Tentativa de assassinato coletivo na Cidade Baixa

Escolheram iniciar o massacre numa manhã de Domingo, enquanto muitos dormiam. Chegaram com suas serras elétricas na Rua da República e, cedinho, ontem, caiam braços para cá e para lá. Foi um banho de sangue verde.

A companhia de energia elétrica veio fazer a “poda” das árvores que teimam em crescer perto dos fios. O que os moradores chocados viram foi um corte louco de enormes galhos: quase todos os galhos que fariam a sombra na calçada foram cortados. Várias árvores só ficaram com os seus galhos que dão para a rua: tortas, com metade de seu peso retirado de um lado, perigam cair num vendaval mais forte. Criminosos! Escolheram o Domingo porque  a SMAM não poderia ver, é o que me disse um gerente da Via Imperatore. Ele também comentou que o comércio da rua exige que a fiação seja enterrada. A prefeitura diz que é caro e tira o corpo fora.

O que precisaria era um técnico em poda ali presente que orientasse os peões que só seguiam suas ordens de cortar qualquer galho perto dos fios e mais nada. Tinha que se analisar árvore por árvore exatamente o que fazer, e não sair mutilando sem eira nem beira como foi feito. A árvore na frente do meu prédio (foto 2) ficou irreconhecível, quase 80% de sua copa caiu. Quando chegar a época da floração, em que os portoalegrenses tanto se gabam, a rua não será mais a mesma. As calçadas, que tinham sombra, agora terão sol direto (fotos 3,4 e 5).

O martírio não está completo, pois pararam à esquina da Lima e Silva. Há tempo de coordenar essa poda maluca no restante da República. SMAM, por favor, acorde!

Triste, triste esse quase(?) assassinato.

(Clique para ampliar)

Os pistoleiros, completamente despreparados

80% da copa retirada: como esta árvore irá respirar?

As calçadas não tem mais sombra:

Em um vendaval, o que pode acontecer com essa árvores tortas?

A rua ficou horrível, tudo pelos malditos fios!

Esta árvore foi cortada, como muitas, de um lado só: a tendência é dela crescer só para um lado, desiquilibrada, torta. Custava fazer como fiz na montagem abaixo? Onde estão os técnicos?



Categorias:Meio Ambiente

Tags:,

42 respostas

  1. espero que todos o estudos que vc fazem sobre as arvores sejam corretos por que quem tem problemas com elas nunnca sao ajudados por vc que tanto criticam os trabalhos dos outros eu sim sou um conhecedor dos erros cometidos por vc moralistas que mentem pra si proprios e julgam os outros .

    Curtir

  2. O que houve co meu comentário a respeito da falta de respeito de chamar os funcionários (que estão apenas cumprindo ordens) de “pistoleiros”? Seria uma espécie de censura?

    Curtir

  3. A primeira foto mostra funcionários da SMAM, estão de uniforme. Portanto aquela foto não é do referido local ou estavam acompanhando as equipes da CEEE, que é bom lembrar que possue autorização permanente para poda sem a necessidade de autorização da SMAM.

    Curtir

  4. As únicas pessoas que podem acordar são os moradores da C.B, pois a SMAM é só mais um órgão público que se relaciona com as empresas e fazem acordo favoráveis a prefeitura e não aos moradores. O legal seria se os moradores puxassem um manifesto pautando a especulação imobiliária (que é o foco hoje) e todas as consequências que ela carrega. O corte das árvores pode ter mais que uma iniciativa da CEEE, e sim a urgência de melhorias para o futuro público da CB. Esse pessoal gosta de remediar sem pensar nas consequências. Quem pensa no pessoal que vive na CB? Quem se importa? Acho que só o pessoal “cebeano” mesmo.

    Curtir

  5. A CEEE poda severamente as árvores das ruas, para assim diminuir suas manutenções na rede elétrica. O fato é que nestas áreas nobres da cidade, a rede elétrica deveria ser substituída por cabos ecológicos (multiplex) que evitariam estas podas.
    Em outros locais as arvores deveriam ser avaliadas quanto ao seu estado de saúde. seguramente algumas poderiam e deveriam ser substituídas por exemplares novos. Arvores nativas, de porte pequeno, evitando danos a rede elétrica no futuro.
    ou seja falta planejamento tanto na CEEE e principalmente na SMAM!

    Curtir

    • Estás certo, panerai. Estes cabos com isolação são utilizados na famosa Rua Gonçalo de Carvalho, tornando desnecessária a poda das árvores. São cabos bastante comuns hoje em dia, e inclusive as concessionárias obrigam todos os consumidores a utilizá-los nas ligações entre os postes e as edificações. Exemplo típico do “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”.

      Portanto, não há a menor justificativa para esse procedimento nefasto.
      A partir de agora, a população precisa ficar de olho nas ruas elencadas como túneis verdes para evitar a repetição desta tragédia.
      A SMAM, se tivesse cumprido o seu papel, jamais poderia ter autorizado a destruição destas árvores a título de “poda”.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: