Inaugurada em Passo Fundo fábrica que deve gerar 1,3 mil empregos nos próximos dois anos

Empresa americana investiu R$ 75 milhões na abertura da nova unidade

Vista interna da fábrica da empresa, a primeira na América Latina
Foto: Cassius Souza / Manitowoc / Divulgação

Foi inaugurada neste sábado, em Passo Fundo, uma nova unidade da empresa americana Manitowoc Crane, que deve gerar 300 empregos diretos e mil indiretos nos próximos dois anos. O investimento fábrica de guindastes foi de R$ 75 milhões e a previsão inicial de faturamento anual é de R$ 250 milhões. A unidade está situada no distrito industrial Paulo Rossato, bairro Valinhos, numa área de 45 hectares com 30 mil metros quadrados de construção. Essa é a primeira planta da Manitowoc na América Latina.

Fábrica de guindastes ocupa terreno de 45 hectares Crédito: DIVULGAÇÃO / MANITOWOC / CP

A nova unidade fabricará, em uma primeira fase, três tipos de guindastes de alta tecnologia: RT para terrenos acidentados; Gruas para construção civil e Truck Train – guindaste telescópio. Para o prefeito Airton Dipp, a inauguração da Manitowoc será um marco histórico não só para Passo Fundo, mas para toda a região. Segundo ele, a empresa ajudará na elevação do PIB do município, que era de R$ 600 milhões em 2005, e que chegará a R$ 3 bilhões em 2013.

Estão presentes na solenidade o presidente mundial da empresa, Glen Tellock, o presidente da divisão de guindastes, Eric Etchart, o vice-presidente executivo para as Américas, Lawrence J. Weyers, e o diretor-geral no Brasil, Mauro Nunes, além de autoridades locais e estaduais.

Correio do Povo



Categorias:Economia Estadual

Tags:,

2 respostas

  1. Depois eu escutei comentários ainda que Passo Fundo não teria demanda para aquele tal shopping.. Claro que tem.

    As coisas pelo noroeste do estado são muito diferentes. É uma região muito próspera. Ijuí é uma cidade incrível para a quantidade de população que tem. Passo Fundo é uma Santa Maria melhor estruturada.

    Isso se deve por que nessas regiões existem produtores de média e pequenas propriedades que ficam menos tempo reclamando, e mais tempo trabalhando e fazendo planos de crescimento. Tal qual na Serra. Aliás, se a Serra Gaúcha não fosse “serra” (ou seja, se ela fosse um planalto que possibilitasse plantações de diversas culturas), seriamos mais prósperos que São Paulo, com a qualidade de vida europeia.

    Curtir

  2. O PIB n faz muito sentido… ele ja esta muito acima de 3 bilhões

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: