Grupo no Facebook pede Centro de Eventos na Zona Sul

Com a decisão do Estado em montar um grande centro de eventos em Porto Alegre, para assim tornar a Capital dos Gaúchos mais atrativa aos turistas e também para atrair divisas, três regiões da cidade passaram a disputar o local onde será construído o centro. Disputam o Vida Centro Humanístico, a Doca Turística e a saibreira do Morro Santa Tereza. A decisão está a cargo do arquiteto João Niemeyer, sobrinho de Oscar Niemeyer, que esteve recentemente em Porto Alegre para uma visita técnica aos três locais oferecidos pelo Governo do Estado.

Um grupo de cidadãos já até mesmo decidiu qual o local preferido: o Morro Santa Tereza. Organizados em um grupo no Facebook, eles discutem as vantagens de trazer o empreendimento para a Zona Sul da Capital. Idealizador do grupo, e um dos maiores entusiastas da ideia, Jorge Piqué tem a convicção de que o Morro Santa Tereza é perfeito para abrigar o Centro Cultural. “Ele (o grupo) tem um objetivo muito específico: colaborar com o projeto do Centro de Eventos do Rio Grande do Sul, reunindo informações, pontos positivos, que qualifiquem o Morro Santa Tereza como a melhor escolha”, explica. Os participantes inclusive criaram um documento “Sete Razões para o Santa Tereza”, que pode ser acessado na página:

https://docs.google.com/file/d/0B10XMYM3aPAvQ0I4bGZLelhha00/edit

Jorge, que mesmo apoiando diversas ações para melhorias na região, nem mesmo mora na Zona Sul, acredita que essa pode ser mais uma ação para voltar à cidade novamente ao Guaíba. Para ele, projetos recentes como a revitalização do Cais Mauá e da Orla do Guaíba, a reforma do Estádio Beira-Rio, devem tornar a Zona Sul cada vez mais atrativa para moradores e turistas. “Sem dúvida, a Zona Sul terá uma série de consequências positivas desse debruçar-se da cidade sobre o Guaíba, porque, em parte, esse melhor contato se dá exatamente nela”, explica.

Confira trechos da entrevista:

 

Jorge Piqué

Morro Santa Tereza

“Na verdade, o Morro Santa Tereza já era tema de preocupação de muitas pessoas em Porto Alegre. Quando voltei a morar aqui em 2010, já havia uma discussão sobre o que se poderia fazer pelo morro, discutindo projetos que eram propostos, mas que ficavam sempre no papel, havia muita preocupação com a situação do mirante, que continua muito precária. É um contraste entre a melhor vista que temos da cidade e a situação quase de abandono em que ela se encontrava”.

Grupo no Facebook

“Apenas 3 dias depois criei no Facebook o grupo “Centro de Eventos Gaúcho no Santa Tereza” e comecei a divulgar para amigos, conhecidos, e políticos, já havia mais de 100 pessoas que apoiavam com palavras e divulgando o movimento. Convidei também para administrar o grupo o Gilberto Simon, criador do Blog PortoImagem, porque neste blog sempre houve uma constante preocupação com o futuro do Morro Santa Tereza”.

Mudanças para a Zona Sul

“Sem dúvida, a Zona Sul terá uma série de consequências positivas desse debruçar-se da cidade sobre o Guaíba, porque, em parte, esse melhor contato se dá exatamente nela. Esperamos que nos próximos anos tenhamos uma maior qualificação das áreas urbanas da Zona Sul, uma maior oferta de negócios e serviços, de modo a oferecer melhor qualidade de vida à população, em contato com a natureza. O próprio Projeto Pisa, quando realizar a sua capacidade de tratamento de esgoto, dará balneabilidade às praias e virá de encontro a todos esses projetos que se orientam agora em direção ao Guaíba”.

Convite

“Para aqueles que gostam da proposta do Morro Santa Tereza, convido a todos a divulgar e a participar no nosso grupo “Centro de Eventos Gaúcho no Morro Santa Tereza”: https://www.facebook.com/groups/477609732249799/

Posted on 22. ago, 2012 by Redação in Zona Sul

Meu Bairro – A Revista da Zona Sul



Categorias:Centro de Eventos do RS, Grandes Projetos, TURISMO

Tags:, , , , , , , , ,

16 respostas

  1. @ J Pique:
    Eu trocaria a sentenca: “prejuizos A obra do Niemeyer”…por “prejuizos DA obra do Niemeyer”.

    PS: Que o Morro de Sta.Teresa esta abandonado e necessitando de cuidados urbanisticos e turisticos urgentemente nao e’ nenhuma novidade…mas lugar de Centro de Convencoes(vide os de Londres, Barcelona, Chicago, SP etc que conheco) sao em lugares de facil acesso(estradas, aeroportos etc) o que nao e’ o caso do Morro Sta.Teresa.

    Curtir

  2. Nao tenho nada contra a área próxima a ponte e à Arena…. Na verdade saiu uma noticia de que a secretaria estadual de esportes tem um plano para revitalizar a área dos clubes náuticos ali do lado…ótimo…Mas acho que o Santa Tereza deveria, se houver condicões técnicas, ter a prioridades, pelos anos de abandono…. pelo potencial turístico da área… com certeza um centro de eventos vive muito dos eventos de fora que poderiam se instalar por aqui…congressos, seminários, feiras, mostras, etc, nacionais… “excursionam” pelo pais de anos em anos…um lugar com bom atrativo turístico é mais competitivo para atrair esse mercado…. a vista é incomparável dali…. a área próxima a ponte term uma vocação mais esportiva na minha opinião já que está a beira do Guaiba. Por outro lado… ali existe sempre a possibilidade de cheia e seus prejuizos a obra do Niemeyer.

    Curtir

  3. Eu acho que o Morro Santa Tereza teria um charme todo especial, coisa que POA não tem.

    Mas a outra opção no cais é boa também. A outra, no meio da zona norte achei disparado a pior.

    Curtir

  4. Prefiro que fique na area do Cais proximo a Arena como tb foi proposta.
    Muito mais perto do aeroporto, varias estradas, acesso a RM….. e tb ajudaria a revitalizar uma area junto a orla.

    Curtir

  5. No horário de pico demora no máximo meia hora.

    Curtir

  6. Perder 1:30 h no trânsito!? Vai ser em Tapes o Centro de Eventos? Porto Alegre não é só Moinhos de Vento, senhores…

    Curtir

  7. Existe uma lógica …. Lógica de quem chega do aeroporto para ir ao Centro de Convenções no lugar projetado por Sua Santidade Niemeyer vai perder 1h 30min no trânsito .

    Curtir

    • se fosse esse o problema nao se construiria nada em são paulo! hahaha

      Curtir

    • Eu morei em sampa uns 10 anos… os paulistas pelo menos acharao super rápido 1:30 no transito…mas baseado exatamente em que esse cálculo? Isso em todos os horários ou horários de pico?
      Mas sem dúvida tem que se levar em conta isso… essa é uma questão técnica… como deixei claro, nosso apoio ao local tem seus motivos, mas se for algo inviável tecnicamente, sem problema…. Mas se o Governo do Estado propos 3 locais, deve ter se informado sobre essa questao, se realmente achassem que teriam dificuldades intransponiveis, nem cogitariam oferecer essa possibilidade.
      Por outro lado o aeroporto será ligado ao trensurb por aeromovil. Na estacao do centro do Trensurb haverá uma ligação direta subterranea com o Cais Mauá ((ja existe mas pequena), onde haverá o catamarã, que levara apenas 10 minutos até o barrahopping. Bastaria criar uma linha circular do pier ao Centro para se chegar na porta do prédio. Se tivesse um sistema intermodal eficiente com horarios bem encaixados, talvez se demorasse bem menos tempo para ir do aeroporto ao santa tereza, e seria uma vantagem em horarios de pico, pois se evita o transito em todos eles.
      Mas pensando bem…porque alguem que chegasse no aeroporto iria diretamente para o Centro de Eventos, normalmente iria para o seu hotel, nao? Eu quando vou a congressos nunca fui direto ao local…será que não é um argumento contrário muito pequeno, em comparação com todas as vantagens?

      Curtir

    • Em Curitiba o aeroporto fica a 40mins de qualquer coisa… POA sempre achando que tudo tem que ficar empilhado em 2 bairros…

      Curtir

    • Além do que já foi citado, existe a duplicação da Tronco, em função da Copa, mas que depois dela diminuirá o fluxo de veículos na orla.

      “Com a duplicação, a avenida representará uma nova alternativa de deslocamento à Zona Sul de Porto Alegre. Durante a Copa, ela absorverá o tráfego de veículos que normalmente utilizariam as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Padre Cacique, que deverão ter o trânsito interrompido durante os jogos.”

      http://www.portaltransparencia.gov.br/copa2014/porto-alegre/mobilidade-urbana/corredor-avenida-tronco/

      Curtir

  8. Que belo argumento retórico : “Somente um grande projeto, como o Centro de Eventos, terá a capacidade de levar Estado e Prefeitura a trabalharem juntos …. blá blá blá “(pg. 26)

    Curtir

    • Não vejo retórica…quanto mais importante for um projeto para a cidade, mais facilmente prefeitura e Estado trabalharão em conjunto, quanto menos importante, mais dificil será essa colaboração… , pelo menos devia ser assim em qualquer lugar e é o que esperamos dos homens públicos…não é retórica, é lógica… Quem admite o contrário apenas ajuda para que não seja assim, . Existe uma outra “lógica”? Claro que existe…mas não podemos aceitá-la como se fosse a regra…
      Mas vc tem em parte razão… não deveria ser “somente” mas “principalmente” um grande projeto … devíamos esperar essa atitude mesmo em projetos que não sejam grandes… Esperar …. e cobrar, evidentemente…

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: