Adesivos nas paradas são prévias de painéis eletrônicos

Jornal Metro – Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

21 respostas

  1. Muitas vezes o bom e velho papel cumpre muito bem a função. Adesivos com os mapas dos itinerários dos ônibus que passam naquela parada e uma tabela com as frequências médias (pode ser até algo aproximado, como: “entre 7h e 20h – um ônibus a cada 5~7 minutos”) já seria uma enorme diferença em relação ao que temos hoje. Quando forem imprimir os adesivos, que já imprimissem uns vinte de cada. Sujou? Depredaram? Troca no dia seguinte! Igual à teoria das janelas quebradas: deixar as coisas depredadas o mínimo de tempo possível. Isso é praticamente impossível com painéis eletrônicos.

    Toda essa discussão me lembrou esse vídeo abaixo. Nem sempre o que é mais “moderno” é melhor.

    Curtir

  2. As coisas são pra melhorar gradativamente, não adianta querer se afobar pra mostrar serviço, como os políticos adoram fazer. Painel digital? Nem adesivo com os nomes das linhas tinha até ontem. Muita afobação, pouca organização.

    Curtir

  3. Concordo 100% com o Fernando Pavao!!!!!!!!!!!

    Curtir

  4. Paradas hi-tech pelo mundo…

    Noruega

    Sydney, Australia

    Aqueles cartazes colados no vidro são os horários dos ônibus.

    Curtir

    • Lembro bem desta parada de Sydney, numa praça bem no centro da cidade. Quando fui ver os fogos de artifício na famosa ponte, fui caminhando até ela (uns 10mins a pé), peguei um ônibus e fui para casa. Cara, nada como uma cidade limpa, bonita e segura, dá gosto caminhar de noite na rua.

      Curtir

    • Olha só o capricho dessas paradas!

      Compare qualquer uma dessas paradas, que tem só uma lista de horários, com uma parada de PoA, como elas são atualmente, mas com uma tela LCD.

      Pode colocar uma tela de plasma ou 3D que ainda assim, com as paradas do jeito que estão, não vai melhorar! Não adianta… querem instalar GPS nos ônibus antes de fazer uma simples contagem de passageiros e otimizar as rotas, querem instalar telas de LCD antes estabelecer manutenção e limpeza nas paradas… não faz sentido!

      Curtir

  5. ok vai ter paineis, mas irao colocar chips nos onibus para rastreamento por gps? Saber quanto tempo falta para o onibus chegar na parada, torna a espera menos angustiante. Claro, isso deve ser caro, mas pensem no beneficio. No sistema de Canoas pelo que li, isso vai mais alem, se o onibus for assaltado, tanto cobrador como o motorista terao um dispositivo que acionado informa a central, em caso de atrasos, desvios de rotas, nao cumprimento de horarios a central fica tambem sabendo. Cada motorista tera um tablet a sua frente para ser informado pela central se esta adiantado ou atrasado em relaçao ao seu horario. Tambem tera sistema de telemetria, onde os rastreadores serão
    capazes de diagnosticar condutas dos motoristas
    aceleração desnecessária, alta
    velocidade, freada brusca, o motivo de não ter parado em algum ponto de ônibus, etc. Tudo isso
    em tempo real. Nao analisem o sistema superficialmente e sim o quanto ele pode melhorar o transporte publico.

    Curtir

  6. Vi os paineis etronicos em algumas paradas em Santos que eram simples mas que cumpria sua função. Observei que o pessoal sempre dava uma olhada.

    Curtir

  7. Acho que o Capellari ficou tão magoado com a história dos decalques que ele quer por que quer mostrar que os decalques não resolvem o problema.

    Curtir

  8. Porque, ao invés de usar essa eletrônica só para avisar que o ônibus vai demorar, porque não usar a mesma eletrônica para fazer bilhetagem fora do ônibus e torná-lo mais rápido, otimizando o sistema?

    Painel eletrônico em um sistema de ônibus péssimo é uma solução eficiente e não eficaz. É como ter água, cafezinho e revistas em fila de banco. Muito eficiente, mas eficaz é não ter fila.

    Curtir

  9. Como gastar dinheiro com coisas inúteis, pela eptc.

    De onde tiraram essa ideia ridícula de colocar painéis eletrônicos? Fazem o mesmo serviço que um adesivo (que já deviam ter sido colocados há 30 anos atrás), mas com um preço ridiculamente maior, sofrem depredação, precisam de manutenção, etc etc. Querem complicar algo só pra mostrar serviço.

    Vide painéis eletrônicos da rodoviária, que não servem pra nada além de mostrar propagandas e eventualmente passar os horários de saída dos ônibus (coisa que ninguém deve usar, ainda por cima.

    Vide também painéis eletrônicos nos próprios ônibus. Já perdi de pegar mais de um ônibus por causa deles, já que eles demoram a mostrar a informação, e quando tu lê pra onde vai a linha, já é tarde pra chamar.

    De novo: um painel eletrônico é caro, precisa de manutenção e faz o mesmo serviço que um simples adesivo.

    Curtir

    • Painel eletrônico é mais para indicar quanto tempo falta pros ônibos chegarem na parada. Quase toda grande cidade de respeito no mundo tem. Até Canoas City tá implantando.

      Curtir

      • Dá pra fazer uma tabela impressa com os horários em que o ônibus passa nessa parada. É o que as cidades de respeito fazem.

        Ou teriam que instalar um gps e um software em cada ônibus pra monitorar quanto tempo cada um falta pra chegar na parada. Ou seja, mais custo ainda com um problema que poderia ser resolvido se os motoristas de ônibus fossem mais treinados e houvesse um estudo de cada rota. Quantas vezes tu já viu dois carros da mesma linha andando um atrás do outro? Aí o painel eletrônico mostraria: próximo ônibus em 15 minutos, outro ônibus em 15 minutos e 5 segundos.

        Gastem o dinheiro em melhorias reais, e não trumbicos hi-techs que não vão facilitar a vida de ninguém.

        Curtir

      • Tô contigo Fernando. Vão demolir com estes painéis em POA. E falando em “cidades de respeito”, visitei Sydney recentemente e eles usam exatamente esta tecnologia avançada para indicar os horários: papel.

        O negócio é fazer tudo para o veículo não atrasar: corredor de ônibus, vlt, metrô, o escambau. Isso sim é tecnologia que melhora a vida do cidadão, isso e o mural de papel. Painel para indicar quanto tempo o veículo vai atrasar só avisa o cara quanto tempo ele vai ficar ali parado.

        Curtir

    • Penso o mesmo… Gasta-se muito para pouca utilidade! Que usem esse dinheiro para baratear a passagem, reformem os terminais Antônio de Carvalho e Cairú e principalmente usem-nos como terminais e não paradão de ônibus. O que dizer da limpeza e iluminação das paradas?

      Esse painel eletrônico é como dar geladeira para quem não tem luz… para virar armário?

      Curtir

    • Perdão, mas esse é o comentário mais idiota que já vi aqui no blog. Antes de falarem sobre rentabilidade ou não de um dispositivo, leiam acerca. Pesquisem, existem estudos sobre isso. Certamente vocês nunca moraram em uma cidade com isso, pois garanto que o benefício é IMENSO.
      Vou dar um exemplo: vão ao site, tfl.gov.uk, e cliquem em uma parada de ônibus: vocês poderão ver NESTE MOMENTO quanto tempo falta para o ônibus de vocês chegar. Assim, é possível programar a viagem, não ficar esperando minutos na parada, organizar seu dia, e muitas outras coisas.
      Outra: todos sabemos que no Brasil, e também em Porto Alegre, os ônibus não são pontuais. Dessa forma, sabendo quanto tempo falta ao chegar na parada, é possível que você se programa, dê uma volta, ou simplesmente não se estresse por saber que horas teu ônibus vai passar.
      Ademais, queres saber qual a solução para paradas decentes? É só saber qual a solução para que qualquer coisa pública adquira qualidade: Privatização. Então, nas próximas eleições, vote em um candidato que não abomine essa palavra, e veja os exemplos de onde isso já funcionou. Outra coisa, porque não as empresas responsáveis pelas linhas de ônibus, também devam ser responsáveis pela manutenção das paradas? É simples, é só colocar em uma licitação. Mas para que se tenha licitação, tem que se ter uma administração a favor de livre mercado e concorrência justa. Pense nisso também nessas eleições.
      Também nenhum candidato a prefeito discutir poluição visual até agora. E não estou falando de outdoors, estou falando de fiação. É só cobrar, porque em anos de eleição eles nos escutam. Outra coisa: já há lei que obriga que em áreas de vegetação, e em frente à patrimônios históricos a fiação seja subterrânea. Podemos pressionar o Ministério Público para que exija isso judicialmente, ou (como é nos EUA) criar uma associação informal, e começar a processar a prefeitura em juizado de custas gratuitas, como nos JEC. Se quiserem eu mesmo posso escrever as peças judiciais online, e alguém vai lá protocolar de graça.
      Enfim, mudei de assunto no meio do comentário, mas o ponto é o seguinte: placas eletrônicas são evolução, e não querer elas por causa do motivo acima, é a mesma coisa que “não querer investimento na orla porque tem gente passando fome”. E meu segundo ponto é: a diferença entre as cidades que tem desenvolvimento e melhor qualidade de vida, é que lá as pessoas não ficam esperando o governo, é só ir e fazer, os instrumentos estão em nossas mãos. Infelizmente, na América Latina, por causa do populismo da primeira metade do século XX, ficamos com uma herança “paternalista” de governo, em que esperamos tudo deles, mas não temos condições de agir individualmente com um pensamento coletivo.

      Curtir

      • Fora o argumento de programar a saída de casa, o resto é uma mistura de argumentos que não tem a ver com o tópico…

        Morei em Hamburgo, onde tem painéis eletrônicos e também em Budapeste que, pelo menos na época, não haviam painéis, e não vejo vantagens nos painéis… Mesmo em Budapeste, sem os painéis, a pontualidade era seguida a risca, de acordo com as tabelas de horários fixadas nas paradas. Detalhe é que a pontualidade não precisava de eletrônica nenhuma, eram os bondes comunistas arcaicos.

        Ao invés de utilizar os processadores, displays e redes wireless para sincronizar as baldeações, corrigir as lotações e mapear alocação de recursos, servirão apenas para informar como são ineficientes!

        É como os investimentos burros da Infraero que aumentam terminais para abrigar as pessoas por causa dos atrasos, pistas curtas, falta de equipamentos de navegação, falta de profissionais…

        Curtir

      • Tudo bem, é evolução. Mas consigo pensar em vários aspectos que podem ser melhorados antes de se fazer isso:

        -Treinamento do motorista (até agora, só andei em um ônibus em que o motorista não achava ser piloto de fórmula 1. Como é bom não ser jogado para a frente em todas as paradas).

        -Paradas melhores.

        -Horários fixos e divulgação deles (em um site mais bem bolado).

        -Melhoramento do sistema do tri (máquina lenta, tem que ir até o centro carregar, e mais umas coisinhas poucas que irritam).

        -Mais ônibus em linhas já saturadas (tenta pegar um d43 no horário de pico. Não adianta nada saber que horas o ônibus tá na parada se tu vai ter que ficar 50 minutos de pé cheirando o sovaco de outro).

        -Manutenção dos ônibus (freio estridente, alguém já ouviu?).

        -Ônibus no horário certo (precisa de estudo da rota, treinamento do motorista. Não é impossível, isso é feito em outras cidades).

        Enfim, o que eu quero dizer é que um painel eletrônico não vai sanar os problemas mais gritantes do sistema de transporte. Podem até colocar um, mas devia ser um projeto pro futuro. Quando uma tela de lcd custar tanto quanto um papel com adesivo, podem se preocupar com isso. Tem muito trabalho a ser feito antes.

        Sobre a privatização, não sei se é melhor. Pra mim, se funcionar e não for muito caro, é um bom transporte. E sinceramente, livre mercado não tem nada a ver com ônibus e qualidade de transporte.

        Sobre a comparação com a orla e a favela: são níveis diferentes. O custo benefício de um painel eletrônico é muito menor que uma orla agradável. E acho que tem que arrumar a orla E a favela. Não é muito pedir competência dos governantes.

        E concordo com a fiação, que não tem nada a ver com o tópico da discussão.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: