Porto Alegre instala placas nos lugares onde houve tortura

 Até o fim do ano, pedestres que passarem em frente ao palácio da Polícia Civil, em Porto Alegre, poderão se deparar com uma placa da prefeitura com inscrições como “Aqui houve tortura”.

O município e a ONG Movimento Justiça e Direitos Humanos assinaram ontem convênio para sinalizar locais da cidade que abrigaram crimes cometidos por agentes do regime militar (1964-1985).

Um presídio desativado e uma praça que sediou uma unidade militar também deverão receber sinalização. No atual palácio da polícia, funcionou o Dops (Departamento de Ordem Política e Social), um dos órgãos da repressão.

O movimento também quer colocar placas em frente a dois quartéis do Exército ainda em funcionamento. O convênio prevê que o município bancará os custos dos memoriais, enquanto a entidade, liderada pelo ativista Jair Krischke, ficará responsável pela pesquisa histórica.

O prefeito José Fortunati (PDT) afirmou que a iniciativa permitirá que o povo “conheça o que aconteceu nos anos de chumbo” em um momento em que a Comissão da Verdade acaba de ser instaurada pelo governo federal.

Para Krischke, o projeto, batizado de “Marcas da Memória”, se contrapõe à iniciativa dos militares de dar o nome de presidentes do regime a equipamentos públicos.

O projeto de identificação foi inspirado em ações realizadas no Uruguai e na Argentina. Ativistas produziram até catálogos com centros de repressão militar em Buenos Aires e em Montevidéu.

Há duas semanas, militantes de esquerda encenaram torturas em frente a uma casa usada pelo Dops em Porto Alegre e colaram adesivos com inscrições como “Aqui nessa rua pessoas foram torturadas e mortas”. O local também está na lista dos que deverão ser sinalizados.

FOLHA.COM

FELIPE BÄCHTOLD

DE PORTO ALEGRE



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

27 respostas

  1. “Há duas semanas, militantes de esquerda encenaram torturas em frente a uma casa usada pelo Dops em Porto Alegre e colaram adesivos com inscrições como “Aqui nessa rua pessoas foram torturadas e mortas”. O local também está na lista dos que deverão ser sinalizados.”

    Engraçado é que estes “militantes de esquerda” fazem olho branco para a tortura comunista socialista de esquerda, Stalin, Mao, Fidel e toda turma do leste europeu e da Coréia do Norte, mais de 100milhões mortos por discordar das idéias do estado ditador, aí pode? Ahhh eles não eram ditadores eles eram “líderes ” fala sério que ainda se de mídia para estes tipos.

    Curtir

    • Essa é a dupla moral comunista. Quando estão no poder, geram o mesmíssimo terror que juravam combater quando estavam na oposição.
      Como a “revolução” é boa em sua essência, vale tudo pra chegar nela. Tudo será perdoado.

      Curtir

  2. Como de hábito estamos sempre olhando para trás no RS.

    Curtir

  3. Sim me parece que que na fila do SUS em toda as cidades brazileiras vão colocar uma placa tambem. AQUI A TORTURA É CONSTANTE, OBRIGADO BRAZIL!
    UM PAIS DE TOLOS.

    Curtir

  4. Poderiam instalar placas com o nome das ruas, seria muito mais útil para a sociedade.

    Curtir

  5. O bom e velho revanchismo. Essas pessoas são incapazes de aceitar que a ditadura militar acabou. Essas plaquinhas vão contribuir pra manutenção de uma imagem negativa associada à polícia civil (e à força policial em geral), cuja instituição já está inserida no modelo democrático faz muito tempo. Fingem querer relembrar os horrores da ditadura, mas são só um bando de sem-vergonhas que não gosta de lei e ordem e nem dos oficiais que as aplicam. E como hipocrisia pouca é bobagem, vocês podem ter certeza que quando esses iluminados sofrem um assalto se dirigem à delegacia mais próxima pra registrar uma ocorrência.

    Curtir

  6. Só em Porto Alegre mesmo para se preocupar com uma coisa tão rídiicula quanto esta. Por que não se preocupam em instalar relógios digitais de LED como em Florianópolis. Por que não se preocupam em recolher o lixo que infesta esta cidade moribunda ou remover as pichações…Porque não se preocupam em derrubar o esqueleto que enfeia e entristece esta cidade. Para mim, tortura é ver Porto Alegre cada vez mais largada, violenta, suja e sem perspectiva. Rever o passado é ótimo, mas chegar a uma coisa absurda como essa, faça meu favor!!!! Só em Porto Alegre mesmo..

    Curtir

  7. Bom, eu concordo com todo mundo aqui. Achei a coisa mais absurda essa ideia de por as placas avisando os locais de tortura.

    Que criem um museu então só pra isso. Aí vai la quem quiser saber sobre o tema.

    Curtir

  8. Imagina que legal, os poucos turistas que vem pra Poa, vão chegar e ver
    “alguem foi torturado neste local…”

    Pqp, só em Porto Alegre pra essas palhaçadas se tornarem realidade.

    Curtir

  9. Bá, isso tem grandes chances de dar errado…

    Curtir

  10. E a tortura da saúde pública, da segurança, da educação, da corrupção, da favela,da mobilidade, do lixo……

    Curtir

  11. Esta gente não tem o que fazer. O mundo esta ficando um lugar bem difícil de viver. Por que as minorias estão ganhando tanta força?
    Sou completamente contra a tortura em qualquer época ou situação, mas isto é demais, será que não querem fazer o mesmo.
    Agora imaginem as pessoas que trabalham no Palácio da Polícia serem obrigadas a ver este cartaz todos os dias.

    Curtir

  12. Sem desmerecer a preservação da memória, essa iniciativa é péssima. Os cidadãos de Porto Alegre e os turistas vão ter de conviver eternamente com marcos negativos da cidade e da sociedade local. Menos, por favor. Há outras formas de preservar a memória negativa. Por que não há marcos semelhantes para coisas positivas que ocorreram na cidade? Chega de baixo astral!

    Curtir

    • Não, Gilberto! O que foi o Coliseo-Roma? A Place Pigalle-Paris? A Via Dolorosa-Jerusalem? Em Berlin, a avenida do Charles-Point (esqueci o nome)? Um erro esquecido, será um erro repetido…

      Curtir

  13. Por acaso esse lugar foi algum presídio da ditadura? http://i.imgur.com/IeK7P.jpg Fica bem perto do Beira-Rio e do lado da FEBEM.

    Curtir

  14. deviam botar na praça da alfândega um “aqui um pm foi morto a foice” também.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: