera federal? Será um blefe dos mineiros? De uma hora pra outra a AG conseguir na base a intimidação extorquir dinheiro dos gaúchos? Será mesmo? Pra mim. continua contuso, muito estranho! Jogo de cena, pressionar um Banco Estadual, com capital misto! Afronta aos gaúchos, Garantias? Não tinham nenhuma até agora, e de repente do nada conseguem num passe de mágica? Tem coisa! Por quê ela não foi ao BMG? Esta história ainda está muito mal contada, e não é porque a revista Veja publica uma matéria que passa a ser verdade. O Banco Banrisul já divulgou uma nota que a AG procurasse outra instituição financeira e agora diz esta revista sem nenhum aval que tudo resolveu-se, voltar atrás ficará muito feio pro governador, analistas, pro Banrisul! Os acionistas Será que aprovarão? Chato, depois de tudo que falaram virou circo! De que fonte saiu esta matéria? Quem deu aval à esta matéria? Banrisul? Querem fazer na marra! Estranho dona Dilma, como a Sra. é cara de pau! Intrometer-se num assunto que não lhe diz respeito, é assunto da área privada! Porque é o seu colorado? Clubismo escancarado! Vergonhasa atitude! Mas como aqui no Brasil, como e tudo é no grito, vamos ver no que dará! O Lula deu um estádio de graça pro Corinthians, ninguém pode duvidar que ela dê do dinheiro do povo brasileiro para a reforma de graça pro S.C. Internacional! Vergonha! Se fosse colorado, em vez de jogar foguetes estaria envergonhado, pois meteram o pau no Timão, e agora o S. C. Internacional poderá receber os mesmos benefícios, pois todos sabem que vão meter a mão neste dinheiro sem fiscalização nenhuma, corrupção na certa! Onde estaria a coerência? Que vergonha!

    Curtir

  2. Nada ainda está resolvido, pois pode ser um novo blefe da construtora. Agora, é impressionante que só após a pressão da presidente é que a AG resolveu dar as garantias necessárias. Estas construtoras têm muitos benefícios do governo, por isso a AG resolveu recuar e ceder às pressões. É brincadeira com os gaúchos. Mas saudemos que a Copa será em POA e no estádio COLORADO.

    Curtir

  3. Não eram as empreiteiras grandes financiadoras de campanhas políticas no Brasil??

    Curtir

  4. a garantia é o kagaço q a AG ficou de ser mal vista pelos governos e pelo povo q ve na empresa uma irresponsável

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: