Porto Alegre está em penúltimo lugar no ranking de hospedagem do IBGE

Capital aparece em nona posição com 4,8% do total de estabelecimentos do País

Dados da mais recente Pesquisa de Serviços de Hospedagem (PSH 2011), divulgada nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério do Turismo, revelam que a região Metropolitana de Porto Alegre está na nona posição em locais de hospedagem, com 4,8% do total de estabelecimentos do Brasil. A capital gaúcha está à frente apenas de Curitiba no ranking das 10 regiões pesquisadas. Apesar do baixo índice, houve um acréscimo em relação ao último estudo do IBGE, quando a Capital ocupava a 10ª posição, com 3,8% da rede nacional.

O índice atual correspondente a 362 estabelecimentos, entre hotéis, apart-hotéis/flats, pousadas, motéis, pensões e albergues. Do total, metade são hotéis (165). Nesses locais, são disponibilizadas 14.946 unidades habitacionais (que incluem suítes, apartamentos, quartos e chalés) para acomodar 31.885 hóspedes.

Atrás de Porto Alegre estão Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Gravataí e Viamão, entre os municípios que possuem o maior número de estabelecimentos de hospedagem na região Metropolitana. Os números da pesquisa correspondem a 2011.

Quatro capitais detêm 40% dos serviços de hospedagem

A rede de hospedagem das capitais pesquisadas contava, em 2011, com 7.479 estabelecimentos, que possuíam um total de 327.678 unidades. As quatro maiores regiões – São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte – concentravam 40,6% dos locais: com 17,7% (1.323); Rio de Janeiro, com 8,1% (609); Salvador, com 7,9% (589); e Belo Horizonte, com 6,9% (516), respectivamente.

A maioria dos locais da rede de hospedagem eram hotéis (46,9%), seguidos por motéis, com 24,8%, e pousadas, com 20,0%. A pesquisa revelou ainda que poucas regiões possuem adaptações para pessoas com necessidades especiais. Apenas 1,4% do total de unidades habitacionais possui instalações apropriadas para esse atendimento, destacando-se São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Brasília e Maceió.

Número é insuficiente para atender turistas em 2014

O objetivo do estudo foi quantificar e mensurar a capacidade de hospedagem nas principais regiões do Brasil. De acordo com o IBGE, o País recebeu, em 2011, cerca de 5,2 milhões de turistas estrangeiros e um número ainda desconhecido, porém não menos importante, de turistas nacionais.

A demanda de visitantes que deve desembarcar em solo brasileiro para a Copa do Mundo de 2014 deve somar algo em torno de 500 mil a 600 mil durante o período, segundo as estimativas oficiais. E há ainda os turistas brasileiros que devem migrar para as 12 cidades-sede nos dias de competição. Ou seja, o total de unidades oferecidas nas principais regiões pesquisadas, de pouco mais de 320 mil, é insuficiente para atender ao público.

Confira a tabela com os dados das regiões pesquisadas:

Correio do Povo



Categorias:hotelaria, Rede Hoteleira, TURISMO

Tags:, , , ,

4 respostas

  1. Luxo

    Curtir

  2. Há hotéis onde há demanda. Um empreendedor, que constrói um hotel, o faz onde a demanda é maior, obviamente. Se Porto Alegre tem poucos hotéis, isso acontece por que a demanda é baixa.

    A notícia não menciona um fator muito importante: a taxa média de ocupação de quartos. Se for baixa (algo como 60%) é inviável construir mais hotéis. Hotéis novos só se viabilizam quando esta taxa sobe acima dos 80% acredito eu. Não sei os números corretos, mas esta é a idéia.

    Em resumo, isso é apenas um reflexo de que Porto Alegre é, relativamente, menos turística que outras capitais. E isto é obvio pois várias outras capitais tem praia, basta observar quais são as 3 capitais logo acima de Porto Alegre.

    Porto Alegre nem mesmo tem um local adequado para grandes feiras, como as feiras alemãs. Isto seria algo do tamanho do Parque Assis Brasil de Esteio, mas fechado. Sem isso, reclamar que temos poucos hotéis é um olhar de muito curto alcance.

    Curtir

  3. Vale também pra Curitiba, a cidade modelo, que está em último.

    Curtir

  4. O Brasil inteiro recebeu em 2011 cerca de 5,2 milhões de turistas estrangeiros? Me espanta. Em 2011 a cidade de Tóquio ( SÓ A CIDADE ) recebeu 5 milhões de turistas estrangeiros. E é somente o vigésimo destino mais visitado do mundo. Na minha opinião o Brasil não é um destino turístico como muitos pensam.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: