Prefeitura reaviva História do Abrigo da Praça XV

Velho bonde no Abrigo da Praça XV Foto: Divulgação/PMPA

Porto Alegre tem um espaço que significa muito para a História dos Transportes na cidade. É o Abrigo dos Bondes ou Abrigo da Praça XV, construído em 1930 para ser a estação central de embarque e desembarque nos bondes que circularam na Capital até março de 1970. Agora, o Projeto Viva o Centro, da prefeitura, pensa em transformá-lo em um local, além de encontro e parada para as cerca de 400 mil pessoas que transitam diariamente no Largo Glênio Peres, em um ponto de atração turística e de referência histórica para visitantes e porto-alegrenses.

O coordenador do Projeto Viva o Centro, Glênio Bohrer, espera ter o projeto de revitalização do Abrigo até dezembro para executá-lo em 2013. Ali funcionam 25 lojas, quase todas lancherias, cujos permissionários pagam à Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio R$11,2 mil mensais pela permissão de uso. O projeto prevê a reforma do prédio, substituição de pavimentos, nova iluminação pública, outra apresentação visual das lojas com decks para mesas e cadeiras e a possibilidade de um bonde para exposições da Unidade de Documentação e Memória da Carris.

Chega de Glória! – O Abrigo da Praça XV tem o lado da curva, onde os bondes passavam, e o lado da reta onde paravam as antigas lotações da cidade. Eram carros Chevrolet, Ford, Plymouth, modelos grandes que comportavam mais um banco e transportavam até nove passageiros e o motorista. Praticamente as mesmas linhas dos bondes faziam as lotações: Floresta, Independência, Gasômetro, Navegantes, Petrópolis, Teresópolis, Glória, Cidade Baixa, Partenon entre outros destinos.

O abrigo nasceu para os bondes e sobreviveu a eles, mas poucos conhecem sua História. “Queremos torná-lo um ponto de atração”, diz a historiadora e coordenadora da Memória da Carris, Renata Andreoni. Para fazer a idéia transformar-se em realidade, Bohrer estima um investimento de R$ 1 milhão. A intenção da prefeitura é contar com o apoio da iniciativa privada e estão em andamento as negociações para uma parceria.

O coordenador do Viva o Centro também garante a permanência dos atuais permissionários. A prefeitura pretende fazer convênio com o Sebrae para a qualificação desses pequenos empresários, até visando à diversificação dos negócios.

Pelo projeto, serão relembradas as histórias do Abrigo e o seu folclore, como o fato acontecido em um fim de tarde de um dia de primavera chuvosa dos anos 50. Muita gente esperando o bonde, horário de pico, todos ansiosos em voltar para casa e a chuva incomodando. Passavam muitos bondes Glória, quando um cidadão resolveu levantar seu guarda-chuva e protestar: “Chega de Glória, eu quero é Independência!”

José Montaury e Marechal Floriano

Antes da revitalização do Abrigo, acontecerá a das ruas perto do Abrigo, José Montaury e Marechal Floriano. Nas próximas semanas será lançado o edital de concorrência para a execução do projeto. Com valor estimado em R$ 2 milhões, será trocado o pavimento por paralelepípedos coloridos que demarcarão áreas de pedestres e circulação de veículos autorizados, colocados bancos e melhorada a iluminação. A obra deve começar no primeiro semestre de 2013.

Prefeitura de Porto Alegre

______________________

Mais uma foto:



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Patrimônio Histórico, Restaurações | Reformas, Revitalização do centro

Tags:, , ,

9 respostas

  1. Será que o homem do blog quer a volta dos bondes?

    Nós que comentamos, desejamos não somente o tal do “Projeto do Bonde Histórico”, para o turismo, modernizado é claro, bancos estofados, ar-condicionado etc., além dos bondes modernos e dos VLTs, mas o problema é que os políticos de Porto Alegre com certeza, não querem, o que é uma pena!

    Curtir

  2. Será que decidiram reformar a Mal. Floriano depois dos comentários do blog? Não vi em nenhum outro lugar reclamarem do entorno da Praça XV depois da reforma, só aqui.

    Curtir

  3. Interessante que estamos nos aproximando do bonde, indo pelas beradas… Vamos ver se conseguimos criar a cultura popular para exigir a volta desse meio de transporte.

    Curtir

  4. Acho legal qualquer revitalização ali. Alguém sabe o que era aquela casinha do lado do xalé?

    Curtir

  5. Bem que o Pampa Burguer poderia investir ali, abrir uma filial, aquelas lancherias são muuuito fraaaaacas, horriveis… eu não sou muito de Mc, Burguer King e essas coisas, sempre curti mais um X, mas provei ontem o Pampa Burguer e gostei… haha… mas claro, poderia ser qualquer rede do tipo, desde que mantenha o lugar e tudo mais.

    Curtir

    • O pampa burger é muito bom. Eu acharia massa ver ali um do lado do outro: pampa burger, cavanhas, cachorro do bigode…

      Curtir

    • O lanche que servimos naquele local é um lanche mais popular que não se enquadra no citado pelo amigo. Temos nosso publico alvo o lanche a preços mais populares uma opção para o trabalhador do dia a dia. Sou permissionário da banca 22 e convido o amigo para me visitar será um prazer recebe-lo. Sei que temos muitas coisas para melhorar e isso passa pela qualificação e melhoria das bancas e o entorno do local, mas nunca esquecendo que é um local de lanches mais populares.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: