Conheça o empreendimento na orla que poderá ser fechado

O descumprimento da lei sobre venda de bebidas alcoólicas pode levar ao fechamento deste empreendimento:

Fotos: Ricardo Haberland

A matéria a seguir foi publicada por este blog em 20/2/2012:

Logo após a orla proibida do clube Saba, está o Proa Praça Náutica.

Este novo empreendimento é constituido por um bar estilo rústico,  mas com ótimo ambiente. Também há uma escola de esportes náuticos. E, para completar, há um pequeno píer.

Tudo é rústico, mas de ótima aparência, formando um bom ambiente, que também é bem frequentado. Mas não confundam o bem frequentado com exlusão: o acesso é completamente livre. E completamente gratuito.

O lugar tornou-se um point na zona sul. Está sempre cheio de gente. A hora do pôr-do-sol é um sucesso. As pessoas mostram-se satisfeitas por estarem conseguindo ter acesso a orla e poder curti-la.

Um novo point da cidade.  Milagrosamente, na orla.

________________________________

– Nota ZERO :  escolinha do Grêmio, clube do Inter, Clube Veleiros, Iate Clube, Saba

Esses clubes possuem uma esplêndida área na orla, mas tem uma visão tão tacanha que os mantêm fechados, vazios, quase decadentes,  e não os abrem para o acesso ao público, roubando a orla dos cidadãos (a torre da Claro pode entrar nesta lista, também).  Ao passo que poderiam abrir ao público, tornarem-se lugares belíssimos, e ainda por cima ganhar muitas divisas com isso. Mentalidade tacanha, burra, provinciana, retrógrada.

– Nota DEZ :  ao Proa Praça Náutica, um oásis de luz e inteligência em meio às trevas que são a mentalidade portoalegrense. A única iniciativa em toda a cidade a oferecer acesso a orla, livre e qualificado.

_______________________________

Fotos lindas podem ser vistas aqui neste site: http://www.destemperados.com.br/2012/03/13/o-clima-nautico-do-proa/  e  http://www.proapn.blogspot.com.br/

Campanha:



Categorias:ORLA, TURISMO, Zona Sul

Tags:, , , , , , , , ,

16 respostas

  1. Uma coisa é defender o conceito do acesso à orla,; outro, defender um COMÉRCIO PRIVADO que ocupa irregularmente uma ÁREA PÚBLICA. Como é que podem defender ao mesmo tempo a urbanização adequada da orla e a favelinha da cerveja do Proa é algo que foge à minha compreensão…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: