O Cais Mauá enfim livre

Não há mais nenhum empecilho legal que possa segurar a revitalização do Cais Mauá de Porto Alegre, garante o secretário de Assuntos Especiais, Edemar Tutikian.

Mesmo assim, sua expectativa é que o início das obras aconteça apenas na virada do ano. Mas agora tudo é com o investidor e a Prefeitura.

E a ordem do prefeito José Fortunati é agilizar a tramitação dos projetos.

Neste momento, acontece a montagem da operação financeira por parte dos investidores, o grupo espanhol de José Munné e o brasileiro Bertin, que eventualmente poderão encontrar algum obstáculo, diante da grave crise por que passa a Espanha. Afinal, o valor é alto, são R$ 550 milhões.

Notícia do dia 31/05/2012

Affonso Ritter



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, , ,

11 respostas

  1. Como assim na virada do ano? Primeiro seria em março, depois em agosto, agora na virada do ano, desse jeito so acredito vendo!

    Curtir

  2. A noticia é ótima, mas com o Tarso la, tenho medo são dos impencilhos ILEGAIS, por que desse povinho do PT, tudo que não for dentro da lei pode, e eles defendem.

    Curtir

  3. Hermes,

    Já que encheu a boca para dizer que os vencedores da licitação não têm dinheiro para fazer aquilo que se propuseram, o blog está curioso para que exponha provas de sua afirmação.

    Ficamos no aguardo.

    Abs,

    Curtir

  4. O Cais Mauá está liberado já faz algum tempo, mas os vencedores da licitação não têm dinheiro para fazer aquilo que se propuseram fazer à época da licitação solitária. A lei das licitações exige que, por ocasião do certame, os proponentes devem comprovar condições econômico-financeiras compatíveis com o objeto da licitação. O que houve com a qualificação econômico-financeira, condição prévia para participar da licitação? Por que não iniciam as obras de imediato, se o cais está “livre”? Onde estão os famosos “recursos privados”, cantados em verso e prosa? Não têm bala na agulha e roncam grosso …

    Curtir

    • Não fale bobagem! Ninguém pode começar uma obras sem antes receber as licenças. E, como diz a notícia: “.. a ordem do prefeito José Fortunati é agilizar a tramitação dos projetos.”. Depois de receber as autorizações da Prefeitura, se houver atrasos, daí sim ele poderá ser colocado na conta dos investidores.

      Curtir

  5. Caros e caras, não comemorem esse tipo de notícia.
    Só comemorem quando a obra estiver pronta.

    Curtir

  6. Não se esqueçam que ano que vem vai mudar o Prefeito. Assim, novos empecilhos vão surgir e obra mais uma vez será adiada ad eternum como tudo em Porto Alegre, a cidade que parou no tempo e no vento…

    Curtir

  7. Saravá…saravá…
    Tá difícil essa obra!!!
    Mais um esqueleto do PT no RS?????????????????

    Curtir

  8. So vou acreditar em Cais depois de pronto…….Ja perdi as contas de quantas vezes foi adiado o inicio das obras.

    Curtir

  9. Mais especificamente, qual era esse último empecilho que estava faltando eliminar? Ou essa é uma notícia requentada para as eleições?

    Curtir

  10. Empecilhos legais…
    Ora, lembrem-se que a maioria dos empecilhos legais começaram a “surgir” depois que Tarso assumiu, que os companheiros começaram a criticar a existência do Cais, que a Antac começou a inventar um monte de questões pseudo-legais burocráticas…

    Empecilhos legais NUNCA foram o problema para o Cais sair do papel.

    Os obstáculos para o cais existir foram sempre PoliTicos .

    .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: