OFICIAL: A SMAM É CONTRA AS FONTES

Pessoal, agora é oficial, e com a explicação mais esdrúxula possível. Pasmem: a fonte da Praça General Daltro Filho, como foi questionada neste blog dias atrás, foi realmente RETIRADA. E a palavra de ordem da SMAM é:  retirem as fontes, mantenham-nas fechadas e nao coloquem novas de maneira nenhuma.

Abaixo email que me foi remetido pela SMAM minutos atrás:

Prezado Marcelo, 
A fonte da praça Daltro Filho não se tratava de elemento com valor específico em si mesma, histórico ou arquitetônico. Fontes têm se mostrado equipamentos de difícil manutenção e conservação, não sendo mais colocadas nas praças da cidade. 
A Smam mantém aquelas que contam com importância histórica, como a da Praça Marquesa de Sévigné, mas não as mantém ligadas, por representarem um grande consumo de água. Além disso, as comunidades costumam pedir à Smam que não mantenha as fontes ligadas deviso ao mau uso  que se faz delas – como lavar roupas e tomar banho. 
Diante do exposto, a Divisão de Projetos da Smam optou por suprimir a fonte no novo projeto da praça Daltro Filho. 
Att 
Assessoria de Imprensa SMAM

Por favor, aos que apoiam o bom senso, as fontes e os chafarizes que enfeitam todas as cidades do mundo, mostrem seu descontentamento nao somente neste blog, mas mandando emails para a SMAM:

zachia@smam.prefpoa.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.

__________________________

Acréscimo feito por Gilberto Simon

ENQUANTO ISSO, EM CURITIBA:

Fonte da matéria de Curitiba: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/chafarizes-embelezam-as-pracas-tambem-a-noite/24948



Categorias:Outros assuntos

46 respostas

  1. Dois vídeos do You Tube com praças do Rio de Janeiro, com fontes e chafariz…

    praça Xavier de Brito – Rio

    praça Saens Pena – Rio

    Curtir

  2. Porto Alegre está tomada por vagabundos e drogados alguns nas ruas acabando com as praças, monumentos e todo lugar publico destinado ao lazer do cidadão de bem. Outros estão no Piratini e em orgãos publicos que deveriam defender os interesses de quem paga impostos. Porto Alegre é uma vergonha.

    Curtir

  3. A Secretaria Municipal do Meio AMbiente (Smam) está realizando obras de reurbanização na Praça Daltro Filho. No novo projeto, a Divisão de Projetos e Construções optou por suprimir a fonte. Este elemento não possuía valor específico em si mesmo, histórico ou arquitetônico.

    Embora fontes venham se mostrando equipamentos de difícil manutenção e conservação, a Smam estuda caso a caso a colocação de novas e a manutenção das existentes. Recentemente, a Praça Marquesa de Sévigné, por exemplo, recebeu obras de reurbnaização e a fonte foi mantida, sendo totalmente reformada, por tratar-se de equipamento com importância histórica.

    No caso específico da Praça Daltro Filho, a fonte era alvo constante de depredações e vinha sendo mantida deslligada já há muitos anos, em função do mau uso que se fazia dela – como lavar roupas e tomar banho.

    Luiz Fernando Záchia

    Secretário Municipal do Meio Ambiente

    Curtir

    • Caro Secretário

      Como assíduo frequentador deste fórum agradeço em meu nome e talvez em nome de mais participantes a gentileza de prestar esclarecimentos.
      Não compartilho em muito sobre a forma que está sendo gerida esta cidade, mas como democrata devemos respeitar a vontade da maioria quem eleição livre e democrática elegeu esta gestão.

      Desde as minhas primeiras intervenções supus que esta diretiva não era oficial desta pasta, inclusive achei no início que isto era mais uma brincadeira do que qualquer outra coisa.

      Com a sua declaração, vejo que não foi uma brincadeira, foi mais a resposta de uma pessoa que não falava em nome da secretaria.

      A partir do escrito sugiro que tenha mais cuidado quanto a comunicações públicas da SMAM, pois elas se escritas como foi feita põe em dúvida a própria capacidade do Senhor em gerir uma pasta tão sensível a população nos dias de hoje. Comunicações em nome de secretarias, podem levar a equívocos e verdadeiras reações indignadas (como as minhas) que podem não corresponder a política oficial do município.

      Como o secretário se dispôs (como sempre deveria ser) a manifestar-se publicamente, coloco uma sugestão construtiva para o caso de fontes e chafarizes. Se o problema é a utilização dessas para fins não devidos (lavar roupas, por exemplo) porque a secretaria não diminui o volume das cubas deixando praticamente um espelho d’água nas mesmas. Desta forma o aspecto decorativo fica resguardado e se evita o uso indevido das mesmas.

      Mais uma vez, relembro, se a secretaria não quiser ler coisas desagradáveis na rede, tenha mais cuidado nas suas respostas públicas, pois ninguém em sã consciência poderia aceitar explicações como ” Fontes têm se mostrado equipamentos de difícil manutenção e conservação, não sendo mais colocadas nas praças da cidade.” sem ficar extremamente irritado com o governo municipal.

      Curtir

    • “…não possuía valor específico em si mesmo, histórico ou arquitetônico”.
      Valor estético, artístico, embelezador, refrescante serve?

      E a fonte da Marquesa de Sevigné foi pintada de um terrível laranjão TANG e continua seca, Sr Zachia.

      Curtir

  4. A equipe do blog portoimagem poderia mandar o link desse artigo para a imprensa, nao??
    Ficar so choramingando aqui nao leva a nada!

    .

    Curtir

Trackbacks

  1. MONTEVIDÉU « Gijlmar's Blog
%d blogueiros gostam disto: