Força Tarefa começa a atuar no bairro Cidade Baixa

Ações terão apoio da Brigada e envolverão 40 fiscais e servidores Foto: Ricardo Stricher/PMPA

O grupo formado por nove secretarias e departamentos da prefeitura começa nesta sexta-feira, 11, as ações de fiscalização no bairro Cidade Baixa. A Força Tarefa foi montada para garantir o cumprimento da legislação e assegurar tranquilidade e convivência pacífica entre moradores, empresários e frequentadores do bairro. As ações envolverão 40 fiscais e servidores municipais. Serão utilizados 10 veículos e haverá apoio da Brigada Militar.

O prefeito José Fortunati e o secretário municipal da Produção, Indústria e Comércio, Omar Ferri Júnior, vão dar a largada à primeira blitz. O grupo se reúne no Largo Zumbi dos Palmares, a partir das 23h. “Nossa estratégia é a prevenção. Queremos fazer um trabalho de educação e conscientização, mantendo essa fiscalização intensa e ostensiva para evitar problemas, para que não ocorram conflitos e todos ajam de forma correta.” disse Ferri Júnior na reunião da Força Tarefa.

Os fiscais estão orientados a monitorar as atividades noturnas na Cidade Baixa, inclusive as filas de entrada em bares e casas noturnas, que muitas vezes geram aglomerações de pessoas em calçadas e vias públicas. Segundo Ferri Júnior, o empresário deve ter controle da fila que se forma em frente ao estabelecimento. Ele acrescenta que é preciso conscientizar também o frequentador da Cidade Baixa, que vai até lá para se divertir e e não pode causar transtornos àqueles que moram ou trabalham no bairro.

O grupo está orientado a emitir advertências, notificações e multas. Caso necessário, poderão fechar os estabelecimentos que não estejam cumprindo a lei. A punição varia de acordo com a gravidade da irregularidade.

Força Tarefa:

  • Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic)
  • Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam)
  • Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov)
  • Secretaria Municipal da Saúde (SMS)
  • Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC)
  • Guarda Municipal
  • Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU)
  • Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC)
  • Centro Administrativo Regional (CAR Centro)

Prefeitura



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

18 respostas

  1. Se as filas que se formam para entrar nas casas noturnas estão causando transtorno aos moradores, sinal que as calçadas estão estreitas, ô PMPA dos infernos! Me refiro principalmente à João Alfredo, cujas calçadas são estreitíssimas e a pista conta com estacionamento de carro dos dois lados. Tira o maldito estacionamento e alarga a calçada, que muito mais gente vai aproveitar aquele espaço público e os moradores vão ter mais espaço pra circular.

    Curtir

    • Melissa, eu constantemente falo isso aqui e pros emails pra prefeitura: MUITAS MUITAS ruas da cidade são estreitas, tacanhas, e deveriam ser ampliadas. INÚMERAS ruas do centro são assim, e a Joâo Alfredo sim, poderia ser aumentada.

      Curtir

    • Vou te contar o que já ouvi dentro da EPTC. Eles tem medo de tirar estacionamento porque houve alguma vez que isso foi feito e apareceram lá comerciantes furiosos. Infelizmente, muito comerciantes acham que mais estacionamentos é melhor para seu negócio, nem que isso custe fazer de sua rua um lugar desagradável e apertado.

      Mas cada caso é um caso, pode ser que a maioria dos comerciantes da João Alfredo não pensem dessa forma e que gostariam de ter um passeio maior, já que uma rua mais bonita atrai mais pessoas e movimenta o negócio.

      Curtir

    • Os moradores nao reclamam dos espaços, eles querem e se livrar dos gays que ficam se agarrando por la. Lembro muito bem que esse nhenhenhe começou depois de uma reportagem falando que pegavam gays transando dentro de banheiros, ou de gays se beijando na rua de forma nada cristã.. ai começaram a bater na tecla sobre isso

      Curtir

      • tenho impressão que é aquela gurizada de 16 anos que vai beber vinho de garrafa plástica na redenção domingo, compram o vinho no armazem da venancio e voltam pra parque e depois vão pra frente do zaffari.

        Curtir

    • Guilherme, aí já entramos em outro assunto. Lembro dessa reportagem lamentável da Zero Hora, mostrando fotos de pessoas do mesmo sexo se beijando como se fosse algo no mesmo nível que as outras fotos de pessoas jogadas no chão e vomitando.

      http://jornalismob.com/2011/04/06/zero-hora-e-um-certo-fotografo-a-servico-da-homofobia/

      Curtir

  2. Isto já está uma chatisse. Leis especiais para um bairro, repressão e métodos agora de encontrar culpados para um fila.
    A cidade baixa é zona boemia e noturna há um século e a ditadura da PmPA quer sossego aos moradores.
    Eu como morador e profundamente contra as ações da Prefeitura só tenho dias coisas a dizer.
    Primeiro que todas estas ações estão mais ligadas a especulação imobiliária do que sossego dos vizinhos. Segundo, tem eleição este ano, e provavelmente sairão a patota atual.

    Curtir

  3. Cidade baixa tem tudo pra virar uma nova farrapos. A vida dela eraa noite, nao e um lugar que chama a atenção para novos negocios. Vourir muito dos chorões quando seus apartamentos estiverem valendo a metade do que pagaram.. haha

    Curtir

  4. Ó não, regras e fiscalização! O fim do mundo para brasileiros!! Kkk

    Curtir

  5. Só o que faltava era criar uma Gestapo para patrulhar a Cidade Baixa!

    Curtir

  6. Triste foi qndo começaram – leia-se BM e SMIC – a fechar bares…logo depois só o que se via na Cidade Baixa eram BRIGADIANOS DESFILANDO COM ESCOPETAS E ARMAS DE GRANDE PORTE, tudo isso para que???
    Semana passada qndo da “inauguração” do novo horário haviam várias duplas de BMs circulando apé pelas ruas, como se fossem pedestres como qlqr um…me lembrou muito minha cidade do interior…
    Por isso, as campanhas devem ser FISCALIZATÓRIAS E CONSCIENTIZADORAS e não EXTENSIVAS E REPREENSIVAS!!
    Outra coisa é a proibição de bares de vender cerveja em copos de plásticos – que absurdo, o cara não poder comprar nada e sair bebendo em copos plásticos, pq isso?

    Curtir

    • Percebi isso. Juro que ainda vou me prestar a incitar a todos os frequentadores da CB a leveram ceva e ficarem bebendo na rua…quero ver o que a SMIC vai dizer

      Curtir

  7. Mas que barbaridade! Ficar fiscalizando dessa forma é constrangedor. Poderia o pessoal do blog divulgar os nomes do vereadores envolvidos nisso?? Quero muito saber quem está por trás dessa história toda….

    Curtir

    • Acho que o blog sofre a mesma opressão que os grandes meios de comunicação. E como a justiça não está ao nosso lado, a situação é mais ou menos essa:

      Curtir

  8. Quando as festas estiverem espalhadas pela cidade, infernizando bairros residenciais todos vão gritar “volta cidade baixa!”

    Curtir

  9. Nossa, a cidade baixa vai virar um campo de concentração.

    Se continuar essa repressão de estado na zona boêmia, dou 5 anos pra CB virar uma ZONA ERMA na cidade, enquanto que os bares terão se deslocado pra outras zonas, igualmente ou mais residenciais, como Santa Cecília, Menino Deus, etc.

    Curtir

    • Extremamente ridículo isso. Ja está virando campo de concentração mesmo. Nunca pensei que POA pudesse chegar onde chegou. Está decretada a morte da cidade baixa. Infelizmente!

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: