Obra da Copa é questionada

Prolongamento e alargamento da avenida Severo Dullius avança, mas passaria por áreas particulares e aterro sanitário

Próximo da área em questão são depositados entulhos e lixo doméstico Crédito: ARTHUR PULS

A obra que prevê o alargamento e o prolongamento da avenida Severo Dullius, junto ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, começa a avançar. Mesmo assim, foram feitos questionamentos sobre a construção, que é considerada uma das relacionadas com a realização da Copa do Mundo na cidade.

As dúvidas existentes recaem no fato de que o prolongamento da via passaria por terrenos que são de propriedade particular. Além disso, parte do trecho seria hoje ocupado por uma área onde existia um aterro sanitário, atualmente desativado. Mesmo assim, próximo ao local há entulhos e lixo doméstico, que são depositados de maneira irregular.

A Secretária Extraordinária da Copa (Secopa), vinculada à prefeitura e responsável por acompanhar a execução e o andamento das obras da Copa, está analisando esses questionamentos antes de fazer um pronunciamento oficial.

O prolongamento de 1,6 quilômetro e a qualificação dessa rota atenderão à demanda dos veículos que se deslocam entre a região do bairro Anchieta, BR 116, o aeroporto e a zona Nordeste da cidade, reduzindo o fluxo na Avenida dos Estados e, por isso, garantindo melhorias na mobilidade urbana naquela área.

O último trâmite em relação a essa obra foi resolvido nesta semana, quando foi realizado um pregão para selecionar a empresa que irá executar o trabalho preliminar de prolongamento da avenida. Este modelo de escolha do prestador de serviço resultou em uma economia de R$ 981.887,41 para o município, que é o responsável pelo investimento. Essa contratação é referente à área do aterro sanitário, que será feito pela empresa BR Sul Serviços Ltda. No local, serão removidos aproximadamente 116 mil metros cúbicos de aterro, e o prazo de conclusão da obra é de três meses.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014

Tags:,

7 respostas

  1. Obras da COPA??? Obras é para o POVO. Chute no trazeiro dos políticos, para as obras. Vamos acabar com as favelas, assim melhora a renda-economia.

    Curtir

  2. A contestação de obras públicas fundamentais a cidade pelos moradores locais até nem é o problema, o problema é que dão espaço demais para essas pessoas e, o pior de tudo, sem tem outros grupinhos para usar isso politica ou ideologicamente.

    Curtir

  3. qualquer coisa vira motivo de questionamento, vamos parar com isso gente, se é pra melhoria da cidade vai questionar pra que ? aff, por isso que eu digo, aqui as coisas não andam por que nada se ajuda, mas enfim essa é a minha opinião.

    Curtir

  4. E por que questionar?
    Qual o problema?
    Vão melhorar a região que é podre…
    Ta louco..

    Curtir

  5. E, Porto Alegre, questionar é preciso; viver não é preciso.

    Curtir

  6. A moda agora é catar aterros sanitários, seja no grêmio arena ou na severo dullius hehehe.

    Imagino que os terrenos particulares foram legalmente tomados e seus donos ressarcidos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: