Empresa aérea Pluna, do Uruguai, pode quebrar

Aeronave Pluna no Salgado Filho. Imagem: Blog Palegreaovivo

Sócios privados, que detém 75%, e representantes do governo uruguaio (25%), que mantêm parceria na companhia aérea Pluna, concluíram, em reunião, sábado, que precisam cortar pessoal (são 900 funcionários), diminuir as rotas e também a frota de 13 aviões para que a empresa sobreviva.

Ela necessita uma capitalização de US$ 30 milhões para continuar voando. Caso contrário, quebrará.

Se isso acontecer, a alemã Lufthansa está interessada em comprar a bandeira para voar na região, segundo o site America Economia.

Danilo Ucha – Jornal do Comércio



Categorias:Aviação

Tags:,

2 respostas

  1. Uma pena. A empresa possui dois voos diários em Porto Alegre, operando de segunda a segunda. É mais uma opção de Porto Alegre para o Uruguay, Argentina e Chile. A outra empresa uruguaia, BQB Lineas Aereas, desistiu de operar em Porto Alegre. Ela vinha a Porto Alegre de RIvera e de Punta del Este.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: