Dmae esclarece sobre a qualidade da água na Capital

O Dmae realiza cerca de 4 mil análises diárias, em 500 amostras de água coletadas em vários pontos, desde a captação até as ligações domiciliares, associado ainda a um plano de controle de qualidade caracterizado por 288 pontos ao longo da rede de distribuição do município, em locais como escolas, hospitais, clinicas de saúde, creches, rodoviária e aeroporto. O objetivo é garantir a qualidade da água distribuída em Porto Alegre, dentro do padrão de potabilidade estabelecido pela Portaria 2914/11 do Ministério da Saúde.

Os dados são encaminhados para o serviço de vigilância da qualidade da água da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e estão disponíveis em nosso site. Anualmente, as informações são encaminhadas a todos os usuários, em relatório com os resultados médios obtidos para cada um dos sistemas de distribuição.

Do monitoramente diário da água tratada distribuída pelo Dmae, podemos afirmar:

– Os parâmetros microbiológicos da água para consumo humano são plenamente atendidos;

– As substâncias químicas que possam vir a representar risco à saúde, e que constam da referida Portaria, ficam abaixo dos valores máximos permitidos, o mesmo ocorrendo para as cianotoxinas;

– Quanto ao gosto e odor, o padrão organoléptico de potabilidade também é atendido.

Todos os processos de captação, tratamento e distribuição da água, praticados pelo Dmae, estão certificados pela Norma ISO 9001:2008 e seus laboratórios possuem sistema de gestão da qualidade, conforme os requisitos especificados na NBR ISO/IEC 17025:2005.

Desta forma ratificamos que a água fornecida pelo Dmae é perfeitamente potável e não oferece riscos à saúde.

Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae)

Prefeitura de Porto Alegre

________________________________

Esta matéria do DMAE é um contraponto a matéria publicada na Zero Hora neste domingo:

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2012/06/esgoto-e-materia-prima-da-agua-bebida-pelos-gauchos-3777975.html



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

17 respostas

  1. Sempre tenho uma dúvida… OK, a água é potável. Mas e os canos por onde a água anda pela cidade e na nossa casa, são limpos? A água que chega até a nossa casa chega sem grandes problemas ?

    Curtir

  2. A matéria da ZH está muito boa, e cita nomes de alguns da tal comunidade científica, e faz muito sentido. Já matéria acima é um informativo do próprio dmae.

    Curtir

  3. Com relação à qualidade (dos elementos físico-químicos, biológicos etc) nada garante que as águas minerais engarrafadas sejam melhores que a água do DMAE, visto que as águas minerais engarrafadas não seguem o Padrão de Potabilidade do Ministério da Saúde.
    Mas o gosto da água algada de fato não é nada agradável principalmente pra cozinhar feijão.

    Curtir

  4. Tudo bem que a água “é perfeitamente potável e não oferece riscos à saúde.”. Mas não serve pra tomar e cozinhar porque está com um gosto muito forte.

    Aqui estamos cozinhando há meses com água mineral – até quando ? Tem mais gente fazendo isto ou evitando a água da torneira – não por medo da morte, mas pelo gosto ruim.

    Curtir

  5. No titulo do anuncio do DMAE, apos a palavra “torneira”, ha’ um asterisco minusculo e, la’ no final do anuncio, em letras tambem minusculas esta’ escrito: “so’ beba se estiveres com MUITA sede”.

    Curtir

  6. Aqui tem uma complementação importante para esse post

    http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2012/06/esgoto-e-materia-prima-da-agua-bebida-pelos-gauchos-3777975.html

    Prestem atenção nos valores… veja como o tratamento de esgoto adequado pode baratear muito o custo da água, sem contar a qualidade da mesma.

    Veja também a relação entre as algas e o esgoto… como eu imaginado, essas algas tem um motivo para se proliferarem dessa forma, algo está causando o desequilíbrio.

    Curtir

    • Pablo, o Blog Porto Imagem está impedido de publicar matérias do Jornal Zero Hora.

      Curtir

      • Poxa! Que sacanagem dos caras… Abaixo do título da notícia tem algo pomposo como “comunidade científica”… tentei ir atrás para ver se achava algum artigo ou algo mais profundo que a notícia e nada!

        Curtir

        • Eu acredito na qualidade da água do DMAE. Essa matéria da ZH deve ter coisas ocultas e eu nem quero saber o que é. Provavelmente é matéria paga de partidos contrários ao do atual prefeito.

          Curtir

        • Eu também acredito na água do DMAE, tomo água da torneira faz anos! E em geral sou bem sensível a qualidade da água… comida eu tolero bem, é raro alguma comida me fazer mal, mas já a água…

          Achei nessa época de eleições tudo tem algo segundas intenções. Mas de qualquer forma, tratamento de esgoto é fundamental!

          1. Diminui os custos no tratamento da água;
          2. Reduz doenças, filas nos hospitais e o custo que isso gera;
          3. Diminui as faltas no trabalho, indisposições…
          4. Diminui a poluição causadas por garrafas d’água e o transporte da mesma;
          5. Melhora o odor junto ao Guaíba, Dilúvio…

          Curtir

      • Excuse! It’s impossible to resist! RBS LIES!

        Curtir

    • Sim, e ainda teve chente que foi afavor da paralização do Pisa por causa de duas familias que estavam em terreno invadido..

      haha

      Em poucos anos muita coisa vai mudar com esse projeto.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: