Revitalização do Centro Histórico

Ação será realizada numa parceria entre Federasul e entidades Crédito: MAURO SCHAEFER

Parceria entre a Federasul e entidades da Capital promoverá diversas ações para qualificar a infraestrutura dos espaços públicos, em Porto Alegre. A ação integra o projeto Viva o Centro, criado em 2005 pela prefeitura, e o Dez Ações, da Federasul.

De acordo com o coordenador do projeto Viva o Centro, Glênio Bohrer, está sendo feita uma pesquisa com 600 pessoas para saber como deve ser o Mercado Público do futuro. “Nessa segunda-feira, conversamos com o prefeito de Porto Alegre para que ele também pudesse responder a pesquisa e discutir estratégias para esse importante espaço da Capital”, explicou Bohrer. Iluminação especial, recuperação de fachadas e calçadas, adoção de praças, qualificação da coleta seletiva também estão entre os projetos a serem desenvolvidos. O território de atuação está focado nas áreas no entorno das praças XV, da Alfândega e Otávio Rocha,na rua Sete de Setembro e na avenida Otávio Rocha.

As ações somam-se a projetos já em andamento no município, como o Minha Calçada, Porto Alegre Mais Luz e a qualificação da sinalização turística no Centro Histórico, além das revitalizações da Praça da Alfândega e da Praça XV.

Também participam dos projetos Câmara de Dirigentes e Lojistas, Sindilojas, Sindpoa, Ufrgs, Fecomércio e Senac.

Correio do Povo

 



Categorias:Revitalização do centro

Tags:,

14 respostas

  1. Esta foto está legal, melhorou bastante sem os camelôs, coleta automatizada, as bancas na frente do mercado e a fonte que será contruida. Só tiraria aquela parada de ônibus que é brega demaissss! Alias as paradas todas de poa são feias. A Espanha tem bons exemplos que deveriamos seguir. A arquitetura dos monumentos históricos deve se destacar e não as paradas que deveriam ser minimalistas!!!

    Curtir

  2. Estra ano e sai ano e e’ sempre esse mesmo papo…projetos, projetos e mais projetos.
    Quando ficarem prontos me avisem!

    Curtir

  3. Alguma idéia de como abrir lugar e poder mostrar aos turístas o Centro
    Histórico em veículos, sem que os azuizinhos façam aquele gesto do “vamos andando, vamos andando” e a multa pegando…..

    Curtir

    • Esqueçi…. a idéia de levar os ônibus para a Estação Rodoviária, DEZ e levá-la para perto do AER, aproveitando o mesmo Monorail para chegar ao Centro. o portoalegrense gosta de tudo muito perto, o que dificulta a expansão dos terminais!.

      Curtir

  4. Eles precisam é dar um jeito de renovar a pintura dos prédios do centro. Porque aquele aspecto de mofo e sujeira é muito feio. E com relação aquele esqueletão do centro, por que não contratam os gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo para dar um aspecto diferente para o prédio? Se tornaria uma obra-de-arte gigante no centro de Porto Alegre.

    Curtir

  5. A propósito, como fica legal um praça seca (sem árvores) em frente a prédios históricos, permitindo uma ampla visualização de sua beleza e dos aspectos arquitetônicos.

    Curtir

    • Obs.: adora árvores e florestas, o que sou contra é transformá-las em panaceia, principalmente num centro urbano.

      Curtir

  6. Pois é, refazer uma praça no local da parada de ônibus, tal como era, SEM ÁRVORES. Um chafariz no meio também cairia bem. Aterrar o metrô, derrubar o muro e abrir um caminho até o Guaíba. Permitir o projeto Cais Mauá. Restaurar o esqueleto, com um aspecto bonito e moderno. Só isso já estava bom.

    Curtir

  7. Xi, dependendo quem ouvirem a praça XV vira um edifício garagem, o ambiente é climatizado e abre um mc donald’s lá dentro. E um subway, que até na cidade baixa já tem.

    Curtir

    • Que absurdo capitalista, vão pedir para retirar o calçamento, remexer a terra pra ficar bem barrenta, encher de muda de seringueira e criar uma reserva ambiental e indígena.

      Curtir

      • Olha, shoppings normais vão sendo abertos todos dias perto da Nilo. Acho que é o local certo, pois é a região mais pasteurizada da cidade mesmo. Falta é nas regiões leste e sul.

        Curtir

  8. Precisam tirar os onibus, não todos, mas boa parte, tenho certeza que muita coisa muda.
    Como não tem espaço para carros e os onibus atrapalham, o ideal que eu sempre falo, é meter os onibus na atual rodoviaria, e de la, bondes eletricos levarem o povo para as ruas do centro.

    Aterrar o metrô tambem ajuda…

    Algumas ruas poderiam ser fechadas, outras melhoradas, e assim a vida segue…

    Curtir

    • Pois é, algo nesse sentido seria feito com o falecido portais da cidade. Claro que para agradar a ATP a solução era com ônibus, mas ao menos ia reduzir o número de linhas.

      Com a vinda do metrô, botaram fora o projeto e o centro vai continuar a mesma nhaca.

      Aquela parada estranha do terminal Parobé bem que podia voltar a ser uma praça, como devia ter continuado.

      Curtir

    • O ideal nem seria aterrar o Trensurb, mas faze-lo passar pelo mesmo túnel da linha 2 sob a Farrapos. Para isso bastaria fazer um túnel da estação Anchieta, sob a Av. Ernesto Neugebauer, até a futura estação Cairu, da linha 2. Com isso, além de liberar espaço no centro de Poa e melhorar a acessibilidade ao Cais, poderíamos alargar a Castelo Branco, na entrada da cidade (via que vive congestionada no início da manhã e final da tarde) e liberar uma imensa área do Humaitá, que ficam atrás das linhas do trem, para serem usadas no desenvolvimento daquela região da cidade.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: