A orla está sendo limpa. E agora ?

Chamada para a limpeza da orla. Dia da Terra. 22 de abril de 2012. Facebook

Vários grupos e entidades (incluindo um apoio na divulgação do Blog Porto Imagem), através do Facebook, neste último domingo, dia 22 de abril, em campanha iniciada uns 15 dias antes, juntaram-se na orla em frente ao Museu Ibere Camargo, zona sul de Porto Alegre para proceder a limpeza (macro limpeza) desta área. A ação foi principalmente a de retirar objetos os mais diversos possíveis da pequena praia. Atitude exemplar, cidadã. Pois bem.

A cidade está salva… Acabaram-se os problemas da orla?

NÃO. INFELIZMENTE NÃO.

Atividade, de cunho educativo, limpou a orla em frente ao Museu Ibere Camargo no domingo, dia 22 de abril, com ampla cobertura da imprensa. Foto: Divulgação.

Nós do Blog Porto Imagem propagamos a ideia de que a orla precisa ser devolvida a população de Porto Alegre. Não somente limpa. E como se esta limpeza significasse que mais pessoas irão frequentá-la. Não é só isso. E a segurança? E a estrutura mínima para se usufruir a orla ? Estamos há anos na luta para que a cidade de Porto Alegre valorize e mude o destino de sua orla. Região da cidade belíssima, mas sem qualquer estrutura.

Aí temos que citar o belíssimo projeto do escritório do Arq. Jaime Lerner que agora entra em fase decisiva de seu projeto executivo. Começa a tramitar na prefeitura uma nova possibilidade pra nossa orla. Este sim, um projeto que visa a resgatar uma área morta da cidade. E, quando não morta (no caso da região do Gasômetro, amplamente frequentado durante o dia, aos finais de semana) tem uma estrutura aquém de uma cidade como Porto Alegre poderia e deveria ter.

Tenho medo que essa sensação agora que paira no ar de que “a população de Porto Alegre” está limpando a orla do Guaíba tome outra dimensão de que estão acabando os problemas da nossa orla. Não é isso que reivindicamos.

Um dos mais notáveis e mais acessados posts do Blog Porto Imagem foi justamente sobre a nossa orla e a comparação com áreas afins de outras cidades.

Recebemos centenas de telefonemas e e-mails nos parabenizando pela iniciativa do Blog. Inclusive de tecnicos da própria prefeitura. Nos diziam as pessoas: “finalmente alguém está acordando e alertando as autoridades municipais de que a orla de Porto Alegre está jogada às traças”.

O único lugar regularmente frequentado, a Praia de Ipanema, na zona sul, é um lugar modesto para uma metrópole. A prainha do Gasômetro é um lugar intensamente frequentado nos domingos principalmente, mas não dispõe de qualquer infra-estrutura, a não ser a própria Usina. Ao contrário, chão batido, barro e um certo descuido com a área reinam.

Queríamos mudar essa paisagem. Queríamos propiciar a população de Porto Alegre um lugar de primeira, um lugar ajardinado, com segurança, com estrutura mínima para que seja usufruído. E não apenas uma orla limpinha para que os marginais, e demais escórias da sociedade frequentem melhor.

Pessoal que está promovendo a limpeza da orla: PARABÉNS!

Mas não se detenham somente nisso.

A cidade precisa de mais iniciativas. Precisa de mais ousadia.

Pensem nisso.

__________________________

Frente do Museu Iberê Camargo. Orla suja, não dá vontade de frequentar. Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

Aqui deixo alguns links de 2 posts que fizemos  sobre a orla, em especial o post SOS ORLA, que teve dezenas de milhares de acessos por muitos meses e foi exaustivamente comentado e lembrado, inclusive via e-mail  por toda a cidade.

SOS ORLA

ORLAS BONITAS E VALORIZADAS PELO MUNDO



Categorias:Lago Guaíba, Meio Ambiente, ORLA, Prainha do Gasômetro, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, , , , , ,

6 respostas

  1. Gilberto, essa é exatamente a ideia, limpar ..mas para ocupar…não limpar e ir embora. Tanto que apenas 6 dias depois da limpeza, menos de uma semana, vai haver a primeira ação de ocupação: Retomada da Prainha do Iberê

    Na documentação desse evento tem exatamente esse espírito:

    “Depois da limpeza surgiu a ideia de ocupar mais o lugar. Batizamos esse trecho de Prainha do Iberê. É um belo trecho de orla, praticamente deserto, e essa falta de ocupação é que permite que mais lixo se acumule lá.
    Propomos para o próximo sábado, dia 28 de abril, um evento cultural e ecológico informal na Prainha do Iberê, a partir das 16 horas até o anoitecer. Nesse encontro com a natureza se fariam apresentações, palestras, conversas, música acústica ao vivo, para aproveitarmos o que a natureza nos oferece nesse lugar.”

    Nos emails que enviamos, convocando o evento, enfatizamos que limpar só não adianta, e devemos ir além:

    “Mas não se pode apenas limpar e depois abandonar o lugar. É a falta da presença humana que propicia a falta de cuidado. Depois de limpo, o lugar, que batizamos informalmente de Prainha do Iberê, mostrou a sua beleza e a proximidade entre meio-ambiente
    privilegiado e um museu de arte contemporânea não pode ser
    disperdiçada.
    Por isso estamos convidando a todos para uma confraternização
    exatamente no mesmo lugar, neste próximo sábado, a partir das 16hs, para tomar chimarrão, ouvir pessoas falando sobre o meio-ambiente, história e ecociclismo, além de música ao vivo, aproveitando a natureza e o por-do-sol no Guaíba.”

    Vamos lançar outras atividades relacionadas a Prainha do Iberê amanhã no local (se nao chover, se chover, vamos fazer no feriado, na terça, mesmo horário).

    Então nao se trata de nenhuma maneira de uma limpeza superficial, mas a limpeza era necessária, tinha que se fazer isso primeiro.

    Além disso não tocamos na vegetação, que consideramos muito bonita, como mostramos nas fotos. Nem os troncos mortos ou os galhos secos tiramos do lugar, já que fazem parte da natureza, estariam ali, mesmo que Porto Alegre não existisse…

    Mas a Prainha do Iberê não será retomada apenas porque um ou dois querem,são as pessoas que vão decidir se querem mesmo aquele lugar revitalizado… e uma maneira de demonstrar isso é simplesmente indo lá, aproveitando essa oportunidade em que várias pessoas tb irão e se dá mais visibilidade ao lugar.

    Então, todos estao convidados, mais detalhes no grupo do face:

    http://www.facebook.com/events/277170855698888/

    Ponto de Encontro na Prainha do Iberê: http://g.co/maps/5ahrm

    A partir das 16hs, leve cadeira, toalha para por no chão, comida se quiser, e saco de lixo para deixar limpo no final.

    Curtir

  2. Valeu Gilberto obrigado pelo apoio, sabias palavras, amanhã vai ocorrer a retomada da Praia do Iberê, organizando aqui https://www.facebook.com/events/277170855698888/
    Eu ajudei a organizar, não quero matar a mata ciliar, acho que a Orla deveria ser uma floresta totalmente coberta de árvores nativas, mas com caminhos para as pessoas andarem e aproveitarem, segura, ecológica, natural e bonita. Juncos então acho maravilhoso. Agora se tiver que cortar um marica não há de se fazer uma tempestade em um copo d’água apenas deve-se tomar medidas compensatórias, para cada um cortado 100 devem ser plantados e acompanhados até chegar a fase adulta. Que tal?

    Curtir

  3. Precisa de árvores e segurança!

    Curtir

  4. Nao se iluda Gilberto.
    A grande maioria desse pessoal que aparece la para “limpar a orla” so quer saber de mata ciliar nativa, junco, marica e perereca do banhado. Abra os olhos!!
    Se querem realmente mudancas tem que usar o poder do blog e cair encima!!

    Curtir

  5. Uma das iniciativas mais legais que eu ja vi acontecer na nossa cidade.acho que agora temos que fazer algo parecido na orla do marinha do brasil.Sehouver estarei la denovo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: