Isso é que é desperdício de orla

Vejam as fotos de um trecho de orla, no Bairro Espírito Santo, ao lado de Ipanema, em frente ao Clube do Professor Gaúcho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Gilberto Simon



Categorias:Abandono, ORLA, Zona Sul

Tags:, ,

28 respostas

  1. e tao triste ver nossos rios e lagos, a natureza em geral sendo tao desrespeitadas dessa maneira, logo por nos ditos serem humanos racionais, tendo em vista que dependemos totalmente dela,, a aquela frase…na natureza nao existem premios, nen se quer puniçoes.existem consequencias….

    Curtir

  2. Olha, poderia estar pior ainda… no dia das fotos não tinha resto de batuque! Que isso também é um problema crônico de Ipanema: essa gente emporcalha TUDO! Não tem um pingo de noção…

    … mas não pode falar nada porque é liberdade de expressão, fé e coisa e tal. Daonde eles acham agradável caminhar ao longo de uma trilha de pipoca, batata, vela e as vezes, cabeça de cabrito?

    Isso pra mim não é fé. É falta de educação!

    Curtir

    • Ah, antes que alguém que seja de umbanda me faça um trabalho (‘no creo em brujas pero que las hai, las hai’): eu sei que tem a umbanda branca e a negra, que é a que usa animais… só que as correntes deixam tudo imundo da mesma maneira!

      Curtir

      • Não te preocupa, se algum batuqueiro xiar, te ajudo no xingamente.

        É um nojo ver resto de galinha apodrecendo nas esquinas.

        Por que não fazem isso na frente da casa deles?

        Curtir

  3. Para muitos o Guaíba deve permanecer assim, cada vez mais longe da população.

    Curtir

    • Tem que parar esta conversa de que o Guaiba esta longe da população. Quem quer ver o Guaiba vai lá e olha, vai para Ipanema, Assunção, Guarujá, Belens e Lami. A água esta poluída? não dá para tomar banho? Agora o pessoal que pratica Wind Surf, veleja e outras coisas naúticas, mergulham nas águas do Guaiba e não acontece nada com eles. O Guaiba esta ali, para quem quizer, o muro não impede, os armazens do porto também não. A orla é extensa tem lugar para todos nós nos sentarmos e assistirmos a um belo por do sol.

      Curtir

      • Mas não tem uma estrutura para as pessoas, não tem segurança, não tem bares, não tem vida… não tem nada…

        Por isso só chama drogado para ir la..
        😀

        As ultimas vezes que fui pra la, tinha alem de camisinha usada, agulhas por la.

        Limpar não adianta, tira 10kg de garrafas, chegam 15 pelas águas e ficam na orla.

        Educar o povo não adianta, se em outras areas, cidades, tem gente jogando lixo nele..

        Curtir

        • Não adianta educar o povo? Então tem que multar quem joga lixo. Assim é feito nos paises que todos nós admiramos. Na Redenção também tem camisinha atirada nos canteiros. Tem que ter policiamento, fiscalização ou sei lá o que para que este povo aprenda a se comportar.

          Curtir

  4. Bem, isso e’ um lago (ou rio, tanto faz), nao e’ o Mar do Caribe. Seria otimo ter um rio com aguas cristalinas e areias brancas, mas e’ raro achar em algum lugar.

    Curtir

    • Quer dizer que, por não ser mar, vale tudo? Existem muitos rios e lagos cristalinos pelo mundo afora, mas a questão não é essa e, sim, a sujeira, o emporcalhamento, o abandono e o cuidado aquém do mínimo dado pela população e pela municipalidade à orla da capital. Como diz o título do post, isso sim é um desperdício de orla. Dizer “bem, isso é um lago (ou rio, tanto faz), não é o Mar do Caribe” não é algo que justifique o estado atual de desperdício da nossa orla. Falam que o mundo não vive só de praia, mas sempre se busca dizer que não estamos na praia para justificar a falta de iniciativas governamentais e da própria sociedade para a nossa orla. Parece que por não ser praia qualquer coisa pode, um permissionismo danado.

      Curtir

      • Perfeito Paulo! É isso aí mesmo!

        Curtir

        • Na verdade o que falta na orla é uma tecla que eu sempre bato “MANUTENÇÃO” ou seja o DMLU deveria ter uma ou mais equipes que percorressem a orla uma, duas ou três vezes por semana para efetuar uma limpeza. Isto é coisa que o DMLU deve abraçar, esta aí para que. Nas primeiras vezes seria um horror a quantidade mas com o tempo o lixo diminuiria. Certo que o lixo ali existente não é só de Porto Alegre, os afluen tes trazem e depositam no Lago. Não adianta mais falar tem que haver ação e não esperar mais. Tem que acontecer.

          Curtir

  5. Saiu recentemente uma reportagem do SIMPRO RS sobre o abandono do Projeto Pro Guaiba pelos últimos governos estaduais e em comparação ao Pró Tiete estamos indo rumo a ser a bacia hidrográfica mais poluida do país..

    “Enquanto a etapa anterior, foram realizadas ( do Pró Tiete), segundo a Sabesp, 290 mil ligações domésticas à rede coletora, que tem 1,4 mil quilômetros de extensão. Numa comparação com Porto Alegre, nessa primeira etapa, o Pisa entregará 11,83 quilômetros de rede coletora.” Aqui quase nada…

    Leia reportagem abaixo:
    AMBIENTE

    Cadê o Pró-Guaíba?
    Concebido como um projeto de recuperação da principal bacia do estado, o Pró-Guaíba, fora do papel, deixou de existir em 2005. Os efeitos do atraso aparecem como desastres ambientais nos rios da Região Metropolitana

    Por Clóvis Victória

    http://www.sinprors.org.br/extraclasse/mar12/ambiente.asp

    Os efeitos negativos disso sentimos no cotidiano..

    Curtir

  6. Gilberto, eu passo ali 3 vezes por semana, quando faço minhas caminhadas, e acho que isso é vergonhoso. Bato muito nessa questão e não acontece nada.Parece que Ipanema, Espirito Santo e Guarujá, não existem na cabeça dos nossos admistradores. Essas pessoas não sabem que esses bairros são, talvez, o lugar mais bonito da cidade. Quando fizeram o instuticional para o aniversário da cidade, esses bairros ficaram de fora. A copa está aí, Não esqueçam.

    Curtir

  7. Hoje em dia só se fala (fala) da orla do Gasometro e, no futuro, do Marinha.
    Mas da importantissima orla da Diario de Noticias (BarraShopping, marina, mirantesinho, futuros predios de vidro, futuro bairro, possivel Pontal… não falam NADA.
    Se deste lugar improtantissimo e em evidência, imagine então a orla obscura da Tristeza, logo a seguir… e as orlas da Pedra Redenda, Guarujá, Espírito Santo…

    NÃO ESPERO NADA, NUNCA, do resto de nossa orla.

    ____________________________________________________________________

    Curtir

  8. Que façam parque público a beira rio e não o entreguem para construção de empreendimentos privados. Quanto ao lixos que estão aí, provém do próprio rio e seus afluentes, por sinal tem entre eles, o segundo mais poluido do país ( o rio dos Sinos) e prestes a se tornar o primeiro..

    Curtir

    • Provém do próprio rio e seus afluentes? E não é problema teu né! Tu defendes que ninguem pode tocar na área é claro, os monstros do progresso? Vai lá, leva uma vassora e pazinha ao invés desse “pseudo-ecologismo de araque”

      Curtir

      • MateusBerg, por ti já deviam construir ali ao lado das taquaras um prédio de quarenta andares e fazer um aterro no ENTORNO.

        Curtir

        • Seria perfeito, ja que a população poderia usar a area, a orla no local seria limpa e segura.

          Curtir

        • Juliana Staudt, eu acho que tu não me conhece e não sei onde tu leu eu dizendo isso que tu falou. Não sou radical da forma que tu insinou, mas defendo sim a urbanização sim quando o lucro é para todos.

          Curtir

        • Mateus eu leio isto em todos os post que falam á respeito da construção de edifícios com alguma coisa nbo entorno. Eu não consigo entender isso, as pessoas veem uma beira de rio e já querem concretar. Beira de rio é beira de rio tem que estar limpa de tudo.

          Curtir

  9. ahuahusahuashuashuashu…

    Rindo pra não chorar…

    Curtir

  10. Tem gente que chega a salivar de felicidade vendo isso aí, infelizmente.

    Curtir

    • Sim, a sociedade protetora do pombo-do-peito-branco e o movimento nacional dos neotrogloditas contra o concreto.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: