Turismo autoriza estudo de viabilidade do Bonde Histórico

Projeto visa a implantar uma linha turística de bonde no Centro Histórico Foto: Divulgação/PMPA

Nesta sexta-feira, 20, a Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR) assina, às 10h, a ordem de início do estudo de viabilidade para implantação do Bonde Histórico no Centro da Capital. Assinará o documento, na sede da SMTUR, o titular da pasta, Raul Mendes da Rocha, na presença de representantes do consócio vencedor da licitação formado pelas empresas Quanta Consultoria Ltda. e a Água & Solo Estudos e Projetos e que terá 120 dias para concluir o estudo.

O Bonde Histórico é um projeto amadurecido há cerca de 10 anos na Secretaria Municipal de Planejamento pelo então grupo de trabalho Viva o Centro depois transformado em um programa do governo. A licitação para contratar o estudo de viabilidade foi realizada pela SMTUR, que captou recursos junto ao Ministério do Turismo por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). O custo desta fase é de R$ 293.744,20.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Revitalização do centro, TURISMO

Tags:,

24 respostas

  1. Turismo e Porto Alegre são duas palavras que não combinam.

    A população não aceita…

    Mas seria show…

    • Que mania do pessoal de falar “a população” não aceita, “a população” resiste etc. Eu e todos nós do blog (que, vejam só, é maior do que qualquer blog de minoria xiita) também somos populações e, se duvidar, somos em número bem maior que os “inimigos”.

      • Até aqui no blog vem algumas pessoas reclamar de atrações que poderiam dar um up turistico.
        Quem faz barulho NÃO ACEITA, e todo mundo sabe disse.
        É só ver o Pontal do estaleiro…

      • Eu nem acho que a população seja contra, acho que simplesmente as pessoas nem consideram que cidade poderia desenvolver essa indústria. Problema cultural.

        Pontal do Estaleiro? hahaha tá bom, eu votei a favor dele, mas que mania de achar que prédios vão ser ponto turístico…

      • Antes de escrever, a “população não aceita”, apresente um documento legal que o permita falar pela citada população.

        Façam uma pesquisa ou plebicito, coisa que na época foi feita na marra contra a vontade da maioria do povo que na época era proibido, era da ditadura milirtar.

        Antes de falar da “população” pensa bem, ninguém pode sair por aí a falar
        “em nome a população” sem ter documento que o credite para tal declaração.

        Quem não aceita são os cobras mandadas dentro da prefeitura, laranjas dos proprietários das empresas de ônibus.

        Por fim uma conclusão lógica:há mais de dez anos esta lenga-lenga vem a tona na imprensa e depois cai no esquecimento.

        Os poderosos não querem a volta dos bondes, nem como meio de material turístico, motivo?

        A pupulação pegaria o gosto e pediria mais linhas e aí entraria em conflito com os interesses do donos das empress de ônibus que dominam os lobbies de ônibus por este Brasil afora.

        Este projeto já nasceu morto na casca.

        Se não retirarem as cobras do ninho o negócio fica como está, levam com a barriga, enquano isto, o ônibus turístico trafega pelas ruas de Porto faz muito tempo.

    • Não precisa ir longe: Santos tem um bondinho que funciona muito bem num roteiro e espaço compátivel com o nosso, tem um GUIA DE TURISMO DA EMBRATUR que acompanha cada bonde e a orla de Santos tem 72 kms com canteiros floridos… Ah, esquecendo e o Aquário, com lanchonete muito bem obrigado. Mais uma: tem o bondinho que sobe uma altura quase igual se tivéssemos um subindo o Morro Santa Tereza. A vista que êles tem é a mesma nossa, Cais e água (êles tem mar e nós o Guaiba) e agora quem diz que não funciona? Minhas fotos estão à disposição….

  2. Seria mais legal se tivesse bondes pra transporte mesmo, não só turismo.

  3. “estudo de viabilidade”?!?!?!?……..acho que ja ouvi essa frase no ano passado, retrasado, etc……. Estoria pra boi dormir!

  4. Se com estudos ja’ nao conseguem fazer 100 metros de ciclovia (tiveram que mudar tudo), imagina se nao estudassem.

  5. 4 meses para “estudar a viabilidade”? Ah para! É viável, é desejável, é tudo: chega de blablabla e trololó e toca esse projeto em frente em ritmo chinês poh!

  6. Havia um documento da prefeitura com a proposta do bonde histórico, isso há quase 10 anos. Nesse documento dizia que o bonde histórico seguiria por vias elevadas pelo centro para não atrapalhar o trânsito. Será que isso mudou?

  7. Tecnicamente falando acho que a via aérea que eles se referem no “diário da prefeitura” (conforme o link citado pelo Pabl) é o cabo que alimenta com eletricidade o “pantógrafo” que é aquela haste que tem encima dos trens e bondes elétricos, o pantógrafo é o elo de ligação da rede aérea eletrificada, com o motor elétrico de tração do veículo.

  8. Mais fios? Por que não fazer como San Francisco, apenas os trilhos, sem nada pra poluir a já poluída paisagem do Centro? Acho que prefiro que nem levem esse projeto pra frente, vai deixar o Centro mais caótico e nem pra transporte público vai servir direito.

  9. Projeto meio inútil. Pelo trajeto dele (Mercado até Gazômetro) sou muito mais trazer a linha do Aeromóvel até o Mercado, pra utilizar como integração com o Trem/Metrô. Mas claro, com algum diferencial, não só aqueles pré-moldados horríveis do aeromóveel.

    • Concordo que poderia ter uma linha do Aeromóvel que seja bonita, útil e turística. Talvez colunas assim fiquem melhor

      • colunas assim só se justificam pela altura e prolongamento do vão. algum engenheiro pode comentar melhor. e algum arquiteto dirá: forma é função.

  10. Acho que esse dinheiro deveria ser investido em transporte público de qualidade. Transporte melhor com o tempo se traduz em menos ôbibus e carros, e isso melhora a sensação visual de uma cidade, embelezando-a. Turistas também se interessam em se deslocar com segurança e qualidade. Cidades onde a alternativa é taxi, se tornam caras. Muitas vezes deixei de ir para João Pessoa e optei por Recife, pois nesta me desloco com menor custo.

  11. Já vi este filme, oerdi a conta de quantas vezes.

    O resultado?

    Sempre o mesmo, quase unaninmidade que daria certo, mas só fica dentro deste blog.

    A população não tem nem tempo pra dar conta de seus compromissos.

    Quem talvez lessem-nos, os políticos da prefeitura, com certeza estão dando risadas, após
    deletam os comentários, não é negócio pra ele$ que $ão o$ proprietários ou o$ laranja$ da$ empre$a$ de onibu$.

    Este assunto já deu o que tinha que dar, falei faz horas, não adianta, ninguém fará nada.

    O crime foi feito, bondes em Porto, infelizmente, nunca mais, está na cara que o$ grande$ não querem, a$$sunto encerrado!

    Como diz o ditado, quem comeu regalou-se, que não comeu chupou dedo ou vá à Santos, Europa, EUA, Canadá, Ásia etc. pra Porto Alegre morreu, agora é passado, deu!

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.170 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: