Aplicativo multimídia compara realizações dos candidatos à prefeitura de Porto Alegre

Site sem fins lucrativos pretende ajudar o cidadão a decidir seu voto em meio a “mesmície” das propostas

O site Conheça Teu Candidato (http://candidatos.yatzyhq.com/), que está no ar desde junho, lançou sua nova versão. Agora, os usuários podem analisar uma visualização multimídia e comparar os últimos projetos de José Fortunati, Adão Villaverde e Manuela d’Ávilla. Políticos que, juntos, representam mais de 70% das intenções de voto na capital.

Os projetos, pesquisados nos sites das casas legislativas, da prefeitura municipal, e informados pelas assessorias de comunicação dos políticos, foram categorizados e divididos em temas, tipos e níveis de abrangência. Também foram utilizados projetos em tramitação ou em andamento.

A plataforma, de realização do Yatzy, pretende dar base para que as pessoas decidam seu voto. Segundo Alexandre Gravem, programador do grupo, eles resolveram desenvolver o projeto depois de ouvir muitas vezes que todos políticos parecem iguais. “Se todos políticos parecem iguais nas campanhas, temos que prestar atenção no que eles realizaram nos mandatos passados”, explica Gravem.

O grupo

O Yatzy, grupo que desenvolve projetos digitais engajados com base em dados. Teve o projeto Gastos RS (http://gastosrs.yatzyhq.com/) premiado recentemente na competição Decoder RS, realizado pela W3C em parceiria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

________________________

ATENÇÃO: Esta matéria não reflete qualquer posição do Blog e dos desenvolvedores do aplicativo. Figura acima meramente ilustrativa.

Fonte: o próprio desenvolvedor do aplicativo: Yatzy



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

17 respostas

  1. Não voto em políticos jovens com ideias esclerosadas. Aliás, esses são os piores.

    Curtir

  2. Pelo que eu entendi das figuras, a Manuela vai proibir o uso de chapeus da cidade, caso for eleita.

    Curtir

  3. E’ facil, vote no Fortunati, e’ o menos pior dos trez…O cara do PT ja sabe, estatais, cabides de emprego e intriga politica, alem de fazer parte de um “partido” que e’ na verdade uma organizacao criminosa, com planos so’ DE PODER e nao de crescimento e desenvolvimento. A outra, por favor, comunista em pleno seculo 21 ??? Ela confiscara todas as propriedades privadas? Acabara com o mercado? Nivela-ra o salario de todos por baixo, exeto os dos altos escaloes do governo ? Pela logica, sera contra o crescimento economico, e se ela nao implantar aquilo que escrevi acima, entao que naba de comunista e’ esta?? Entao…….Facil escolher em quem! Agora imaginem todos estes projetos parando porque o petista ou a comunista querem “REVER” os contratos ou a “NESCESSIDADE” deles!!

    Mas, esta ai, o motivo de POA estar tao mediucre, so’ esquerdista que jamais produziram nada na vida e que sempre foram contra a producao se candidatando! Nao tem outra!

    Curtir

    • Não se preocupe Phil. O comunismo desse pessoal é o comunismo de boutique. São pessoas que nunca leram Marx e Engels, e nem sequer ouviram falar de Plekhanov ou Kautsky. Você acha que a Manuela vai sair defendendo a coletivização forçada das mulheres? O fim do casamento e da família tradicional? A eliminação dos homossexuais? Nossos comunistas não sabem o que é o comunismo. Eles são educados com as cartilhas dos partidos, e não com os ideólogos da doutrina.
      No mais, concordo que o Fortunati é o menos pior, mas ainda assim é dose.

      Curtir

    • Não sei se é por eu ter nascido pós-Guerra Fria. Mas esse medo da palavra comunista é risível em pleno século XXI.

      Curtir

      • Fala isso para um sérvio, romeno, croata, etc. O comunismo foi um dos maiores erros da humanidade, ao lado do nazismo e outros modelos idiotas. Devemos repelir o comunismo com todas as forças. O muro de Berlim caiu há pouco e ainda existe gente que acredita nos ideais do comunismo.

        Curtir

        • Existe gente que acredita no capitalismo e o mesmo imprimiu ditaduras em diversos países e que até hoje mantém diversos países num regime colonialista. Fala isso prum camaronês. Logo…
          hoje em dia não faz sentido usar (ou acreditar que essas palavras se refiram) ao ideologismo puro de outras épocas. Existe um partido chamado comunista há muito tempo, assim como exist(ia) um Partido Liberal. Só porque esses conceitos estão no partido, não há motivo para crer que essas ideologias são pensadas da mesma maneira como do início do século passado. Seria terrível se não evoluíssemos nossos pensamentos para coisas mais factíveis, tendo em vista o contexto eleitoral. Obvio que o PCdoB da Manuela tem o comunista no nome e por isso tem tendências à esquerda. Mas isso não significa que ela vai construir blocos soviéticos, reprimir a liberdade, criar barreiras ao mercado, como se fazia antigamente.
          Ouvi a mesma historinha antes da eleição do DCE da UFRGS quando a chama “de direita” ia se eleger. Tinha gente dizendo que eles queriam privatizar a UFRGS. What the f*ck?
          Enfim, acho ridículo essas generalizações que as pessoas fazem ao ver um termo e sair por aí espalhando boatos infundados. É pura picuinha de eleição e me parece coisa de criança. Só isso.

          Curtir

      • Leia os livros Walter.

        Curtir

      • Compre os livros Walter.

        Curtir

  4. não curto politica mas se o fortunati não se reeleger, eu temo pela cidade

    Curtir

    • A questão não é curtir ou não política Leo. Nós temos que interagir com os políticos, cobrar, enfim, participar. Creio que ninguém goste de “política”. Mas é necessário. E é difícil dissociarmos política de qualquer outra área do conhecimento. A economia está totalmente ligada a política, e por aí vai.

      Curtir

  5. Eu gistaris de ver algo parecido, mas mostrando claramente os financiadores das campanhas.

    Curtir

  6. O primeiro site tem alguns problemas. Um que quem já esteve no executivo sempre vai ter mais “obras”. Outro que alguns ali são concessões à iniciativa privada (Araújo Viana)… sei lá se considero válido como obra. E outra, algum estacionamento subterrâneo já saiu?

    Curtir

    • Por isso na minha opinião esses sites tem que obedecer à regra de ouro da web 2.0 : ter a opção do like e dislike com possibilidade de comentário a respeito do “voto”. Por exemplo, o yelp é tão famoso pois tu pode primeiro olhar o rate geral do estabelecimento, mas os comentários são rankeados, de modo que se você vê alguem dizendo “baah esse lugar é tri ruim, achei uma droga” e tu vê que a maioria da galera não gostou do comment e que existem 10 comentários positivos para 2 negativos, tu vê que provavelmente os 2 negativos são haters sem sentido ou pessoas mal intencionadas. Esses sites tem que ser colaborativos, do modo como o Yatzy está setado, somente os donos do site tem poder sobre o que entra e sai daquelas páginas e isso é ruim. Para mim esses sites deveriam ser 100% colaborativos, tipo uma wiki mesmo, obviamente supervisionados, mas a geração de conteúdo e a validação desse conteúdo deveria vir do povo.

      Curtir

      • Concordo, achei pouco colaborativo. Mas o cara quis poupar banco de dados, porque os comentários são plugin do facebook e os dados da página provavelmente são estáticos.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: