Instalação de Ecobarreira no Dilúvio foi um sucesso – ECOBARREIRA JÁ!

Ecobarreira foi instalada no Dilúvio - Foto: Gilberto Simon

Organizado por diversas entidades diferentes, principalmente via Facebook, aconteceu no final da tarde desta quinta-feira, em frente à PUCRS, a instalação de uma ecobarreira no Arroio Dilúvio, em Porto Alegre.

A proposta é que a prefeitura veja que é possível conter o materiais, como garrafas de plástico, que poluem o arroio — diz Gustavo Bencke Geyer, um dos organizadores do evento.

Estas ecobarreiras são semelhantes às usadas para conter derramamento de óleo no mar, mas feitas de material reciclado — descreve Gustavo.

Dezenas de pessoas compareceram ao evento, culminando com um grande abraço ao Dilúvio.

Esta iniciativa  visa conscientizar a população da cidade da necessidade de se evitar a colocação de lixo no arroio. Este lixo vai direto ao Guaíba. Estas ecobarreiras já são utilizadas em muitos lugares, inclusive no Brasil.

Veja as imagens:

Foto: Lucas Saporiti

Ecobarreira já "barrando" lixo...

Dezenas de pessoas compareceram

No início da noite, uma garrafa pet com sinalização luminosa, para mostrar que a barreira funciona !

Para encerrar o ato simbólico, foi realizado um abraço ao Arroio Dilúvio.

Por que não termos um Arroio Dilúvio nos moldes do arroio Cheonggyecheon, na Coreia do Sul?

Ele fica bem no centro da capital Seul, que tem cerca de 22 milhões de habitantes. Era coberto até uns anos atrás por uma elevada de 4 pistas, totalmente soterrado. Em 2003 iniciu-se uma obra para sua revitalização, inaugurando em setembro de 2005.

Aqui está ele:

Arroio Cheonggyecheon, Seul, Coreia do Sul após a revitalização

Arroio Cheonggyecheon, Seul, Coreia do Sul após a revitalização



Categorias:Despoluição do Guaíba, Eventos, Meio Ambiente, Revitalização do Arroio Dilúvio

Tags:, , , ,

29 respostas

  1. Não seria tão difícil fazer em Viamão umas “lagoas de estabilização biológica” como as que tem em Pelotas, reduzindo o lançamento de esgoto não-tratado no Dilúvio. Outra providência que pode ser tomada é a instalação de fossas sépticas, que poderiam ser financiadas ao menos parcialmente por multas pelas ligações de esgoto clandestinas.

    Curtir

  2. Quem não viu este documentário eu recomendo, http://www.youtube.com/watch?v=29jJkXantBM eles deixaram um pedaço do viaduto que foi destruído para lembrar da besteira que fizeram no passado. Juliana te adicionei no facebook me procure lá sou o Espiral Positiva

    Curtir

  3. Este maravilhoso Arroio Cheonggyecheon em Seul, havia sido fechado(tapado), mas as autoridades resolveram reabrí-lo e revitalizá-lo. Não foi fácil e demorou. Há alguns anos faço solicitações à Prefeitura de Porto Alege para limpeza do Dilúvio. Certa ocasião a Prefeitura fez uma experiência e colocou moradores de rua para cuidarem do Dilúvio, não deu certo. O Dilúvio fica cheio de terra e areia que desce eu acho que de Viamão ou dos bairros em seu entorno, principalmente ali na volta do Zaffari formam-se muitos bancos. Achei sensacional a eco barreira, eu sempre pensei que uma rede deveria ser colocada de margem a margem para segura o lixaredo. Sou uma pessoa só e gostaria de participar deste eventos. Não fiquei sabendo do dia em que colocaram a ecobarreira gostaria de ter participado. Dou meus parabens a este pessoal. Estou começando a ter esperanças novamente.

    Curtir

  4. O projeto de revitalização do arroio na Coréia é bonito, mas visto que nós temos o Guaíba e do jeito que anda o trânsito, talvez seria mais útil a elevada c/4 pistas? Eu sempre lamentei pelo espaço que não é utilizável. Se fosse pelo menos navegável daria p/colocar uns barquinhos como nos canais em Amsterdã. Nas margens, pista p/ciclistas e/ou caminhada…

    Curtir

  5. Ótima iniciativa. Dou a sugestão de na próxima reunião de vocês, irem às nascentes do arroio e seus afluentes, para verificar a condição e implementar, se possível, ecobarreiras como essa.

    Curtir

  6. Excelente iniciativa dessa gurizada. Falta a Prefeitura criar vergonha na cara e dar seguimento, mas como é algo muito simples e barato de fazer, não deve resultar em grandes jabás, então acaba não sendo feito… bah.

    Curtir

  7. Um dia, quando todos os outros grandes problemas brasileiros forem resolvidos (educação, saúde, segurança pública, previdência…), talvez tenhamos tempo e dinheiro para salvar nossos rios, principalmente os que passam por áreas urbanas, e torná-los aprazíveis como arroio Cheonggyecheon da Coreia.

    Curtir

    • http://www.youtube.com/watch?v=ZHkSmkh4MgA É o que eu penso. Observe o número de farmácias que existem em Porto Alegre, o número de hospitais. Água é saúde, tem ruas em Viamão que o esgoto corre a céu aberto.

      Curtir

    • Não falta tempo nem dinheiro no Brasil pra acertar os problemas ambientais e de saneamento – falta ROUBAREM MENOS e criarem VERGONHA NA CARA. Esse papinho de que não se faz por falta de “tempo” ou “dinheiro” não resiste a uma checada nos bilhões que nos são extorquidos em impostos e roubados em corrupção, superfaturamento e empreguinhos de CCs no des-governo.

      Curtir

  8. Bela iniciativa desse pessoal, Gilberto. É educativa, chama a atenção para o problema, e coloca um desafio para aqueles que devem resolver o problema. Sei que existem questões técnicas e financeiras, mas a questão principal é a educação. A parte técnica é simples, os engenheiros sanitaristas resolvem; a parte financeira existe, mas é porque os recursos são gastos com trabalho improdutivo ou parasitário (políticos, burocratas e elites do aparato estatal – principalmente do poder divino, dos senhores dos anéis). Dinheiro existe, mas essa turma consome tudo em custeio, especialmente em salários, “auxílio-moradia” e outras bocadas … Parabéns ao pessoal da ecobarreira! Tem que colocar uma dessas ecobarreiras ao redor dos prédio da Praça da Matriz …

    Curtir

  9. Gilberto

    A despoluição do Dilúvio não é inviável nem tão cara assim, porém o problema do Dilúvio não é o lixo sobrenadante, é o esgoto propriamente dito. E grande parte deste esgoto é gerado nas cabeceiras em Viamão. Aí começa o problema, a cidade de Viamão não tem dinheiro para suprir as demandas básicas de sua população, e como o esgoto vai para o Dilúvio não há maior interesse em tratá-lo (obra muito cara para Viamão).

    Outro problema são as ligações do esgoto cloacal na rede pluvial na bacia do Dilúvio, o DMAE deveria inspecionar todas as redes e verificar estas ligações, agora para isto o DMAE tem que passar da fase de negação disto, pois oficialmente não há esgoto cloacal ligado na rede pluvial!

    São detalhes chatos e técnicos, mas se não encarados os teus netos ainda vão fazer muitos abraços no Dilúvio.

    Curtir

    • Obrigado pela explicação Rogério. Mas nós temos conhecimento desta situação. A experiência de hoje teve um cunho mais educacional que qualquer coisa. De qualquer forma, a poluição através de grandes objetos também é um problema do Dilúvio. Uma ação não exclui a outra.

      Curtir

    • Achei dois videos no you tube que me ajudaram a entender o trabalho do DMAE. É um trabalho de formiguinha, que enxuga gelo, passa muito pelo esclarecimento das pessoas, cada pedreiro deveria receber um treinamento e ser treinado para não efetuar ligações erradas a imprensa poderia apoiar de forma sistemática em campanhas quanto a importância de se fazer ligações corretas na rede de esgoto. Mas vamos aos videos.

      Se gostar dos videos ajude a divulgar se uma pessoa ver é uma ligação errada amenos que será feita!

      Curtir

      • Comportamento e frases como esta que atravancam o nosso progresso
        “cada pedreiro deveria receber um treinamento e ser treinado para não efetuar ligações erradas”
        Não cabe a um pedreiro decidir a onde se liga um esgoto, e devido a esta mentalidade, que acha que o saneamento ambiental deve ser tratado por pedreiros (devidamente treinados é claro), que o meio ambiente se encontra degradado.
        Para curar uma dor de cabeça, se consulta um médico, para demandar perante a justiça, se consulta um advogado, mas para decidir como o esgoto cloacal deve ser ligado, um pedreiro treinado basta.
        É dose.

        Curtir

    • Eu não conheço detalhes do PISA programa integrado socioambiental http://www2.portoalegre.rs.gov.br/pisa/ mas levou 10 anos para ser concretizado muitos projetos apresentados ele tem que ser perfeito tecnicamente e financeiramente ai tem dinheiro o Banco Interamericano de Desenvolvimento abre os cofres e abriria para Viamão, agora claro Viamão tem outras carências que talvez sejam mais importantes neste momento mas nada me vem a cabeça quando sei que cada real investido em saneamento poupa 4 reais na saúde.

      Curtir

  10. Tu tem que admirar esse pessoal que ainda se motiva a protestar e exigir melhorias no Brasil, porque a maioria ja’ ligou o f*da-se faz tempo (e com razao)…

    Curtir

  11. Finalmente as pessoas estão PROPONDO SOLUÇÕES para a cidade, em vez de simplesmente ser contra isso ou aquilo.

    Curtir

  12. A iniciativa parece ter sido interessante, mas vou ser sincero: Tenho calafrios quando esse povo comeca a dar as maos !!…
    Lembram da turminha do Pontal? Morro Sta teresa??
    To fora!!

    Curtir

    • Não podemos generalizar Gerson. E não tinha nenhum da turminha aquela que a gente conhece. Esta iniciativa merece palmas, e eu tava lá. Foi genuinamente pela instalação da ecobarreira, uma iniciativa de pessoas como nós, e com o intuito de abrir o olho das pessoas pro potencial do Dilúvio. Nada a ver com os abraços aqueles….

      Curtir

    • Gilberto Obrigado pelo apoio seu trabalho incansável um dia vai ter retorno e ainda vamos poder aproveitar o arroio Dilúvio quem sabe uma pescaria, um passeio e talvez um banho em águas cristalinas num dia de calor tórrido!

      Fui eu que tive a ideia de fazer o abraço.

      Video de Chamada
      1º Novembro de 2011

      2º Março de 2012

      Só uma forma de fazer crescer este movimento onde qualquer pessoa poderia se manifestar o desejo de despoluir e limpar o arroio Dilúvio, imagine se as pessoas fizessem isto ao mesmo tempo em toda a extensão do arroio da nascente a foz, não seria fantástico? A unica reivindicação é despoluição e limpeza, nada mais, simples assim, este é o primeiro passo. Ontem vimos um carpa enorme dentro do arroio Dilúvio e um cascudo lutando contra a correnteza, também encontramos 3 peixes cascudos mortos nas margens provavelmente pela ação da dragagem sinal que a cada dia que passa ele fica mais limpo e fauna resiste. Vejam os videos no meu canal no you tube mais de 100 dedicados ao arroio Dilúvio http://www.youtube.com/user/AguasBrasileiras/videos Se conseguirmos limpar o arroio Dilúvio vamos servir de exemplo até mesmo para o Tietê.

      Curtir

  13. Sinceramente, espero que façam uma recuperação ambiental.
    Agora, querer que fique com uma infraestrutura igual ao da Coreia do Sul é uma utopia.
    Basta lembrar da chuvarada que ocorreu há alguns dias.
    O arroio quase transbordou. A água levaria todo e qualquer bem público que fosse instalado na parte baixa.

    Curtir

    • Não seja negativo Rafael! As coisas estão mudando. Não da pra viver numa cidade como Porto Alegre sendo negativo assim. Vamos agir pra mudar isso. O Porto Imagem vai lançar algumas propostas de ações pra chamar a atenção da população em breve. Pra todas as nossas reivindicações. A primeira vai ser no final de abril. Vamos planejar desde já. Além disso, as universidades de poa estão trabalhando para a recuperação do Dilúvio. Não é algo tão difícil assim. Nós podemos mudar as coisas, mas sendo negativo, é melhor nem sair de casa mais. Portanto, vamos lá, vamos agir. Conto com vocês nos próximos dias pra organizarmos. Vocês vão saber o que é em breve. Abraço.

      Curtir

    • Rafael Bortolon está é uma pergunta que também me fiz. E quando vier uma enxurrada? O bonito da engenharia é que podemos achar soluções, nós brasileiros construímos ITAIPU, se você parar em um ponta e der um tiro de 38 a bala não chega até o outro lado é uma obra fantástica mostra que tudo é possível. No caso do arroio coreano Cheonggyecheon eles fizeram um sistema lateral de drenagem que passam por baixo das pistas, simplesmente enormes canos enterrados para drenar a água da chuva, mas em algumas situações quando o volume de chuva é muito grande e o sistema não suporta mas drenar a água ele enche, mas a água escoa normalmente como mostrado nestas fotos http://aguasbrasileiras.files.wordpress.com/2012/01/enchente1.jpg http://aguasbrasileiras.files.wordpress.com/2012/01/enchente2.jpg Depois basta uma limpeza com mangueiras de alta pressão, http://aguasbrasileiras.files.wordpress.com/2012/01/limpeza.jpg

      Curtir

Trackbacks

  1. Yes, We Can – Nós podemos, todos juntos tornar Porto Alegre mais alegre « Blog Porto Imagem

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: