Mesa redonda Cidades Sustentáveis: Qual a Porto Alegre que queremos?



Categorias:Meio Ambiente

Tags:,

13 respostas

  1. Aqu se pode baixar a apresentação sobre o Projeto do Arroio Dilúvio.

    http://free.mailbigfile.com/058d119847b080a2583fc8730faf5445/listFiles.php

    Curtir

  2. Não entendi alguns dos comentários, alguém foi na mesa-redonda? Eu fui….
    Foram 3 excelentes apresentações. Fui em razão do projeto do Dilúvio. Fiquei contente de saber que as coisas estao andando…claro vai demorar anos até acontecer algo concreto…mas nao se pode fazer nada sem antes ter um bom conhecimento de uma enorme área das nascentes até a foz, com muitas sub-bacias. A conversa foi de alto nível, tanto do quimico, como do economista, como do prof da UFRGS que dirige o grupo de trabalho do Diluvio.

    Curtir

  3. Não tem como uma grande cidade ser 100% sustentavel, mas da tranquilamente pra unir um sistema eficiente de energia com um bom transporte publico, arranha céus ecologicos entre outros detalhes….

    Curtir

    • bombardear esse blog com comentários sinceros? Nada de xingamentos, apenas a nossa opinião já é uma humilhação para eles.

      Curtir

  4. Se debate não funciona, não será ausência dele que resolverá alguma coisa.

    Curtir

  5. Tenho que concordar com o pessimismo do Ricardo e do Georgeano.
    Esse é exatamente o tipo de evento em que se fala mal de muita coisa e não se apresenta solução nenhuma.

    Curtir

  6. Já sabemos há tgempo que tipo de porto alegre os portoalegrenses querem.

    Vide a compulsão pros portoalegrenses assinar Abaixo-Assinados contra alguma coisa;

    Vide as associações de bairro;

    Vide os movimentos Fora-Ospa e e outros similares…

    Curtir

  7. Vou comprar o ingresso agora mesmo! Vou levar minha barraquinha e passar a noite la’ na beira do Diluvio so’ pra garantir meu lugar para a tarde do outro dia! O Zachia de moderador ainda! Esse evento e’ imperdivel!

    Curtir

    • Houve um fato interessante nos EUA. Um grupo de ecologistas, defensores da alimentação saudável, anti-consumista, anti-capitalista… acamparam no gramado do gerente geral do Walmart. Esse gerente é uma pessoa instruída, inteligente e com poucos preconceitos, então resolveu se juntar a esse estranho grupo e conversar.

      Daí uma coisa mais interessante aconteceu! O que o Walmart e esse gerente queriam era exatamente o que esse grupo queria, mas de formas diferentes. Após algumas horas de conversa todos se entenderam e assumiram compromissos consigo mesmo para melhoria.

      Manter a distância e alimentar preconceitos só aumenta a briga, é apagar o fogo com gasolina.

      Curtir

      • E’ vero Pablito, e’ vero. Ate’ porque ninguem e’ insano o bastante para ser propositalmente contra o meio ambiente. O pe’ atras de alguns e’ com relacao ‘a certos grupos de pseudo-ambientalistas. Mas essa e’ outra historia.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: