Fortunati assinará portaria para construção do metrô na terça-feira

Conforme cronograma, obras em Porto Alegre podem iniciar já no final do ano!

O prefeito José Fortunati recebeu, nesta sexta-feira, convite da presidente Dilma Rousseff para participar na terça-feira no Palácio do Planalto, em Brasília, do ato de assinatura da portaria que irá liberar a modelagem financeira para construção do metrô em Porto Alegre. Em entrevista à Rádio Guaíba, ele afirmou que na segunda-feira serão finalizados os cálculos e batido o martelo sobre o modelo a ser utilizado.

O prefeito contou que sua maior preocupação é em relação à forma como será liberada a verba para o projeto. Ele destacou que a proposta da prefeitura é que o desembolso seja periódico, possivelmente anual, a fim de evitar aumento dos custos, já que a obra deve se estender por quatro anos.

O governo Federal, porém, entende que a empresa só deve ser paga ao final do projeto. Conforme Fortunati, isso pode elevar o valor total da construção, estimado em R$ 2,46 bilhões, em razão da necessidade da construtora de obter recursos por outros meios. Caso contraia empréstimos, o mesmo acabará somado ao custo inicial. “É preciso equacionar a questão de modo que a obra aconteça sem aumentar os custos nem penalizar os cofres federais”, concluiu.

Para o prefeito, o atraso na assinatura da portaria, já que o projeto foi anunciado em outubro do ano passado, foi significativo. Ele explica que, a partir da assinatura, conforme o cronograma estabelecido pela prefeitura, o prazo é de 240 dias para o início das obras, já que é necessária a realização do projeto executivo e de licenciamentos. Assim, caso não hajam mais atrasos, a construção do metrô deve iniciar até o final do ano.

Correio do Povo



Categorias:Metro Linha 2

Tags:, ,

5 respostas

  1. Algo me diz que essa obra só começa por 2016 ou 17

    Curtir

  2. Novo vídeo da OAS sobre o novo empreedimento ao lado da Arena do Grêmio,, LIBERDADE. Merece post.

    Curtir

  3. Começa esse ano, no máximo, a formatação do projeto. Obras, só lá por 2015.

    Curtir

  4. Caso as obras comecem de fato neste ano, isto seria uma proeza da administração pública sem precedentes na história de Porto Alegre, considerando a complexidade e o valor financeiro da obra.

    A história nos leva a crer o contrário.

    Porém, se há uma força que pode impulsionar isso é a política. E em ano de eleições, ela trabalha a toda força.

    Esperemos que seja usada em favor de nossa cidade.

    Curtir

  5. “…caso não hajam mais atrasos…”. Ei, estamos no Brasil, sejamos realistas, quando um governante usa a palavra “caso”, entenda-se que vai atrasar e muito. Óbvio, torço pra que não ocorra e que o metrô seja entregue no prazo certo e que ninguém invente de bloquear a obra dizendo que vai afetar a vida dos tatus que vivem embaixo da terra, que vai fazer barulho demais na obra, e blá, blá, blá…..

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: