Prefeitura de Porto Alegre apresenta políticas de urbanismo em evento da ONU

Reassentamento da comunidade da Vila Chocolatão será um dos exemplos Foto: Divulgação/PMPA

As políticas públicas na área de urbanismo e meio ambiente serão apresentadas pela Prefeitura de Porto Alegre na Itália, durante a Sexta Sessão do Fórum Urbano Mundial. O evento, promovido pela Agência das Nações Unidas para Assentamentos Humanos – ONU-Unhabitat, ocorre em Nápoles entre 01 e 07 de setembro. A procuradora-geral adjunta de Urbanismo e Meio Ambiente, Simone Somensi, a secretária do Gabinete de Planejamento Estratégico, Izabel Matte, e o gerente do Programa Viva o Centro, Glenio Vianna Bhorer, representam a Prefeitura no encontro.

O objetivo do Fórum é analisar um dos problemas mais urgentes enfrentados por todas as cidades do mundo: a rápida e descontrolada urbanização e seu impacto nas comunidades. Serão discutidas, ainda, a realidade e perspectivas das cidades no sentido estrutural e econômico, além dos desafios da mudança climática para os centros urbanos. Estarão reunidos líderes de governo, ministros, prefeitos, diplomatas, membros de associações nacionais, regionais, internacionais de governos locais e organizações não-governamentais e comunitárias.

Na quarta participação de Porto Alegre no evento, que ocorre de dois em dois anos, serão mostradas políticas públicas e projetos com repercussão internacional, como as ações de recuperação da área central e a regularização e reassentamentos da Vila Chocolatão.

De acordo com a procuradora Simone Somensi, a discussão tem influência direta no trabalho da PGM. “As questões debatidas encontram ressoar nos problemas urbanos enfrentados diuturnamente em Porto Alegre, seja nas searas relativas ao planejamento urbano, em questões como o parcelamento do solo, a regularização fundiária, loteamentos irregulares e clandestinos e grandes empreendimentos, seja na mobilidade urbana, como a instalação de redes de BRT’s, metrô e grandes obras viárias, na seara do meio ambiente urbano, incluindo temas como as mudanças climáticas e adequações de tipologias, ERB’s e poluição visual, ou até mesmo no gerenciamento e disponibilização de recursos públicos para demanda habitacional prioritária”, explica.

Mais informações sobre o 6° Fórum Urbano Mundial em www.unhabitat.org.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Eventos

Tags:, ,

5 respostas

  1. Passo seguido onde estão construidos esses casas onde o Fortunati apareceu com um representante do gov. alemão, antes de sua inauguração divulgando as maravilhas dessa obras. O que se vê até agora, é um loteamento inacabado, mal cuidado, com lixo em vários locais, sem ajardinamento, praças e crecehes insuficientes para a população.

    Li no “Jornalismo B”, uma extensa reportagem com um lider comunitário, onde relatava: 1. o abandono do poder publico municipal em relação a boa parte dessa comunidade, tanto, pela falta de trabalho para todos ( não tem galpão de reciclagem suficiente, antes estavam proximo de lugares de coleta, hoje, não… Acho que boa parte dos recicladores que dormem nas ruas do centro podem ser provenientes desses tipos de assentamentos. 2. As ruas estão sem nomes, o que dificulta a entrega de correspondência, portanto, reproduzindo a problemática anterior ( Sem endereço=sem empregos formais, etc…) 3.Faltam vagas na escola, que é insuficiente, assim, como em creches. 4. Áreas de lazer insuficiente ou de dificil acesso

    Isso é que lembrei do que li, não consegui a reportagem na integra, para postar. Se encontrar, o farei.

    Curtir

  2. Sem mentira, essas casinhas da Chocolatao se parecem com algumas moradias populares que se ve em Londres (no visual, por fora).

    Curtir

  3. Cara de pau não tem limites …

    Curtir

  4. Do que adianta mostrar as casinhas bonitinhas arrumadinhas se depois transformam num remendão?

    Curtir

  5. Urbanismo? Segundo a wikipedia: “Urbanismo é a disciplina e a atividade relacionadas com o estudo, regulação, controle e planejamento da cidade”

    Só falta estudo, controle e planejamento. Regulação deve ter alguma por aí.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: