Varreção de brita em frente ao Museu Iberê Camargo – Ação cidadã

Cidadãos removendo o excesso de brita que dificultava o acesso de pedestres, ciclistas, cadeirantes, em frente à Fundação Iberê Camargo.

Veja o vídeo:

 



Categorias:Abandono, Bicicleta

Tags:, , , ,

16 respostas

  1. ÓTIMO isso. A cidade é das PESSOAS e não da prefeitura!

    Inacreditável é que sempre o mesmo povo critica atitudes das pessoas, enquanto esperam eternamente atitude do “governo”. Esse é um pensamento não só moribundo, mas comodista e altamente BUNDÃO.

    Curtir

  2. Legal ver os de sempre também, agindo nesse grupo sem líderes kkk

    Curtir

    • Felipe,

      Da uma pesquisa no grupo no Facebook. Vai ver que foi lá que começou. Alguem lancou a ideia e muitos foram atras. Te digo que essa ideia todo mundo que passa la, mesmo andando, já teve. E foi o face que juntou as pessoas.

      E é facil rotular as pessoas, principalmente quando sai uma noticia na ZH falando que foi a massa que surgiu a ideia. Mais uma vez é bom se informar, e não acreditar tudo que se diz. Eu ja faz mais de 2 semanas que já estava confirmado a minha presenca.

      Na verdade, o inicio de tudo, foi um colega ciclista que caiu la (ou melhor foi alguns metros antes) e faturou o braço. Esse foi o estopim.

      E falando em líderes, um dos problemas da massa é essa falta de liderança. Mas isso é uma conversa longa que cada pessoa tem a sua ideia.

      Curtir

  3. Achei fantástico, não prejudicaram ninguém e aquela brita era uma tosquice mesmo.

    Curtir

  4. Quando chover (e um dia vai voltar a chover, eu espero), vão varrer tudo de volta ou vão reclamar dos atoleiros?

    Curtir

  5. Independente de concordar ou nao com a situacao da brita nesse trecho, eu acho que a acao foi totalmente errada.
    Exigir melhoras, pedir reformas, PROTESTAR, e’ um direito de qq cidadao, mas tomar as leis com as proprias maos nao e’.
    E’ como se eu pedisse mais policiamento na minha rua por causa do grande numero de assaltos e uma semana depois, reunisse um grupo de amigos e saisse atirando em tudo que e’ vagabundo que estivesse na calada da noite rondando meu bairro.

    Curtir

    • Concordo Gerson ! Eles agiram errado. Quem tem que fazer algo é a prefeitura. E ainda mais fizeram sem autorização da prefeitura e contrariando as determinações da mesma. Assim vai virar bagunça tudo. Se tivesse sido feito com parceria da prefeitura seria outra história.

      Curtir

      • Acho que não dá para generalizar e imaginar que tudo que o poder público não faz será feito com as próprias mãos. Ações como a limpeza da orla ou colagem de decalques do Shoot the Shit com informações sobre ônibus também são procedimentos errados, se levarmos ao pé da letra. A diferença é que protestos são muito mal vistos e iniciativas como essa expõem o marasmo da prefeitura com as melhorias.

        Eu não acredito que a prefeitura, por livre iniciativa fará melhorias significativas, infelizmente eles, assim como muitos de nós, só funcionam sob pressão.

        Os decalques do decalques do Shoot the Shit foi um exemplo emblemático, onde o Capellari se pronunciou na mídia propondo um sistema caríssimo com monitores, GPS, redes sem fio para estar pronto em mais de 2 anos… Para que? se há uma solução muito mais simples e rápida?

        Varrer a brita é uma ação de melhoria que a prefeitura poderia fazer em 2 horas, mas não… eles querem esperar duplicar a avenida, após conclusão das obras de saneamento, após o estudo sei lá o que, impacto não sei onde… quanto tempo isso vai demorar? 4 anos, se não atrasar…

        Veja o caso das calçadas em que a prefeitura exige reforma em 2 meses, mas para as calçadas de responsabilidade da mesma o prazo é de 6 meses ou mais.

        O que está acontecendo é que já estamos acostumados a exigir qualidade dos produtos e serviços. Nós já estamos acostumados a sermos exigidos quanto a qualidade (incluindo velocidade) do nosso trabalho. Mais cedo ou mais tarde iria sobrar para os serviços públicos.

        Protestar? Acho ótimo, agora só não sei como é que se faz isso para ao mesmo tempo sensibilizar o poder público e não atrapalhar ninguém.

        Curtir

    • Gerson,

      O termo protestar foi uma palavra que a reporte da ZH escreveu. Na verdade não houve nenhum tipo de protesto. Somente pegamos uns 2 metros da calçada e tiramos as britas e colocamos ela no resto da calçada.

      Te digo que pelo que eu sei, a prefeitura/DMAE (acho que só é a prefeitura pq ela quem é a responsavel) já tem 1 processo. Todos que cair na calçada (de lá ou da orla do guaiba) cabe acionar a prefeitura. E ganha.

      O próprio DMAE foi contra a retirada das britas. Tenho certeza se tu for caminhar lá, tu vai preferir caminhar nos espaços que fizemos e nao nas britas. Brita não é calçada, não foi feita pra isso.

      Legalmente falando, qualquer empresa que faz obras tem que deixar algum espaço para pedestre (ou até os carros se for na via). Ela é a responsável.

      Só cabe lembrar que a recem saiu o nome do arquiteto pra fazer o projeto. Pobre da população que tem que esperar uns 10 anos ou mais para começara obra do gasometro.

      O único errado dessa história é quem jogou as britas.

      Curtir

  6. Que gente chata, pelo amor de Deus!

    Sabidamente essa região da cidade está, e vai continuar, em obras (PISA e duplicação da Av. Beira-rio, quem sabe até o projeto do Pontal), por isso não tem como estabelecer um passeio/ciclovia definitivos naquele trecho da via, mas o importante, pelo jeito, é continuar “queimando sutiãs”.

    Curtir

  7. Só exercendo a CIDADANIA NÓS MELHORAMOS A CIDADE…COM NOSSAS MÃO NA OBRA, sem espera pela prefeitura que só está interessada em inaugurar PROJETOS E ESCRITÓRIOS!
    QUEREMOS PORTO ALEGRE AGORA E NÃO PRA DEPOIS!!

    Curtir

    • mas que seja dentro da lei, então!

      Curtir

      • Qual lei? a prefeitura faz lei como o plano cicloviário e não cumpre!
        Bem como o Pablo escreve mais abaixo, se formos esperar esperaremos pra sempre ou até que a COPA nos salve!
        Pressão e mais pressão sobre o midiático Fortunati e seus lambedores da RBS…por acaso ja viram a RBS criticar a morosidade e o descaso para com as pessoas por parte da Prefeitura??

        Curtir

  8. Há quem diga que a brita é provisória… tão provisória que tem até mato nascendo junto ao cordão da calçada.

    Curtir

  9. faço caminhadas ali, tinha ficado ruim passar por ali, parabéns!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: