Gigante indiana Mahindra investirá R$ 100 milhões em fábrica de tratores em Dois Irmãos

Mauro Belo Schneider 

Meta, segundo Roosli, é produzir 15 mil unidades por ano BRAMONT/DIVULGAÇÃO/JC

O Rio Grande do Sul foi o Estado escolhido para abrigar uma gigante mundial do setor de máquinas agrícolas. Com um investimento entre US$ 40 milhões e US$ 50 milhões, o que equivale a cerca de R$ 100 milhões, a fabricante indiana de tratores Mahindra construirá uma fábrica na cidade de Dois Irmãos.

“Iniciamos a operação em um galpão já existente, onde produziremos em torno de mil unidades por ano e, na segunda fase produziremos entre 5 mil e 8 mil unidades por ano. Nossos planos contemplam expansões adicionais no Brasil, pois sabemos que a aceitação no mercado será muito positiva”, revela Eduard Roosli, CEO da Bramont, empresa responsável pela marca no País. A planta gaúcha fica na rua 10 de Setembro, número 1097, em Dois Irmãos.

Na primeira fase, a companhia funcionará em um galpão de 4 mil metros quadrados. Em breve, segundo Roosli, será iniciada a construção de um galpão de 10 mil metros quadrados. No local, serão fabricados tratores entre 42 HP e 92 HP da linha atual, e novos modelos serão adicionados. “Estaremos estruturados para produzir até 15 mil unidades/ano, com possibilidade de expansão”, conta ele.

Com a operação, a Mahindra irá gerar em torno de 50 empregos diretos nesta primeira etapa, a maioria em Dois Irmãos, mas também vários espalhados pelo Brasil nas áreas de pós-venda e comercial. Inicialmente, os produtos não serão exportados, pois se destinam ao mercado interno.

“Nossa produção será nacional. Iniciaremos as atividades comerciais neste mês de agosto de 2012, durante o lançamento da linha Mahindra na Expointer de Esteio, onde apresentaremos os nossos produtos na versão ‘importados’. Os mesmos modelos serão produzidos em Dois Irmãos, já nacionalizados em 2013. O nosso planejamento é oferecer a linha completa nacionalizada. Estamos certificando e desenvolvendo nossos fornecedores desde o inicio de 2012, e em breve daremos início à produção local”, adianta Roosli.

O Grupo Gildemeister, dono da Bramont, é um grande distribuidor da Mahindra na América Latina, tanto de tratores quanto de veículos, e adquiriu a Bramont Industrial e Comercial Montadora de Veículos S.A. em setembro de 2011. “Optamos pelo Rio Grande do Sul por sua localização estratégica e sua vocação para a indústria de tratores”, concluiu.

Para o presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Estado (Simers), Cláudio Bier, a vinda da Mahindra trará efeitos positivos para o setor no Estado, como a criação de novos empregos. “Somos contra empreendimentos que apenas tragam os equipamentos para serem montados aqui. Mas a chegada de uma nova indústria, gerando postos de trabalho, contribui para o fortalecimento de nosso segmento.”

Jornal do Comércio



Categorias:Economia, Economia Estadual

Tags:, , ,

%d blogueiros gostam disto: