Você gosta da maior divulgação que Porto Alegre faz de si ? (aqui está o mais bonito pôr do sol do mundo)

Esta semana um leitor do Blog Porto Imagem fez um comentário interessante sobre o propagandeado pôr do sol portoalegrense:

“Há uma coisa que me irrita:  quando dizem que o pôr do sol é o mais bonito DO MUNDO.

E não falam isso em tom de licença poética. As pessoas realmente acreditam nisso. E, em função disso, acham Porto Alegre um destaque no pais, um astro internacional. Mas o que me enoja não é isso. Achar-se “o bom” é uma coisa positiva e estimulativa para um povo. O que me enoja é que um povo que acredita ter a oitava maravilha do mundo… nunca se fez nada em função disso.

*****________*****

Já fui em João Pessoa, que tem um adorado pôr do sol, o pôr do sol “do Jacaré”.  É um verdadeiro evento!

Vai uma multidão de pessoas da cidade. Além dos moradores da cidade, que fazem do pôr do sol um programa, vão muitos turistas, também. É um programaço! Há bares e restaurantes na beira do rio Jacaré. Sim, na orla. Aí todos os dias tem um músico que vai num barco e, de dentro dagua, toca um Bolero de Ravel exatamente quando o sol está caindo. Lindo. As pessoas ficam extasiadas. Uma multidão de gente fica fotografando o sol cair.
No local há uma estrutura de apoio às pessoas que vão lá. Há uma rua cheia de lojinhas charmosas vendendo souvenirs do Por do Sol do Jacaré. Além de restaurantes e bares legais. É um point lá.
Ah, o pôr do sol de lá é lindo, laranja, tem várias nuances , é deslumbrante.

*****________*****

Já em Porto Alegre… é vergonhoso e completamente inacreditável que a dinâmica da cidade nunca caminhou em direção a viver sua fantástica e totalmente incomparável atração.

A cidade não vivencia, não curte. Os moradores não vivenciam, nem fazem do espetacular pôr do sol um programa, um lazer. A tendência natural e lógica seria haver locais para as pessoas apreciarem o que mais dizem gostar. Seja próximo ao Guaiba, seja do alto de morros ou terraços. Seria totalmente natural ser assim em uma cidade cuja maior marca é o  pôr do sol.

Também não explora-se comercialmente para o moradores da cidade ! (nem falo para os turistas). Lembro agora como sabe-se explorar muito bem a questão do churrasco e do gaúcho, criando várias atrações e churrascarias excelentes, que atraem muitos turistas. E o pôr do sol, assim como o churrasco e gauchismo, não faria, também, parte da essência de Porto Alegre?

Fica parecendo até que é uma mentira que realmente possuimos esse espetáculo do sol. Isso, constrangedoramente, desnuda nossa mentalidade provinciana e pequena, de quem se acha  mas, na verdade, age com uma autêntica pequenês “

*****________*****

Uma pergunta:  se um turista quiser ver  a maior atração  de Porto Alegre, como ele faz ?

*****________*****

Para fechar esta matéria, alguns pores do sol do Brasil e do mundo:

Pôr do Sol do Jacaré – João Pessoa

Dos bares, os turistas também têm direito ao Bolero de Ravel, compondo uma atração única

O senhor de pé no barco que  está tocando Bolero de Ravel (foto abaixo)

Não é de Porto Alegre que estão falando na foto abaixo:

Brasília  –  Lago Paranoá:

SALVADOR – Bahia:   

Nova Iorque:

Manaus:

Belém -visto com todo o conforto, da Estação das Docas:

Rio de Janeiro:

Todos param e reverenciam o espetáculo

Montevideo:

Valparaiso  –  Chile:

.

 



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , ,

29 respostas

  1. Aviso geral:
    Estamos procedendo verificação de endereços de e-mail.
    Comentário com e-mail falso será deletado.
    Apenas a equipe do Blog vê os e-mails. Não ha problema algum colocar o e-mail verdadeiro.
    Próximos comentários coloquem e-mails válidos por favor.

    Curtir

  2. Não é só para o pôr-do-sol que viramos as costas. O Viaduto da Borges, como foi citado ou a redenção estão em condições precárias, muito fruto da falta de valorização do bem público que é ensinada nas escolas. Antes, respeitava-se as construções e pontos históricos. Hoje, estes pontos servem para pichações em protestos de rebeldes sem causas ou são vítimas de depredação por parte de uma juventude que não é ensinada a respeitar a memória de sua cidade.

    Curtir

  3. O problema começa pelo fato que a população e os turistas tem pouquíssimos locais de acesso às margens do lago e, mesmo onde tem, não há infraestrutura decente. Quanto a esse ditame de maior por-de-sol do mundo deve-se a outro fato de que alguém, em priscas eras, disse isso num momento de arrebatamento pela paisagem e foi posto na mídia. Essa observação foi aproveitada pelo marketing turístico e aí ficou.

    Curtir

  4. Tinha escrito um comentário de umas 50 linhas criticando o post mas, quando fui mandar, a internet caiu. Não vou escrever tudo de novo. Vou apenas responder a pergunta-título: sim, eu gosto da divulgação. Ela traz turistas e aumenta o ego baixo dos porto-alegrenses – o que só ajuda a fazer com que as pessoas mantenham o cuidado com a cidade (ao contrário desse post que tenta denegrir e rebaixar Porto Alegre e os porto-alegrenses). Se vocês conhecem pessoas que são desleixadas com a cidade porque acham que ela é perfeita, precisam trocar de meio social urgentemente. Eu nunca vi ninguém assim, muito pelo contrário.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: