Grafitagens com imagens do Centro Histórico vão colorir tapumes

Reforma do Largo Glênio Peres envolve a revitalização do calçamento Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Para celebrar o avanço da reforma do Largo Glênio Peres, os tapumes que envolvem as obras serão grafitadas com imagens do Centro Histórico, na terça-feira, 24, às 13h. Organizada em parceria da Coca-Cola e a Vonpar Bebidas com a prefeitura, a iniciativa terá a participação de artistas da Capital.

Morador da Vila Cruzeiro, Aloísio Patrício Santos é um dos grafiteiros que atuarão no largo. “Além de embelezar o espaço, será a oportunidade de expor os talentos locais”, avalia. Com cinco anos de experiência e mais de 500 trabalhos realizados, o artista sente-se privilegiado por apresentar sua produção em um dos locais mais queridos pelos gaúchos. O outro artista que irá decorar o espaço será Cristiano Souza, morador do bairro Lomba do Pinheiro. Ambos irão se inspirar no cotidiano do Centro para buscar as melhores imagens à obra. “Também daremos uma perspectiva de como ficará o Largo após a reforma, retratando, por exemplo, o chafariz que será instalado no local”, informa Aloísio.

Iniciada em 2010, a reforma do Largo Glênio Peres é uma parceria entre a Coca-Cola, Vonpar Bebidas e a Prefeitura de Porto Alegre, por meio do programa Viva o Centro. Com investimento superior a R$ 1 milhão, a obra compreende a revitalização do calçamento e do sistema de iluminação, instalação de deques e mobiliário de madeira junto ao Mercado Público, construção de um chafariz, aliado à reforma do Chalé da Praça XV. A iniciativa tem como objetivo valorizar a história do Centro, oferecendo ao público um espaço de qualidade para o lazer e o entretenimento.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Revitalização do centro

Tags:, , , ,

11 respostas

  1. Por que pagar impostos se a Prefeitura entrega para a Tia Vonpar o entorno do Mercado ?

    Curtir

  2. ^^ E’ o que eu disse…vide Pca da Alfandega.

    Curtir

  3. Para mim o que chama a atenção é a foto em si. Homens trabalhando para consertar o pavimento que é de qualidade medíocre e esteticamente feio. Sempre o mesmo descaso e culto a miséria. Quando haverá evolução nos quesitos funcionalidade, durabilidade e estética dos materiais empregados nos espaços públicos portoalegrenses?

    Curtir

  4. O bicicletário destruiram.. é bom lembrar que fizeram sobre pressão. E essas lajotas adequadas a estacionamento de carros que substituem os ladrilhos portugueses são um absurdo de atentado contra o urbanismo histórico de POA.

    Curtir

    • O bicicletário estava lá na última vez que eu fui, mas se foi retirado deve ter sido temporariamente. Sobre as lajotas: também não gostei muito, prefiro lajotas grandes, mas essa é mil vezes melhor que pedra portuguesa, vai durar muito mais e o urbanismo histórico de POA pouco tem a ver com pedra portuguesa, que foram implantadas majoritariamente a partir dos anos 60. E muito mal implantadas, diga-se de passagem.

      Curtir

  5. Que mania de grafittar tudo, acho o ÓÓÓÓÓ.

    Curtir

  6. Tem lugares no centro que parece que estão sempre em obra. Este largo é um exemplo. É muito difícil vê-lo limpo, livre. No mais, notícia irrelevante. Sempre que tem algum tapume de obra pública no Centro chamam uns grafiteiros.

    Curtir

  7. O largo Glênio Peres está de novo em obras ou é a mesma obra?

    Curtir

  8. Sinceramente, depois de ver o que fizeram(ou nao?) na Praca da Alfandega, fico com o pe atras.

    Curtir

  9. Opa, quero só ver…

    Tem uns grafites que da até pena de ver tirarem os tapume.. haha

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: