PORTO ALEGRE 240 ANOS – AVALIAÇÃO [PARTE 3]

Continuamos hoje a publicação de artigos dos membros do Blog, questionando e avaliando Porto Alegre em seus 240 anos

*******

Diferentemente da grande imprensa, não vamos comemorar simplesmente, com lindas fotos, concursos, etc. Não achamos que esse seja o caminho mais óbvio.

Será um por dia. 

A semana de Porto Alegre por Porto Imagem

Acompanhe a série e comente.

Hoje é a vez de Filipe Wels.

A guinada porto-alegrense

Sabemos que Porto Alegre estava no marasmo há décadas. A cidade estava parada, sem indícios de iniciativas para recuperar e qualificar a orla, para moderizar o mobiliário urbano e reformar o sistema de transporte público, cada vez mais defasado e ineficaz. As grandes obras da cidade datavam da década de 70. Salvo a Terceira Perimetral, que já nasceu obsoleta, não foi foi feita nenhuma grande intervenção urbana desde a década de 90, com a cidade dominada por movimentos “contra-tudo” que impediam que qualquer obra fosse realizada. Prova disso é o fracasso dos projetos Praia do Guaíba, Porto dos Casais e da linha 2 do metrô na oportunidade anterior.

Agora temos evidências que o vento está mudando de lado. A rejeição da construção de prédios residenciais no Pontal do Estaleiro, no plebiscito realizado em 2009, parece ter sido o “canto do cisne” da estagnação urbanística da cidade. A construção dos BRTs já iniciou, a linha 2 do metrô finalmente foi confirmada, está sendo construído o aeromóvel ligando o aeroporto à linha 1, o Cais Mauá deve ter a construção iniciada ainda neste ano, avança um projeto de revitalização da Orla feito por Jaime Lerner, a Arena do Grêmio vai revitalizar uma região degradada na zona norte, há uma invasão no setor hoteleiro e as obras viárias visando a Copa do Mundo estão cada vez mais próximas de sair do papel.

Só duas obras , o Cais Mauá e o metrô, trarão uma cidade com perfil completamente renovado. O conjunto do que foi citado acima é uma verdadeira revolução que pode marcar o início de uma Porto Alegre ousada, progressista e moderna como já foi no passado. O tempo vai nos dizer se realmente o vento mudou de lado, ou se foi apenas uma breve brisa.



Categorias:Artigos

Tags:, , ,

3 respostas

  1. Infelizmente a dominação política da esquerda determinou que apenas coisas que dão status de “bonzinhos e protetores do povo” podem ser levadas em frente e o resto é elitismo secundário. Infraestrutura ficou em segundo plano e a desculpa é que há coisas mais importantes para serem feitas. Mais importantes do que fazer uma cidade andar pra frente? Algum dia devo entender…

    Curtir

  2. Texto bem escrito, mostra bem a atual Porto Alegre.

    Curtir

  3. Concordo com quase tudo que esta escrito acima ,apenas acho que o que Poa precisa tbm além dessas obras é um cuidado maior com as coisas basicas com limpeza da cidade capina nas praças entre outras necessidades .não sou eleitor do vilaverde mas o texto que ele escreveu hoje em zero hora é bem interessante.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: