Começam as obras da ponte estaiada de Laguna, SC

Investimento é o mais alto da duplicação: R$ 597 milhões

A empresa responsável pela construção da ponte estaiada do Canal Laranjeiras em Laguna, no trecho Sul da BR-101 em Santa Catarina, começou as primeiras movimentações no canteiro de obras. A primeira etapa prevê terraplanagem e em seguida será feita a dragagem do canal para o trabalho das balsas na região.

A ponte estaiada é o investimento individual mais alto da duplicação da BR-101 Sul: R$ 597 milhões. Além disso, dará o fim a um dos três gargalos que ainda restam na fase de duplicação.

Na Federação das Indústrias do Estado de SC (Fiesc), em Florianópolis, na tarde desta quinta-feira, onde participou de uma reunião, o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes em Santa Catarina (DNIT), João José dos Santos, evitou estabelecer uma data certa para a conclusão da ponte.

– A empresa é uma das maiores do país e houve um compromisso de terminar até 2014. Espero ter a felicidade, estando ou não no DNIT, de ver se alguma empresa consegue cumprir prazo e que esse consórcio consiga. É uma grande obra que vai ser o novo cartão postal de Santa Catarina – disse o superintendente aos participantes.

O pico da obra será em 2013 com 1,5 mil trabalhadores. Na apresentação, João José também falou sobre outras obras viárias importantes para o Estado, como as duplicações das BRs 470 (Navegantes – Indaial) e 280 (São Francisco do Sul – Jaraguá do Sul). Elas estão orçadas em R$ 2,5 bilhões e a abertura das licitações será a partir de setembro, garantiu o superintendente.

(…)

BR-101

Ponte em Laguna – obra iniciada

Extensão 2.815 m

Valor R$ 597 milhões

Fonte: DNIT/SC

Diogo Vargas – Diário Catarinense

________________________

Post de relevância grande, apesar de ser em Santa Catarina. Os gaúchos invadem as praias do vizinho estado no verão e padecem nos mega congestionamentos que ocorrem na BR-101, principalmente em Laguna.



Categorias:BR-101

Tags:, , , ,

22 respostas

  1. Não quero remar contra a corrente, mas essa geringonça, vai tirar toda a beleza do lugar (montanha-mar-lagoa)! Mas, dirão: “tira a beleza, mas note o tamanho, o pudeeerr”!

    Curtir

  2. Ja’ da’ pra mandar os tanques gauchos invadir o pais vizinho.

    Curtir

  3. Enquanto isso no RS, a nova ERS da Região Metropolitana vira “polêmica” porque, entre um morro de festejos, dois petistas (Raul Pont e nosso querido governador) estão indo contra e, novamente, a voz de poucos ecoa pela maioria.

    Curtir

  4. Absurdo, investimentos para os carros.
    O certo era ir de bike e fazer essa passagem a nado…
    haha

    Mas realmente, vai ficar lindo..

    Curtir

  5. Só sei de uma coisa: vai virar um belo cartão postal!

    Esta região já é bonita por natureza e, agora, ficará ainda mais bonita com a ponte estaiada.

    Curtir

  6. Gilberto

    Não é o problema do solo, pois na ponte do Guaíba eu diria que é ainda pior, porque são depósitos aluviares que intercalam areia e argila fazendo que fique uma verdadeira meleca.

    O problema é o tamanho dos pilares e as solicitações que a correnteza faz sobre eles. Se eu tivesse como desenhar aqui fazia um croquis que seria fácil de entender, mas a grosso modo (um enorme de um chute) imagino (estou fazendo uma hipótese sobre a outra, não me venham criticar quando tiverem dados mais exatos), eu acho que um pilar que suporte o mesmo comprimento das das duas pontes, a relação entre os momentos deverá ser da ordem de 1:10 (mínimo) levando que as fundações da ponte aqui sejam muito mais trabalhosas e caras.

    Ainda tem o problema da manutenção do tráfego fluvial durante a construção da ponte. Se as duas obras não estiverem com os preços superfaturado eu diria até que a Ponte do Guaíba está barata em relação a outra.

    Trabalhar na fundação em Laguna vai ser um doce.

    Curtir

  7. Quase o mesmo tamanho da nova Ponte do Guaíba, não é? Só que o preço da nova ponte do Guaíba é 1,16 bi.

    Curtir

    • Pablo

      Não esqueça que a ponte do Guaíba várias diferenças que modificam em muito o preço: Primeiro as fundações, para a ela deve se ter em conta que estamos num rio, com velocidade e com profundidade, a de Laguna é numa laguna (óbvio) e a velocidade da água é muitas vezes mais baixa. Segundo, a profundidade do rio na região da ponte é muito maior, logo os pilares são mais longos, o momento é muito maior e as fundações muito mais profundas. Terceiro, por baixo da travessia do Rio Guaíba deve se prever navegação de grande, logo de novo, pilares muito mais longos, momentos maiores e…..

      Fazer a comparação de custos simplesmente pelo comprimento da ponte é totalmente inadequado, nem o lançamento das vigas será tão fácil.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: