Seis estádios não atingiram 50% das obras previstas

Beira-Rio está com 33% da reforma concluída MARCOS NAGELSTEIN/JC

Seis dos 12 estádios que serão sedes da Copa do Mundo de 2014 ainda não alcançaram 50% da execução dos trabalhos a menos de dois anos do torneio, apontou relatório divulgado ontem pelo Ministério do Esporte. Entre as seis arenas que ainda não atingiram metade do cronograma em agosto estão as de São Paulo (48%), Cuiabá (47%), Curitiba (45%), Manaus (44%), Porto Alegre (33%) e Natal (30%).

Já o estádio de Fortaleza é o mais avançado, com 87% das obras concluídas e previsão de entrega para dezembro deste ano. O Castelão terá capacidade para 67 mil pessoas e será uma das sedes da Copa das Confederações de 2013, evento considerado teste para o Mundial de 2014. Os estádios de Belo Horizonte (78%), Brasília (72%), Salvador (70%), Rio de Janeiro (62%) e Recife (51%) estão com as obras mais adiantadas.

Na semana passada, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, visitou os estádios de Manaus e Cuaibá. Logo após as visitas, o dirigente afirmou que o País estava no “caminho certo”. “Não há um só estádio atrasado para a Copa do Mundo. Todos os projetos estão no caminho certo e atingimos a velocidade de cruzeiro”, disse Valcke.

“Os problemas do início agora acabaram e estaremos prontos a tempo. A velocidade que atingimos é a velocidade de que precisamos para termos os estádios prontos até o final de 2013 ou no início de 2014”, acrescentou.

Em Manaus e Cuiabá, Valcke teve a companhia do ex-jogador Ronaldo, membro do COL, e de Luís Fernandes, secretário-executivo do Ministério do Esporte. Antes de Manaus e Cuiabá, as sedes de Recife, Natal, Brasília, Salvador e Fortaleza também foram visitadas. As três primeiras em junho e as outras duas em janeiro. Até o final do ano Valcke deve visitar todas as 12 sedes do Mundial no Brasil.

Jornal do Comércio



Categorias:COPA 2014, Reforma do Estádio Beira-Rio

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Arena e Beira-Rio os caminhões são cheios de dinheiro do povo. E o Beira-Rio já era para estar pronto, com dinheiro do clube e dos torcedores, e sem dinheiro do povo.

    Curtir

  2. Desde abril e ainda nao terminaram a inferior do B-Rio. Tartaruga MODE ON.

    Curtir

  3. Tem uma arena com 90%… mas né… é coisa de nivel, de primeiro mundo, e não de Brasil, como todo o resto, sem o jeitinho brasileiro, não entra pra conta.

    Curtir

  4. Porto Alegre na rabera, mais um vez.

    Curtir

  5. Logo chega a hora de despejar um dinheiro público para acelerar.

    Curtir

  6. Lembrar que os 33% do Beira-Rio corresponde na prática menos de seis meses de trabalho, logo está bem adiantado.

    Curtir

    • Acredito que no caso do Beira-Rio eles consideram o que já estava pronto e mais algum tempo de obra da reforma.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: