Há poucos dias, uma equipe da Companhia Estadual de Energia Elétrica (ou a mando da empresa) passou pela Avenida Ganzo e podou árvores que tinham galhos perto dos fios.

Na mangueira da foto, que fica quase na esquina com a Múcio Teixeira, eles fizeram um corte radical, em forma de U, e arrasaram com o visual da árvore.

Poucos dias atrás, a confusão foi na Ipiranga.

E isso que, segundo lei recente aprovada pela Câmara de Vereadores, a Ganzo é uma das ruas protegidas, que precisam ter qualquer intervenção autorizada, por ter o valorizado túnel verde em certos trechos.

Ver o post original



Categorias:Outros assuntos

18 respostas

  1. Estamos indo muito bem… Li essa noticia hoje no Metro (23.08.12): “Prefeitura troca reposição de árvores por equipamentos. Ministério p´bulico apurou que SMAM autorizou conversão de 25 milhões de reais em obrigações ambientais privadas na forma de produtos ou serviçõs públicos. Troca serviu para compra de facões, caminhonetes até motosserras” . Pior, essa informação: ” 144 mil árvoresdeixaram de ser plantadas por um único empreendimento na zona sul de POA. Avanço imobiliário ameaça tradição verde de POA”.
    Não é por acaso, que estamos cada vez numa cidade insalubre, com clima desertico e ficnado sem vegetação. Favor alguém postar essa reportagem no blog.

    Curtir

  2. Enterrar já!

    Curtir

    • Exatamente: ou se poda ou se enterra os fios.

      Eu, e tenho certeza muitos aqui, preferiam pagar mais para enterrar os fios e evitar essas mutilações das árvores (e como já disse aqui pagaria mais também para recolherem/reciclarem 100% lixo e tratarem 100% do esgoto da cidade), agora tenho certeza que seria uma chiadeira enorme da maior parte da população, caso implementassem essa cobrança.

      Curtir

      • Fernando e Julião.

        Também concordo sobre a opção de redes enterradas, entretanto chamo atenção que tudo isto tem um custo de investimento que deveria ficar restrito aqueles que optassem pela solução (eu seria um deles).

        Não é justo enterrar as redes da alta tensão e repassar este custo para toda a população através de tarifa.

        Chamo atenção que este custo não é tão baixo assim, cito por exemplo que soluções de enterrar a REDE DE ALTA TENSÃO, não é assumida nem por loteamentos que se dizem finos, como por exemplo cidade que querem melhorar o seu visual. A cidade de Gramado, por exemplo, enterrou as linhas de baixa tensão da rua principal (pagando todo os munícipes por isto) e deixando as linhas de alta tensão nas ruas transversais a ela. Ou seja, todos pagaram e só saíram diretamente beneficiados quem tinha lojas e terrenos nessas ruas.

        Curtir

        • Primeiramente tem o benefício estético. Existem centenas de estudos que provam como a poluição visual detona uma cidade e a auto-estima do cidadão e que fica muito mais agradável passear e transitar por uma rua sem fios. Depois tem a valorização da arquitetura, que fica escondida atrás do fios. Por último, essa história de pouco benefício provém de uma análise muito rasa. O lucro pode demorar a vir, mas o problema do urbanismo no Brasil é justamente esse, só pensar a curto-prazo e deixar as coisas sem planejamento. Uma cidade sem fios recebe mais turistas, reativa o comércio e várias outras coisas. Pode ter certeza que a tendência é o número de turistas aumentar muito em Gramado após o enterramento da fiação. O mesmo aconteceria com Porto Alegre. Com mais turistas, a cidade inteira se beneficia: hoteis, restaurantes, comércio e o chamariz pra mais turistas no futuro. Não existe investimento turístico pequeno que não reflita de forma grande na economia da cidade. Eu pagaria com prazer uma conta um pouco maior pra arcar esses benefícios. Tem 4 coisas que Porto Alegre precisa pra eu poder dizer com firmeza que a cidade é linda: valorização da orla, revitalização do centro, reforma geral nos meios-fios (levantando e parando de pintar de branco) e, por fim, enterramento da fiação. Os três primeiros estão andando lentamente, mas do último eu não vejo nem sombra.

          Curtir

  3. Georgeano, a poda das árvores não tem nada a ver com Saúde e Educação, tampouco embelexamento da cidade. Tudo tem que ser mantido e para io existe orçamento.
    A Saúde e a Educação bem como Segurança estão do jeito que estão porque a administração não é bem feita e o dinheiro é desviado, isso todo mundo sabe.
    A poda das árvores em Porto Alegre deveria ser feita pela SMAM, como ela não tem pessoal delega para a CEEE.

    Curtir

  4. Não moro na região, então, que falte luz.
    haha

    Na minha rua felizmente não ocorre a falta de luz, até cortaram uma arvore, mas não foi por esse motivo, to tranquilo, mas onde eu morava antes, chegava a ficar mais de 12 horas sem luz dependendo do que acontecia, e faltava luz varias vezes na semana, claro, dependendo da época do ano.

    Se a culpa era das arvores (não sei), eu mesmo ia fazer questão de ir la podar elas, por que era uma desgraça no calor infernal passar por aquilo

    Curtir

  5. Estas sendo inocente, Rogério…

    Não vês que nossa oposição contra-tudo usa DE TODOS os artifícios possíveis para atacar os governos que não são seus?

    Mesmo que isso prejudique Porto Alegre ou o Estado?

    Mesmo que a crítica deles seja de uma prática que eles também farão no governo ?

    Vide Pontal. Vide metrô. Vide apoio ás greves. Vide.. tudo.

    Curtir

    • Vide Pontal apenas, que foi a única coisa que eles conseguiram. Vou repetir, o pessoal daqui do blog se traumatizou tanto que dá até mérito inexistente pros “inimigos”. Não existe um post aqui que não se comenta sobre eles. Os únicos que dão atenção pra eles somos nós!! Apesar de ter muita politicagem metida no ecologismo, até coisas absurdas contra o meio ambiente são aplaudidas aqui só pra provocar os ecologistas.

      Curtir

      • É politização num assunto técnico resulta em opiniões equivocadas. Se o partido A quando é governo, manda proteger os mananciais, os B vão gag.. na nascente de um rio, se muda, a sujeira continua a mesma, só muda os autores.

        Por isto que comecei uma campanha aqui de evitarmos a conotação política nos comentários, principalmente se nos dermos conta que é ano de eleições e cada um tem o seu candidato.

        Eu por exemplo comecei a evitar críticas personalizadas a figura do atual prefeito, não a administração como um todo, pois esta depende de muitos inclusive da população em geral que muitas vezes (ou na maior parte das vezes) não colabora.

        Curtir

  6. Como diz o Rogerio Maestri, aqui haverá reclamação SEMPRE.

    1) “Se não há poda frequentemente, então há interrupção de energia elétrica causado pelas árvores. O pessoal reclama”

    2) “Se enterrar os fios a conta fica mais cara. O pessoal reclama”

    (tipo a oposição-câncer do PT, Psol, etc; mais os provincianos;
    e mais um monte de gente que vice declamando o discurso
    “há tanta necessidade mais urgente na saúde e educação; precisa de tanta escola nova, e…” ,

    ou então

    “ficam gastando fortunas em ações burguesas e supérfluas para ficar enfeitando a cidade” , etc, etc

    3) “Se cortar as árvores mais próximo aos fios… O pessoal reclama”.

    .

    Curtir

    • Caro Georgeano.

      Favor não se referir a partidos, pois a poda tem relação com o crescimento das árvores, e a defesa do não corte tem relação com pessoas que nada tem de favorável ao PT, PSOL e outros.

      Lembro que o famoso Lutzemberg, o primeiro a se referir a poda de árvores em Porto Alegre, além de agrônomo, ambientalista era um anti-comunista feroz. Logo isto nada tem com partidos ou posições de esquerda e de direita.

      Curtir

  7. Outro probleminha, para trabalhar próximo a fios de alta tensão, não pode ser um jardineiro! Tem que ser alguém com uma série de cursos de prevenção a acidentes!

    Curtir

  8. De novo o problema não é simples:

    Se não há poda frequentemente há interrupção de energia elétrica causado pelas árvores. O pessoal reclama.

    Se enterrar os fios a conta fica mais cara. O pessoal reclama.

    Se cortar as árvores próximo aos fios. O pessoal reclama.

    Ou seja, se corre o bicho pega, se fica o bicho come.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: