Inter e AG chegam a acordo e assinarão contrato na segunda – CAPÍTULO FINAL ?

Luigi anuncia fim da novela e garante que projeto de remodelação do Beira-Rio não sofreu alteração

Luigi anunciou assinatura com a AG para segunda-feira Crédito: Fabiano do Amaral

O presidente do Inter, Giovanni Luigi, finalmente confirmou a data de assinatura do contrato de reforma do estádio Beira-Rio com a construtora Andrade Gutierrez. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira, após uma reunião entre ele e a Comissão de Obras, que durou cerca de quatro horas. Apesar da demora para o acerto, o dirigente garantiu: “Eu protegi o clube da melhor forma possível”.

“Depois de inúmeros contratempos e reuniões, nós chegamos a um bom termo com a construtora Andrade Gutierrez e segunda-feira às 11h será a assinatura do contrato no salão nobre do Conselho Deliberativo”, afirmou ele, pouco após as 21h. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, e o governador do Estado, Tarso Genro, inclusive, já foram comunicados do final feliz da novela.

De acordo com o dirigente, a cláusula que permitia à AG desistir da reforma em 120 dias foi retirada do contrato, e o projeto da remodelação do Beira-Rio não sofreu nenhuma outra alteração. “As demais cláusulas do contrato ficam mantidas como foram aprovadas pelos Conselhos Deliberativo e Fiscal.”

Em função da reforma, o estádio do Inter precisará ser fechado no final de 2013, para o replantio do gramado. “Terá de retirar a grama atual e colocar a grama no padrão da Fifa”, informou Luigi, que não especificou por quanto tempo o Inter não poderá contar com sua casa nem onde jogará neste período.

Assinatura tinha que ser convicção das duas partes, conforme Luigi

“Em nenhum momento tentei convencer a construtora de assinar. Tinha que ser uma convicção deles”, afirmou Luigi, que em alguns momentos da entrevista coletiva chegou a falar sobre o evento de segunda-feira no condicional: “Se o contrato for assinado”.

Mesmo com a grande celeuma que envolveu o caso – que levou quase um ano para ser encerrado –, ele negou que tenha se desentendido com integrantes da AG em algum momento. “Nunca teve uma relação ruim com a Andrade Gutierrez. Sempre foi de altíssimo nível. Teve uma demora, porque ela procurava parceiros e o Inter entendia que elas deveriam assumir os riscos.”

“Estava pronto para não assinar”

Apesar disso, a parceria de 20 anos que começará segunda-feira correu sérios riscos de não acontecer. “Eu já estava nos últimos dias pronto para não assinar esse contrato. Eu até entendia que isso não aconteceria mais. Nós já estávamos trabalhando com outras possibilidades muito fortes, no momento que a gente encontrou a possibilidade de assinar com a construtora”, revelou Luigi, que pela manhã havia ventilado a possibilidade.

Para tentar melhorar a imagem da construtora, bastante desgastada com a torcida colorada, a AG fará uma série de ações, de acordo com o presidente Giovanni Luigi. “Eles farão atividades fora do contrato visando agradar e conseguir a simpatia de todos os colorados”, adiantou o dirigente. “Eles precisarão convencer a torcida colorada para mostrar para todos que querem ter a melhor relação possível com o Inter e a sua torcida.”

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014, Reforma do Estádio Beira-Rio

Tags:, ,

7 respostas

  1. É triste saber que dinheiro publico vai financiar a obra de um estadio… enquanto isso tem gente morrendo em porta de hospital e criança sem classe pra sentar em escola.

    Curtir

  2. Vai ser na segunda… só falta descobrir de qual mês e qual ano kkk.

    Curtir

  3. Parabéns colorados!

    Se fosse no Beira-Lago, já falei antes por mim tudo bem, mas gozaram dos gremistas que partilhariam o Estádio da Arena tricolor por 20 anos, que racharão os lucros etc.,.

    Depois de quase um ano embromando, venderam a alma ao diabo!

    Como Fausto disse; ” fiz um pacto com o demômio”..

    Ceder o seu estádio por 20 anos à AG que terá lucro sobre quase todo Beira-Lago, em todos eventos, shows, jogos, etc.

    Existem cláusulas que não foram levadas à público, e uma coisa muito estranha, de um passe de mágica, arranjaram dinheiro pra reforma, sem falar nas garantias!

    Esta histótia eu já sabia, dinheiro público numa obra privada! Dona Dilma agindo na surdina?

    Meus pêsames, por 450 minutos de futebol de seleções que ainda nem sabem, cairam no golpe dos malandros, compartlharão seu estádio com a empresa mais suspeita do país!

    Mas tem gente que levará a sua “parte”, uma comissãozinha daqui, outra dali, por fora é claro, afinal, estamos no Brasil, país das falcatruas e esta empresa é especializada!

    Mas será lindo ver o põr do sol do Guaiba de fundo, se for mesmo no Beira-Lago, isto será sem dúvida!

    Mas só uma coisa, só acredito depois de estar pronto o remendão, pois eles farão uma meia sola num estádio de 40 anos, mais vinte, em 2034 como estará o estádio?

    Curtir

  4. É verdade Bianca, só ele mesmo entre os dirigentes colorados para fazer este negócio importantissimo para o nosso Inter. Sempre manteve a calma necessária. Quanta pressao ele nao deve ter sofrido. Mas parece que agora um novo estádio, moderno e bonito irá surgir para a alegria do estado, pois a copa será aqui.

    Curtir

  5. Admiro o Luigi e como ele consegue manter a sanidade nessa turbulência. Eu já estaria na Pinel há horas… e provavelmente ter feito uma visitinha no Cardiologia antes!

    Curtir

  6. Po que chato esse papo ja ouvi

    Curtir

  7. Só acredito vendo… já é o milésimo prazo …

    Gostei do comentário de um jornalista da RBS: “Se o namoro foi ruim e o noivado péssimo, como será o casamento?”

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: