Trensurb e Prefeitura de Canoas estudam Aeromóvel no municípío

Protocolo de intenções e cooperação assinado hoje, 12, prevê desenvolvimento de estudo de viabilidade técnica e econômica do empreendimento

Na manhã desta quinta-feira, 12, a Trensurb e a Prefeitura Municipal de Canoas, com interveniência da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade (SMTM), firmaram um protocolo de intenções e cooperação em ato realizado na sede da prefeitura canoense. O objetivo é integrar as atividades das entidades para o desenvolvimento de um estudo de viabilidade técnica e econômica a respeito da implantação do modal Aeromovel no município.

Desenvolvido pelo Grupo Coester, de São Leopoldo, o Aeromovel é um meio de transporte automatizado, em via elevada, de concepção totalmente brasileira, que utiliza veículos leves, não motorizados, com estruturas de sustentação esbeltas. Sua propulsão é pneumática – o ar é soprado por ventiladores industriais de alta eficiência energética, por meio de um duto localizado dentro da via elevada. O vento empurra uma aleta (semelhante a uma vela de barco) fixada por uma haste ao veículo, que se movimenta sobre rodas de aço em trilhos. Uma linha do modal já está em implantação pela Trensurb, em Porto Alegre, entre a Estação Aeroporto do metrô e o Terminal 1 do Salgado Filho.

O termo assinado prevê a execução do estudo de viabilidade pela área técnica da empresa metroviária, com acompanhamento e suporte de profissionais da administração municipal. É a partir desse estudo que será proposto um traçado, que a princípio integraria o eixo dos bairros Mathias Velho e Guajuviras ao sistema da Trensurb. O protocolo tem vigência de 24 meses.

Desenvolvimento e inovação tecnológica

Durante o ato de assinatura, Humberto Kasper, diretor-presidente da Trensurb, falou da orientação do governo federal para que empresas públicas contribuam no desenvolvimento e inovação tecnológica do Brasil. “Não basta fazer apenas o rotineiro, devemos contribuir com projetos para o desenvolvimento tecnológico do país”, afirmou. Segundo ele, a empresa metroviária dá suporte e busca impulsionar a formação de uma cadeia produtiva da tecnologia Aeromovel.

O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, declarou: “vamos produzir um resultado que será estruturador do transporte na cidade”. Ele afirmou que, para que se alcancem bons resultados, é preciso que primeiramente seja feito o estudo acordado e planejar com seriedade. O prefeito disse, ainda, que a tecnologia Aeromovel foi negligenciada injustamente por muitos anos, mas que, agora, “temos que dar o primeiro passo com uma tecnologia nacional, gaúcha e provar que ela tem capacidade de fazer também um transporte de massa com qualidade”.

O titular da SMTM canoense, Luiz Carlos Bertotto, em sua fala, destacou algumas das qualidades da tecnologia Aeromovel: “é um sistema muito esbelto e que pouco interfere nas cidades”. Para o secretário, trata-se de um sistema moderno e eficiente que vai integrar-se bem com o sistema de transportes do município. Segundo ele, a assinatura do protocolo, hoje, “é um primeiro passo para essa melhoria na nossa cidade”.

Na ocasião, além do diretor-presidente Humberto Kasper, representaram a Trensurb: Ney Michelucci Rodrigues, diretor de Administração e Finanças; Ernani Fagundes, superintendente de Desenvolvimento e Expansão; Aldir Seifried, superintendente de Desenvolvimento Comercial; Rubens Pazin, consultor especial da Presidência. Também estiveram presentes, entre outras autoridades: a vice-prefeita de Canoas, Beth Colombo; o diretor-presidente da Aeromovel Brasil S.A., Oskar Coester.

Secretaria de Comunicação da Trensurb S.A.



Categorias:Aeromóvel

Tags:, ,

12 respostas

  1. Honestamente? Agora virou uma festa ficar anunciando aeromóvel por tudo. Quero ver quantos destes é só garganta. mas enfim, se a metade sair já tá legal.

    Curtir

  2. Ok, Gilberto, com certeza deve acabar saindo em outros também, ou até mesmo posteriormente nas próprias notícias do site da Infraero.

    Obs.: Bem que tu poderias abrir um post com sugestões do leitores para o Terminal 2, citando as que falei e recebendo outras dos demais leitores, inclusive em outros sentidos de uso para o referido terminal, se assim acharem melhor. Penso que uma revitalização ampliativa dele (Terminal 2) hoje é essencial para o referido aeródromo como um todo.

    Curtir

  3. Novidade:

    “Mais um aeromóvel no aeroporto
    Além da ligação entre o Salgado Filho e a estação da Trensurb, previsão é de que veículo transporte passageiros entre terminais
    O Aeroporto Internacional Salgado Filho deverá ganhar mais uma linha de aeromóvel, além da que está sendo construída entre o Terminal 1 e a Estação Aeroporto da Trensurb, em Porto Alegre. O novo trajeto passaria pelos dois terminais de passageiros (1 e 2) e pelo de cargas.

    A nova linha facilitaria a circulação, entre os terminais, de passageiros e trabalhadores que atuam no aeroporto, principalmente os do setor de cargas. Não se descarta uma ligação com o traçado que irá até a estação da Trensurb, de acordo com o presidente da Trensurb, Humberto Kasper.

    Desde o final de 2010, quando foi reativado o Terminal 2, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) recebe questionamentos sobre a ampliação dessa alternativa de transporte até lá. O aeromóvel cumpriria o papel de fazer a ponte entre os dois locais que concentram passageiros, além de prover trânsito até o terminal de cargas.

    Ainda não há uma previsão para que o projeto deslanche. A princípio, ele dependeria da finalização do terminal de cargas, obra prevista para ser entregue no primeiro semestre de 2013, conforme a Infraero. A empresa informou que tratativas estão sendo feitas com o Ministério das Cidades e com a Trensurb.

    A obra da linha do aeromóvel entre o aeroporto e a Estação Aeroporto da Trensurb deve ser retomada na semana que vem. Dez vigas foram colocadas, e faltam 40 – dessas, 39 foram fabricadas. Os dois veículos estão sendo fabricados no Rio de Janeiro.
    O que mais tem atrasado o trabalho é a construção das estações do aeroporto e da Trensurb. A empresa responsável desistiu do serviço, e outra foi contratada. As obras devem começar até o início de maio. A entrega da linha deve ficar para novembro.
    fonte: André Mags para o jornal “Zero Hora” 13 abr 2012”.

    O engraçado é que estão mais preocupados com o terminal de cargas (que servirá basicamente apenas aos trabalhadores de lá e a alguém que for levar alguma carga pessoalmente lá) do que com os funcionários e com os milhões de passageiros do velho terminal 2, já que só pretendem pensar nessa ligação após a conclusão do novo terminal de cargas. Estão deixando de lado o terminal 2, por isso hoje fiz aquele comentário com sugestão de melhora do terminal 2 no post do Salgado Filho para o Gilberto, mas mais uma vez ele ignorou a sugestão. ={ O Terminal 2 merece melhor sorte, pois toda a história da aviação brasileira está ali, desde o início do século passado, quando a VARIG foi fundada por um alemão e ele se chamava Campo de São João. O aeroporto de Chicago conserva até um museu aeronáutico dentro dele e recebe milhares de visitantes do mundo todo nele, seria mais uma atração para POA se, além de fazer aquela expansão que sugeri com o acoplamento de uma nova e grande área de embarque nele (à exemplo do Santos Dumont e de Congonhas, com acesso por escadas rolantes, já que no primeiro caso forma instaladas estruturas metálicas pré-fabricadas e no segundo estruturas de concreto pré-moldadas, o que agiliza a concepção e instalação e corta custos), assim liberando a área existente para duplicar e melhorar o check-in e o desembarque, bem como me surgiu aqui essa idéia da criação de laguma coisa assim temática, já que a história da aviação civil brasileira o faz o terminal aeroportuário brasileiro mais importante do país, devido ao seu passado pioneiro, junto à pioneira das pioneiras. Hoje há apenas o caidinho museu da Varig na Rua 18 de novembro (hangar da Varig), mas poderia haver exposições de fotos e da história do “Campo de São João” dentro do próprio terminal 2, que é cheio de história. O aeroporto de Chicago é envolto nesse ar charmoso e saudosista do resgate da história emblemática e glamourosa do início da aviação americana, o mesmo poderia acontecer em POA também. Fica aí como uma última sugestão.

    Curtir

  4. Continuo repetindo: Aeromóvel saindo da Estação São Luiz/Ulbra indo até a Ulbra. A distância percorrida é a mesma da obra que está sendo realizada no aeroporto. O terreno é plano com pequena elevação. Os onibus ali são uns cacos, demorados, caros, super lotados…

    Curtir

  5. Nâo é relacionado ao tema do post mas queria recomendar a leitura da coluna de hoje do David Coimbra na ZH, eu sei que muitos não gostam dele, principalmente quando o assunto é futebol, e que também a coluna não pode ser reproduzida aqui no blog, mas é um texto bem interessante falando sobre a situação do Presidio Central e de algumas contradições do nosso estado.

    O titulo dela é Para sentir vergonha e se dirige diretamente ao governador Tarso Genro.

    Segue o link:

    http://wp.clicrbs.com.br/davidcoimbra/?topo=13,1,1,,,13

    Curtir

  6. Só pode ser o fim do mundo. Canoas ter o aeromóvel antes de Porto Alegre, que ponto chegamos.

    Curtir

    • Cara não me leve a mal, mas Canoas é a 2ª Cidade mais rica do estado e tem capacidade para implantar um aeromóvel antes de Porto Alegre sim, e com certeza isso vai acontecer.
      ” Canoas desbancou Porto Alegre da terceira posição do Índice de Desenvolvimento Socioeconômico 2009, estudo realizado pela Fundação de Economia e Estatística do RS (FEE). Antes a Capital ocupava o terceiro lugar e Canoas, o quarto. “Estar à frente de Porto Alegre é uma excelente referência” Se cuida Porto Alegre, Canoas te ultrapassará também em desenvolvimento.

      Curtir

  7. É Canoas, la eu acho que sai….

    Curtir

  8. A idéia todos sabem, é excelente!

    Será mais outra lenga-lenga!

    Vai acabar como outros projetos que todos sabemos que são necessários.

    Como os sobre os trilhos, nas gavetas dos proprietários de ônibus e de seus sócios, os políticos.

    Todos sabemos de antemão o resultados destes estudos, darão em nada, como sempre!

    Pareço ser pessimista, mas sou realista!

    Lamentável!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: