Fotos aéreas das obras de expansão do Trensurb a Novo Hamburgo

Data das fotos: final de março / início de abril

Dados gerais:

  • Extensão: 9,3 quilômetros em elevado.
  • Número de estações: cinco com acessibilidade universal – Rio dos Sinos (São Leopoldo), Santo Afonso, Industrial, Fenac e Novo Hamburgo, (Novo Hamburgo).
  • Tempo estimado do percurso total: 55 minutos.
  • Investimento estimado: R$ 939,6 milhões (referência de março de 2012). Recursos do Governo Federal.
  • Prazo estimado para conclusão: segundo semestre de 2012 (quatro anos a partir da ordem de início das obras, em fevereiro de 2008, ampliados devido às obras complementares aprovadas em agosto de 2011).
  • Demanda prevista a ser agregada ao sistema: 30 mil novos usuários.
  • Contratação direta de 1.200 trabalhadores para execução da obra e outros 3.000 empregados indiretos.
  • Execução das obras: Consórcio Nova Via – empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo/Busnello e T’Trans.

Principais benefícios

  • Tarifa de transporte público mais barata da Região Metropolitana de Porto Alegre.
  • Diminuição do tráfego de automóveis e ônibus na BR-116, gerando diminuição de acidentes e da poluição do ar.
  • Constituição do Terminal Integrado Regional junto à Estação Fenac;
  • Integração tarifária com mais de 600 linhas de ônibus da Região Metropolitana de Porto Alegre, através de bilhetagem eletrônica.
  • Melhoria da infraestrutura de transporte público da Região Metropolitana de Porto Alegre para a Copa do Mundo de Futebol de 2014.
  • Reurbanização dos entornos das estações (obras de drenagem pluvial, saneamento, pavimentação de ruas e calçadas, etc.).
  • Construção de uma ponte rodoviária sobre o Rio dos Sinos ao longo do prolongamento da Av. Mauá, em São Leopoldo.
  • Novo sistema viário desde a Av. Mauá (a partir da travessia do Rio dos Sinos) até a Av. Governador Roberto da Silveira, com duas pistas laterais ao elevado, canteiro central e passeios laterais.
  • Execução de serviços para melhoramento hidrodinâmico do Arroio Luiz Rau.

Fonte das informações e fotos: TRENSURB S.A.  –  Secretaria de Comunicação



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Trensurb

Tags:, , , , ,

22 respostas

  1. Eu durante muito tempo utilizei o Trensurb para ir trabalhar em Porto Alegre, tem problemas, sim, mas nada neste país é perfeito, mas acho o nosso trem o melhor meio de transporte, claro devem haver ações para que os horários se mantenham e que não fiquem super lotados, o que será inevitável em certas épocas, como quando houver Expointer e Fenac. Durante muito tempo trabalhei em Novo Hamburgo e ir de Sapucaia do Sul para lá e depois a volta é um verdadeiro martirio, a população a muito tempo merecia a extensão do Trem, não ficar mofando nas paradas e depois voltar para casa de ônibus, com tarifas caras e espremidos. Não estou defendendo os administradores, eles ficam em brigas politicas e quem perde é a população, mas algum de vocês já utilizaram os trens de São Paulo ? O nosso é maravlhoso.

    Curtir

  2. Com o início das atividades nas 2 novas estações, 1 em SL e 1 em NH, basicamente só fará diferença para usuários de São Leopoldo, pois a 1ª estação de Novo Hamburgo, Santo Afonso/ECNH é praticamente na divisa com SL. Como grande parte dos moradores desta região trabalham em direção ao centro de NH, eles não utilizarão o trensurb por não ter a ligação com o centro da cidade. É claro que com o tempo essa região irá atrair trabalhadores de outras cidades por haver essa nova conexão. Mas agora no início o aumento de usuários se dará principalmente por SL. Mas é claro que esses novos trens são para ontem e já deveriam entrar em funcionamento com essas 2 novas estações.

    Curtir

  3. Quantos trens foram comprados? Quase 10km e 30 mil passageiros a mais com a mesma quantidade de trens? Até uma criança enxerga o problema nisso. Sem falar que os trens não têm ar condicionado.
    Mas eu gosto bastante da qualidade da construção desse novo trecho elevado, acho bonito. Bem mais que a parte que passa por Porto Alegre, de longe.

    Curtir

    • Aí é que está, parece que os novos trens ainda não foram comprados e segundo informações do próprio presidente da Trensurb, depois de encomendados, esses vagões levam 1 ano e meio para ficarem prontos.

      Curtir

      • Comparando o Trensurb com ônibus, não esquecemos que as empresas de ônibus são responsáveis apenas pelo o ônibus, já a prefeitura (nós) é responsável pelas paradas, corredores, viadutos para os ônibus, segurança, venda de passagens (cartão TRI) e até a segurança. No caso de trens não é bem assim, então não dá para exigir expansão, compra de locomotivas, vagões, instalação de ar-condicionado… tudo ao mesmo tempo.

        Curtir

  4. Quando vão colocar assentos confortáveis no trensurb? Duvido alguém ficar cinco minutos sentado naquilo sem doer a bunda.

    Curtir

    • se tu tem mais de 1,70m é praticamente impossível não sair com dor nas costas.. acho que os japoneses são baixinhos hahaha

      Curtir

      • Tenho 1,80m e nunca tive problemas, nem na época em que viajava diariamente de São Leo à Porto Alegre. Acho que é um pouco de exagero da parte de vocês.

        Curtir

        • então eu devo ter problema nas costas (na real eu tenho mesmo), mas uns assentos estofados não seria uma ruim né?! rsrsrs

          Curtir

    • Em são Paulo os bancos são iguais… e todo mundo usa!
      Tem mais é que deixar assim, evita facilidade para estragarem.

      Em geral eu acho os vagões em ótimo estado… o problema é o sistema que dá pane!

      Curtir

    • Pra mim os bancos podem ser de pedra, prefiro que gastem em ar condicionado, sem dúvida.

      Curtir

  5. Fico na expectativa de como ficará, ao passar dos próximos anos, aquele bolsão de pobreza da vila santos dumont. Espero que a região EVOLUA, pois ali é uma realidade muito triste, muita gente vivendo em sub-moradias, com pouca ou nenhuma infraestrutura municipal. O interessante é que uma estação ficará próxima do estádio do Esporte Clube Novo Hamburgo, diminuindo talvez, o trânsito na 116 em dias de jogo e facilitando a integração entre as cidades da região metropolitana.

    Curtir

  6. Fico feliz com a expansão do Trensurb, que era uma requisição do pessoal de Novo Hamburgo há anos. Uma vez noticiaram que o Trensurb, desde a instalação evitou a emissão de muitas toneladas de CO2. Seria legal se divulgassem esse valor corrigido.

    Curtir

  7. Parece que vão inaugurar o novo trecho sem comprar trens novos. Vão iniciar o processo de compra só agora e a entrega dos novos vagões se dará lá por 2014. Ou seja, serão quase 2 anos de aperto, lotação, interrupções por problemas técnico e, no final, milhres de pessoas abandonando a opção do trem.

    Curtir

    • Julião

      Não tem uma palavrinha de elogio?

      Curtir

    • Concordo contigo Julião porem não creio que o pessoal deixe de usar o trensurb, todos nós nos sentimos obrigados à usá-lo, pois os onibus da região metropolitana são ainda piores, e dirigir na BR116 nos horários de pico é impraticável. Eu mesmo quando morava em São Leo e trabalhava em Porto Alegre usava o carro raramente para esse deslocamento. E agora que voltei à Porto Alegre e trabalho e estudo em Canoas uso o trensurb, e infelizmente, mesmo lotado eu continuarei usando.

      Curtir

      • Como a estrada do Parque ficará pronta antes da vinda dos trens novos, muitos passageiros do trem migrarão para os automóveis. Não estou falando de quem mora em Novo Hamburgo, mas de quem pega o trem de São Leopoldo para cá, inclusive em Canoas, que fatalmente pegará o trem superlotado em horários de pico.

        Curtir

    • Além disso, como defensor do investimento prioritário no setor ferroviário, acho um erro um trem urbano, como Trensurb, estender-se a essa distância, prejudicando a qualidade do sistema no caminho. Novo Hamburgo está a mais 40 km de Poa e ficaria melhor conectada por um trem regional ou expresso.

      E, políticos demagogos, ainda falam a levar esse trem a mais adiante.

      Curtir

      • O metrô até Novo Hamburgo é muito necessário sim, e sempre esteve no projeto original da Trensurb, desde 1985. É uma cidade grande, mais desenvolvida que São Leo ou Sapucaia, e o deslocamento até POA é pelo mesmo caminho, a BR 116, além de trazer a FENAC à linha do trem.
        Só concordo contigo qnto à expansão além de NH, pode ser até Canudos passando pela Feevale, mas em cidades como Campo Bom e Sapiranga, não vejo justificativa ou demanda suficiente, e também já estão fora da linha da BR 116.

        Curtir

    • Não dá para exigir uma grande evolução nas ferrovias após 50 anos de sucateamento desde a política rodoviarista do governo Juscelino Kubistcheck.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: